Casada e grávida de outro!

Sou casada há 10 anos e estou gravida de outro, somos muitos diferentes e com o passar do tempo isso começou que pesar demais. Então conheço uma pessoa e há 3 anos tenho me relacionado com ele, então decidimos que íamos nos separar (pois os dois somos casados) para ficarmos juntos, ele tem filha e eu não. Então decidimos que iríamos estudar a melhor forma para não magoar tanto as pessoas envolvidas e ficaríamos juntos no início desse ano. Mas eu engravidei do meu amante, e meu marido estava junto comigo no dia que fui ao médico achando que estava com uma doença pois sentia dores terríveis. E na verdade era uma gravidez. Agora ele está muito feliz achando que o filho é dele. Moro em uma cidade pequena, não queria nunca que essa situação tivesse acontecido desta maneira. Eu quero ficar com o pai da criança pois o amo e ele também quer o filho, mas realmente não sei como contar isso para o meu marido. Vai ser um escândalo na cidade e eu irei embora deixando ele é minha família com essa vergonha. Nunca quis ser uma adúltera, sempre me senti mal é culpada por isso, mas a insatisfação do meu casamento me fez errar, eu deveria ter saído daqui antes que isso acontecesse, mas aconteceu. Agora estou já com 3 meses de gestação, o pai quer o filho e eu não sei como sair daqui sem devastar a vida dessas pessoas. Nem se eu quisesse conseguiria relatar o meu sofrimento por vergonha do que está acontecendo comigo. Espero que alguém possa me ajudar com algo que consiga clarear minha mente com o que fazer. Tenho medo que esse escândalo faça meu marido cometer uma loucura. Quando erramos não pensamos nas consequências e elas vem sem demora. Se eu me arrependo? Certamente faria tudo diferente. Mas agora tudo que quero é resolver isso e tentar magoar menos essas pessoas que não mereciam. Quantos aos julgadores, nada que vocês falarem me fará tão mal quando a minha consciência. E que vocês nunca caiam, pois é fácil julgar quem peça diferente de vc.

7 Comentários

  • Helena 6 de janeiro de 2017

    Acho que já passou da hora de começar a ser sincera com você, e com todos ao seu redor. Você se enfiou em uma bola de neve, que somente a verdade pode resolver. Vai sim ser um escândalo, é cidade pequena? Vão sim todos comentar. Mas, se você não for contar a verdade, e se libertar deste tremendo rolo, só te restará uma opção: continuar em um casamento onde você está insatisfeita, com uma tremenda mentira, sua consciência pesando ainda mais a cada dia que passa…
    Sendo bem sincera, você VAI SIM magoar, decepcionar as pessoas envolvidas, porém, falar a verdade e passar a ser sincera vai ser libertador, de inicio vai doer em você, mas após isso vai começar a se sentir livre.. enfim, espero que você consiga ajeitar tudo, do melhor jeito possível. Beijo

    Resposta
  • cris 6 de janeiro de 2017

    Na minha opiniao…e volto a dizer na minha opiniao! Nao estragues a tua vida, nao deixes a vida te passar por entre os dedos! Agarra a vida!! Luta pelo que queres! Sim sera um escandalo, mas o que interessa os outros!? Nada, eles nao tem a tua vida, nao passaram pela tua vida…nao ligues o que os outros pensam ok!! Agora tens falar com o pai da criança, pois ele tambem é casado, o que ele pretende fazer!? Vai divorciar se e vai ficar contigo e com o filho!? Pois acho que deves fazer essas questoes. Pois ele pode te amar e querer aceitar esse filho, mas pode nao querer se divorciar…conversem bem e sem discussoes!! Agora o teu marido tem que saber, dizerlhe o que aconteceu e que estas gravida! Sim ele vai ficar mal, mas é a verdade…e infelizmente a verdade custa sempre ouvir! Nao te consigo dar uma opiniao mais concreta pois nao conheço esses dois homens!! Agora digo te, se o pai da criança nao quiser o divorcio, ou querer adiar,…esquece…ele nunca se vai divorciar, esquece ele… Em relaxao ao teu marido, ele vai ficar chateado, mas se ele te amar mesmo, podera te dizer que aceita esse bebe.. Se ixo acontecer, tenho a dizerte que tens o melhor marido e que devias dar uma segunda oportunidade a esse casamento!! Nao sei como ajudar te… Como dixe é a minha opiniao…espero que des noticias, e se quiseres estou aqui para conversar, falar de teus medos e angustias!!! Boa sorte, e acima de tudo se feliz!

