Ele não aceita a minha religião

problemas religiosos e espirituais

Estou passando por uns momentos difícil, e para melhora tenho que fazer uma escolha que me deram ou o meu namorado ou a religião, atualmente frequento ketu e ele e evangélico não tenho nada contra a religião dele sou mente aberta para todas e respeito muito, porem ele não aceita a minha e agora não sei se devo continuar ou não ele sempre me ajudou, cuidou de mim, sempre me apoio, foi honesto comigo em todos os momentos, eu amo ele, mas não sei se vale a pena larga algo que você gosta por uma pessoa,

9 COMENTÁRIOS

  1. Pq vc tem a capacidade de respeitar a religião que ele tem e, ao mesmo tempo, ele não tem a mesma postura com relação à sua? Isso, no mínimo, mostra o quão intolerante ele é!! Se duvidar, é bem capaz de exigir lá na frente que vc se converta à religião dele. Isso não vai dar certo amiga!! Se essa situação começar a atrapalhar o seu relacionamento com ele visto que o mesmo não aceita a sua religião, aconselho que vc veja se vale a pena continuar nessa relação. Um cristão verdadeiro, ainda que não aceite as suas pregações religiosas, vai respeitar o fato que vc é livre para seguir aquilo que acredita. Simples assim!!

  2. Intolerância religiosa é crime, você não deveria trocar a sua religião por interferência dele. Sugiro você terminar com esse intolerante hipócrita pois se você pode trocar de religião, ele também. Ou vale pra ambos ou não vale pra ninguém. Ou todo mundo vira judeu ou ateu ou acada o namoro.

  3. Vc nao precisa escolher… Siga sua vida… Com ele e com o que vc acredita e tem fé… Se ele nao quiser, ele q escolha… Vc nao enganou ou obrigou ninguém a nada… Ele sabia de td… Que seja homem para tomar agora suas atitudes se necessario…

  4. Eu penso que quando você se decide se relacionar com uma pessoa, a qual professa a sua fé e segue os dogmas da sua religião de forma fundamentalista, dificilmente essa pessoa deixará de não envolver a sua parceira nas suas crenças, especialmente se resolver formalizar uma união no futuro. Relacionamentos para funcionar tem que haver uma boa sinergia, mas se algo importante, interfere nos interesses de um dos lados, poderá haver conflitos e desgastes. Esse homem apesar de ser uma pessoa especial na sua vida, já deixou bem claro quais são as regras dele, de forma que cabe a você decidir se quer ceder ou não. Se você é o estilo de mulher que gosta de viver as suas próprias decisões, nesse caso, terá que abrir mão desse relacionamento, por outro lado se a sua decisão for a de investir nesse namoro, terá que aceitar que a religião dele sempre estará fortemente presente entre vcs e não adianta se iludir que você conseguirá, colocar as suas vontades, pois você está lidando com um crente.

  5. Uai, amiga. Se ele se incomodar realmente, haverá de analisar e de tomar uma decisão a respeito, se afastando ou de todo cedendo serenamente. Não sei qual a razão de ‘você’ se preocupar com o quê fulano aceita ou deixa de aceitar já que ele como qualquer ser humano supostamente tem um cérebro e saberia usar para decidir o que fazer sobre o que quer que fosse.

  6. eu não entendi essa imposição dele…se ele não aceita a sua religião é problema dele…tipo…se ele já te conheceu assim ele não tem que impor nada, é que nem se eu não gosta se de gente que fuma conhecer uma cara bacana assim mas inventar que ele para-se de fumar por causa de mim…isso pra mim é coisa de gente mimada

  7. Eu jamais namoraria evangélicos ou outra religião q nao fosse a minha, por isto nem conversa dou. O mesmo deveria ele fazer. E isto não é intolerância e sim escolhas. Intolerância é denegrir, falar mal.

  8. Você se envolveu com um evangélico, mas deveria saber que esse perfil de pessoa, sempre manterá as sua religião, como uma bússola, para definir o caminho que se definirá a sua união com uma pretendente para um relacionamento sério. Se você achou que ele iria deixá-la seguir outro caminho religioso, simplesmente você se iludiu e não parou para pensar no que implica uma união com um crente. Era óbvio que algum dia ele iria colocar essas suas escolhas religiosas em jogo e posso te adiantar que ele até demorou para colocar essa situação para você. Infelizmente adianto que vc terá que decidir, mas faça a sua escolha, já sabendo que um dia virá a próxima cobrança dele quanto à você participar dos cultos evangélicos, especialmente quando tiverem filhos, pois com certeza ele fará questão de doutriná-los nessa religião. Eu particularmente jamais me submeteria, pois nem igreja eu frequento, apesar crer em Deus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here