    Resposta
  • Paola Bracho 7 de janeiro de 2017

    Queridinha,

    Você está preocupada com o escândalo, mas por que não pensou nisso antes de trair o seu marido?

    Você disse que se pudesse faria diferente, é mentira. Três meses de gestação, você sabe quem é o verdadeiro pai da criança, o seu amante, e ainda não contou para o seu marido?

    Certamente você é a vítima dessa situação. Em sua visão, é claro.

    Cria vergonha na cara e assuma suas responsabilidades.

    Resposta
  • Sifao 22 de janeiro de 2017

    Não queria estar na sua pele, deve ser horrível. Alguém te criticou aí em cima, é fácil atirar pedras nos pecadores arrependidos, mas os caras de pau vocês sempre respeitam, não é mesmo???
    Pelo menos você tem vergonha na cara, tomou consciência do que fez e não vai aguentar essa mentira por muito tempo. Já ouvi muito relato de mulher que fez o marido criar filho de outro sem nunca ter contado. E elas estavam relativamente bem com a própria “consciência”. Isso sim é uma mostruosidade. Por mais que você tenha errado, parabéns por ser uma pessoa digna, capaz de enxergar a gravidade do próprio erro, pois como eu disse, tem gente cara de pau faz coisas graves mas não tá nem aí. Esses sim deveriam ser apedrejados.

    Resposta
    • Roger 14 de setembro de 2017

      Ohhh falou a voz da razão!!!
      É incrível como há ignorantes como você no mundo para defender este tipo de “vítima do acaso”. De vítima ela não tem nada, foi é safada e ordinária, manteve relação extra conjugal por mais de 3 anos e por consequência engravidou do amante.
      Pessoa pensa que ter amante é normal, que trair é normal, que assumir a paternidade do filho que a mulher teve com outro homem é normal, isto tudo por conta de uma rede esgoto de televisão que defeca estas barbaries diariamente naquelas telenovelas infames e o povo se deixa levar pelo que é errado, não dando valor à família que já formaram.
      Aquela mulher é um monstro, destruiu não só o marido, mas como todos que acreditavam no relacionamento estável que ela levava em seu casamento, manteve relacionamento com outro homem por mais de 3 anos e agora se da ao luxo de expor seu problema na internet como meio de tentar encontrar uma solução para seu problema.
      Que aguente as consequências dos seus atos, vá viver com o amante e digo mais, este amante não será fiel a ela, com toda certeza se este cara traiu uma vez, trairá outras vezes. É engraçado como estas casadas se deixam levar pelo que assistem na tv e nos filmes, se iludindo, pensando que um amante seria o refúgio de um amor não correspondido, o amor ideal, a alma gêmea, quando não, o amante só esta ali por causa do sexo fácil. O amante pode engravidar esta mulher, casar-se com ela e depois enjoar, indo atrás de outra mulher, este tipo de homem tem prazer em conquistar uma mulher comprometida, de tomar a mulher de outro homem. As mulheres que não se dão ao valor, se destroem com este tipo de homem, pois quando a mulher é a amante, geralmente elas o fazem por realmente amar o homem casado.

  • Roger 14 de setembro de 2017

    Não se faça de vítima agora após ter cometido um erro tão tolo de se casar com um homem que você não amava.
    Fosse sincera e mulher com amor próprio, já teria se separado antes desta situação ter chegado a este ponto.
    Agora aguente as consequências, se já foi mulher o suficiente para trair e engravidar de seu amante, que seja mulher de atuar toda a tempestade que esta por vir, diga a verdade ao seu marido, peça separação e vá refazer sua vida em outro lugar com o homem que ama, isto se ele realmente amá-la e separar-se da esposa.

    Resposta
  • Ricardão 24 de julho de 2019

    Eu engravidei uma mulher casada e combinamos de deixar em off. Deixa rolar.
    Mas no caso, o marido dela tem certa semelhança comigo. Então acreditamos que dê pra passar…

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *