COMPARTILHAR
problemas de infidelidade nos casamentos, relações e namoros

Estou casada há 5 anos e tenho um filho de 2 anos. Meu marido trabalha viajando muito, por isso me sinto muito só.
Conheci outro homem, ele mora próximo a minha casa, ele tem 4 filhos, inclusive tem um de 15 anos com uma conhecida minha, pelo que sei ele é um excelente pai. ele é divorciado e é Advogado e sua família de classe média.
Nos conhecemos e com poucos dias saímos, tivemos uma tarde maravilhosa em um motel lindo, logo de cara usamos camisinha, mas quando fomos para piscina não usamos, foi aí onde vacilámos, no dia seguinte liguei para ele e pedi que ele comprasse a pílula do dia seguinte, ele disse que compraria, mas esperei a noite toda e não me retornou a ligação. fiquei chateada e decidi arriscar.
quando foi no dia esperado a minha menstruação não veio, fiquei desesperada, liguei para ele marcamos um encontro e conversamos, falei que queria fazer um aborto, pois não podia ter aquele filho fora do meu casamento.
No dia seguinte fiz uma ultra, ele foi comigo, mas não quis assistir a ultra-som, realmente foi confirmada a gravidez, nós ficámos desesperados eu pedi para ele comprar o remédio para eu abortar, mas no fundo nem ele e nem eu queríamos tomar essa atitude egoísta.
Decidi não abortar, contei para o meu marido que estou grávida e ele ficou super feliz, contou para os seus familiares e amigos, a cada dia ele fica mais feliz com a gravidez ainda mais que descobri que é uma menina…
Gente me ajudem eu não sei o que faço, se contar a verdade ele jamais me aceitaria e me perdoaria. Não quero acabar com o meu casamento, minha família nunca me aceitaria eu divorciada e com filho de outro homem.
O meu amante ficou triste em saber que nunca poderá assumir essa paternidade, perguntou se eu queria que ele participasse dos ultra-sons e eu disse que não. Ele prometeu nunca falar a ninguém para o bem da criança, pois ninguém sabe, só nós dois. combinámos que quando nascer eu deixarei ele ver. mas seguirei com a minha vida….
hoje estou com 4 meses, depois disso eu procurei ele para conversarmos, transámos duas vezes na casa dele, eu gosto dele mas sei que tenho que continuar a minha vida. com o meu marido e meu filho..

46 COMENTÁRIOS

  1. nossa que barra… Olha se fosse comigo, sinceramente eu contava ao meu marido a verdade falando assim mesmo como vc falou que ele viaja muito e vc se sente sozinha.. Contaria a verdade porque já pensou em ter que esconder isso para o resto da vida? E se mais para frente ele vier a desconfiar? Vai ser pior ne.. Eh difícil, mas acho que será a melhor decisão

  2. Bem, você já combinou com o pai da criança a conduta a seguir. Muito embora a sua decepção, percebeu logo que esse homem não se adiantou a assumi-la e à criança caso decidisse terminar com o seu casamento. E agora o que mais pode fazer? Deixar seu esposo e seguir sozinha com tudo, exigindo legalmente a paternidade do varão, ou conviver com o fato do acordo feito com ele.
    Querida perdoe, mas o homem é um canalha perfeito. Pois você solicitou a ajuda dele oportunamente, quando pediu a pílula, e ele a deixou falando sozinha. Assim como logo mais e agora.

  3. Com todo respeito, mas quanta falta de juízo e ingenuidade da sua parte. Casada, iniciou um relacionamento com um homem casado. Descuidou-se e acabou grávida. Desconfiada disso, procurou o amante e ele sequer deu ouvidos a você. Logo adiante, ele ‘solidariamente’ se oferece para ir ao médico com você para o ultra-som, e você parece ter sentido nisso muita hombridade da parte dele; quando ele devia era estar desejando apenas permanecer por perto para o caso de você ‘surtar’ com a notícia e colocar a boca no trombone!
    Por ultimo ele, uma vítima, pobrezinho, se conforma com a sua gravidez, emocionam-se ambos, etc., mas, coitadinho, é casado e não pode fazer nada…
    E então eis aí a grande farsa. Seu esposo é o bobo-alegre do seu amante com a sua ajuda, e o seu futuro filho não saberá o nome do verdadeiro pai, dele não herdará e será também uma pessoa a mais vitimada pela sua irresponsabilidade e pela canalhice e covardia do seu amante. Que aliás, palavras suas, ‘é um excelente pai’!
    Minha amiga, se você tiver estrutura para tanto, separe-se do seu esposo caso ele não aceite a verdade, e exija do pai do bebê o que a Lei determina. Mas saiba, terá de ter coluna vertebral! Pois não vai ser nada fácil ver-se sozinha com duas crianças pequenas sob a sua responsabilidade. Tampouco será fácil para você daqui em diante caso seu esposo aceite o que aconteceu. Tampouco será fácil caso opte por permanecer sem falar a verdade.
    E quanto ao seu amante, bem, estará bastante a salvo (e muito cauteloso bancando o ‘excelente’ pai) para que tudo fique ‘em paz’. Ele conhece a ‘fórmula’, já passou por isso e sabe bem como proceder.
    “Descuida-se a mulher, cuida-se o homem.”

    Somente você mesma pode decidir o que fazer a respeito. Não creio que alguém aqui venha a opiniar sobre qual direção deva tomar. Isso envolve a sua vida, a vida do seu esposo, a do seu amante, a vida do seu filho e a do bebê que está gerando. É uma daquelas condições que somente quem enfrenta deve decidir.

  4. Antes de mais ninguem deve atirar pedras aos outros pois todos temos telhados de vidro. A situação é grave mas nao é o fim do mundo. O meu caso foi totalmente diferente. Tenho 47 anos e também passei pelo mesmo, à excepção que o meu falecido marido já se encontrava em estado terminal ( cancro ). Tenho 3 filhas do meu marido e nunca tomei precauções desde que o havia conhecido. Começamos a namorar aos 17 anos e nos 3 seguintes anos deia a luz as minhas princesas ( hoje já sao umas rainhas. O meu marido era diabetico e a medida que a idade foi subindo a potencia foi descendo mas lá conseguia, até perder a vontade e a força. Desde então nunca mais tinha engravidado e como tal não acontecia tomar pilula para quê? Para engordar? não já sou o suficiente. Conheci um senhor cuja filha é amiga da minha mais nova. Ele tem 36 anos e é pai de duas meninas. Andava em tratamentos na mesma clinica que o meu marido mas por razoes diferentes. E começamos a falar. Começamos a sentir como se fosse da familia, mas eu sentia mais do que isso. Sentia muita atracção e quando estava com ele nao queria esconder, queria que ele sentisse que o queria. Até que um dia e deus me perdoe, o meu marido ficou na clinica por vigilancia pois a quimio tinha corrido mal. Ele acompanhou-me a casa e pedi-lhe descaradamente para ficar comigo para almoçar. Fiz o almoço sempre pensando como é que reagiria à minha vontade de ter sexo. Andava deseperada e notava-se a olhos vivos. Acabamos de almoçar e ele perguntou-me se estava bem pois eu nao lhe tirava os olhos de cima, levantou-se da mesa e veio até mim e afagou-me o cabelo, levantei-me e o resto imaginem… depois disso retomei a minha vida normalmente. mas todos os dias sentia aquele arrepio na barriga. Continuamos a fazer na minha casa, quando era possivel e as vezes a arriscar muito. Entretanto apos a morte do meu marido, nao dei conta de que a mestruação nao havia meio de descer e pensei que fosse natural pois com tanta emoção podia haver algum dPresentemente estou gravida de 14 semanas e contei para as minhas filhas que de antemão souberam que nao era do pai delas. disse com quem tinha concebido e estamos pensando em viver todos juntos. É de facto uma vergonha. Mas se a familia estiver unida, é um escudo forte contra más aspirações e especulações. conta aos teus amiga quem quizer quer, quem nao quizer vá de roda.

  5. Egoísmo seu!
    Deve contar para seu marido essas coisas não tem como esconder pois seria canalhice de sua parte.
    Engraçado como mulheres conseguem encontrar motivos justos para traição. E quando o homem trai ele é o ordinário, vagabundo, tec…

  6. Minha amiga, analise a sua responsabilidade ante o momento que vivencia e seja sensata para com todos os que nacessariamente arcarão pelo resto da vida com parte das suas inconsequências. E que o seu relato possa abrir os olhos a muitas mais mulheres, para que não caiam na lábia dos muitos canalhas de plantão à espreita por aí apenas esperando um pequeno deslize da parte delas.

  7. eu estou vivendo uma historia assim não sei que fz sofro dia e noite com essa mentira estou gravida de 4 mes meu ex amante sabe e quer muita essa criança mais eu não tenho coragem de largar meu marido ele me ama de mais e nen desconfia que essa criança não eh dele não sei que fz quando penso que estou gravida de outro homem me sinto suja as vezes penso que não serei capaz de amar essa criança.. me ajuda presciso de conselho não sei que fz..alicelimah.12@hotmail me adc

  8. Mulheres, aprendam… O ‘comedor’ cumpre o seu papel, qual seja, o de comer… Quem acolhe é o esposo, quem dá teto é o esposo, quem optou por casar-se em detrimento de tudo o mais e das outras disponíveis, foi o esposo, quem assumiu de fato um relacionamento às claras, foi o esposo!… Pois esse homem é o que devia ser respeitado e ter algum reconhecimento.
    Para quem pensa que casamento é um ‘mar-de-rosas’, e que tudo é perfeito, amadureça. E mais, amante algum dá jeito no que deve e pode talvez ser reajeitado num casamento. É no máximo uma válvula de escape, mas completamente inútil e muito perigosa. Pois ele ‘bate o pó’ das calças e some-se na hora do ‘aperto’, e a mulher é quem fica com as consequencias sempre.
    E por ultimo, ou talvez a primeira coisa: preservativos sermpre! E se o homem não gosta de usar, levem vocês (mais de um!) na sua bolsa os já existentes no mercado preservativos femininos.

  9. Uma coisa que a experiência nos ensina é que é SEMPRE melhor contar a verdade. Ela tem um gosto amargo agora, mas no futuro garantir-lhe-á paz de espírito. Paz esta que você precisará para a segunda parte da lição, que a vida nos ensina: tudo o que fazemos produz consequências. E ninguém pode escapar vivo das consequências.O que fazemos corre atrás de nós até nossos túmulos, e amiúde nos alcança antes disso. Mais cedo ou mais tarde você terá de enfrentar a decepção de todo mundo que te conhece e depositou confiança na sua honestidade e fidelidade, a rejeição de seu marido e familiares, o trabalho redobrado de ter de criar um filho sozinha junto com as aflições emocionais de quem erra tão desgraçadamente em nome da satisfação dum desejo que poderia muito bem ser reprimido para o bem de todos. Agora, entretanto, é tarde para evitar tais consequências, o que está feito está feito. O que você pode fazer é contar a verdade e dar às pessoas que te sustentam e te apóiam o mínimo de dignidade que elas mereceriam. Que Deus te ajude, pois você precisará de tal ajuda tão extraordinária.

    • É muito fácil continuar enganando uma pessoa, sem que o enganado não seja você. Na hora que estão no bem bom ninguém lembra do(a) marido/esposa né?! Agora fica querendo que as pessoas fique com pena. Teve coragem o suficiente para fazer, agora tenha coragem para assumir e arcar com as consequências. ” mentira tem perna curta” e uma hora ou outra o(a) traído(a) vai descobrir.

  10. Alice,
    Não se sinta ‘suja’ pela gravidez. Do ponto de vista da criança, ela apenas deseja nascer e não se sente suja… Para ela não há erros, convenções sociais, parentes, padres, casamentos, nada. Para o bebê está tudo certo e ele lá está, inocentemente apenas cuidando de formar-se e de nascer em paz.
    O seu amante tem o dever de outorgar o nome ao bebê. O bebê tem direito a receber esse nome e de saber a verdadeira paternidade, tanto em termos morais quanto legais, que implicam inclusive, além da pensão, em direitos de herança. E se o seu amante ‘caiu fora’ assim que a situação não era mais somente sexo grátis e variado, o Juiz e o exame de DNA o põe na linha rapidamente.
    Quanto ao seu esposo, naturalmente que, se o caso, ao receber a notícia, haveria de não gostar nem um pouco. E, após, conforme a sua decisão, se ele decidir romper o casamento, o que você faria? Ora, talvez aproveitaria o mesmo advogado para garantir os seus direitos e o direito dos filhos com ele.
    Será preciso coragem daqui para a frente. Muita. Qualquer decisão que venha a tomar, modificará a sua vida de algum modo e talvez não de modo tão suave.
    Reflita com serenidade, fale com o seu médico, ouça a opinião dele. Pode também ouvir um advogado a respeito de tudo.

  11. A melhor coisa que voce pode fazer nesse momento é:procure uma igreja evangélica séria de verdade peça ajuda ao pastor que tenho certeza de que te dará uma orientação espiritual, que é o importa realmente, muitas vezes só pensamos em nós mesmos e esquecemos de quem nos deu a vida.Faça isso não pense somente em mais uma criança para cuidar e se voce terá dinheiro para isso se por um acaso seu marido não quiser mais ficar com voce, vá para seu quarto ore, peça a Deus direção para fazer o que é certo e não o que te convém.

  12. meu marido me traiu e a amante engravidou,moro em minas ,ela no rio de janeiro,a mentira vem sempre a tona,ela me ligou e contou tudo ,tudo o que e oculto vem a ser revelado,ele nao a assumiu e nem me largou, sofri muito,mais o traidor sofre mais,nao gosto mais dele como antes, e ele se humilha para ficar comigo, a traiçao e uma coisa hedionda,e le vai prestar contas um dia com deus,hoje em dia nao devemos acreditar na propria pessoa com quem dormimos e bebemos no mesmo copo.A BIBLIA JÁ DIZ MALDITO O HOMEM QUE CONFIA NO HOMEM.se arrependa diante de deus, só elepode lhe ajudar neste momento,e mesmo deus lhe ajudando colherá tudo o que plantou.

    • Foi casando sem conhecer a pessoa, deu nisso…não digo que não podemos confiar em ninguém…confie desconfiando, entende? Procure conhecer muito bem o parceiro.Para isso que há etapas de namoro, noivado e casamento, não podemos pular etapas ou então apenas 1 mês e cada etapa…procure conhecer seu parceiro antes de unir.

  13. meu estou na mesma situaçao e naõ sei oque fazer. so que na minha situaçao meu amrido me tria e eu dizia q um dia taria o troco e foi oq eu fiz. so que ele me coloco pra fora de casa e eu voltei agr ele esta tentando com outra pessoa e eu continua a ver o pai da criança de espero mas sem sexo. e com o meu marido estamos tento recaidas direto e dpois ele se arrenpede por causa dessa pessoa com qm ele esta.mas sei que ele me ama mesmo dizendo que nao q so ta me usando. e que se eu nao sai de casa por bem eu vou sair por mal.so que as vezes ele diz q vai embora com a pessoa q ele ta agr. o problema q ele e muito infurenciado pela irma pois nunca gosto de mim. so que eu queria muito ele de volta queria muito q ele me perdoase como eu o perdoei e aceitasse essa criança. alguem me ta uma luz no fim do meu tunel.

  14. Iene,
    Esqueça. O seu casamento jamais será o mesmo, mesmo que seja reatado. O seu esposo jamais será o mesmo homem para você, mesmo que voltem um para o outro.
    Nada, aliás, pode ser a mesma coisa. Esqueceu que você está grávida de uma terceira pessoa? E que o bebê será a quarta pessoa nisso tudo? Como acha possível ter esperanças numa ‘família’ assim??
    Trate de ir ajeitando a sua vida. Tem aí uma criança que precisa ter o sobrenome e você vai precisar se virar com isso. Portanto reserve as suas energias para isso ao invés de desperdiçá-la em sexo com quem você provavelmente não vai mais ter futuro.
    Você disse que ia dar o troco? Belo troco. O tiro saiu pela culatra. Pois agora arque com isso, amiga, se orgulhe aí da sua pretendida vingancinha.

  15. querida o jeito a agora e vc continuar com seu marido e com seu amante também , acho que vc deve pedir seu amante que façã um deposito para vc todo mes ai vc tem pelo menos um dinheiro para quando aparecer a verdade ai vc vai ficar sem seu namorado e sem seu amante , aproveita o momento e goze muito.

  16. Marido trabalha viajando muito pode até provocar um pouco de solidão, mas não é motivo para traição. Onde você deixou seu filho de 2 anos quando foi viver essa aventura?? Porque vc mesmo não comprou a pílula já que como vc mesmo disse vacilou na sua puladinha de cerca?? E depois ainda pensa em abortar?? A verdade em primeiro lugar, vc tem que sofrer as consequências do seu ato. Pensasse primeiro no seu casamento antes de se aventurar com esse cara, sinceramente não consigo sentir pena de vc, apenas de seu marido e dessa criança .

  17. Mulheres, nao sonhem que vosso marido ou vosso namorado fica batendo punheta olhando para vossa foto quando ele esta’ longe por dias ou semanas… é claro que ele como homem vai sempre arranjar uma comida gostosa para comer longe de casa.. enquanto você fica assistindo novela e olhando para a foto do lindo sobre o televisor hahaha

    Se vocês querem fazer uma escapadinha, é natural, a mulher segundo a lei é igual ao homem mesmo se a natureza prova o contrario… entao, aproveitem essa igualdade protegida por lei e saiam com outros homens, de prefência um gato jovem, sarado, potente e sem compromisso.

    Nao querem utilisar o preservativo? Também é humano, ninguém é obrigado a transar com preservativos a vida inteira, faça-o… mas faça-o pelo sexo anal… é tao gostoso o sexo anal, é so perguntar a um amigo homo ou bisex como se deve fazer, como fazer a chuca, que creme ou gel colocar dentro do buraquinho.

    Vocês complicam tanto uma coisa tao simples e ai esta’ o resultado…

    Pratiquem o sexo anal, os homens adoram isso… e vocês nao correm nenhum risco de criar um bebê dentro do ânus hahahahaha

  18. sabe a vida e feita de qualidades e defeito .no qual rodeiam nos mas sempre que fisermos qualquer coisa que seja temos de ter uma reflexao profunda de modo que nao possamos ofender o proximo.agir com sabedoria e aceitar a tua tua verdade e identificar o problema.estas perante duas situacoes: A tricao e a gravidez . pensando comigo;Se o teu marido nao aceitar esta realidade,qual e o passo asseguir; e se o seu amante k contribuiu para descarga do seu casamento nao quer assumir o que sera de ti… a resposta esta na sua meditacao. posicione se.

  19. Rapaz do jeito que esta as coisas e dificil alguem acreditar em alguem assim como foi uma gravidez poderia ter sido uma doenca como hiv e outras .se a mulher senti se sozinha compre um consolo .e o homem nao traia sua mulher bata uma e evite muitas coisas ruins

  20. eu adoro essas coisas da mulher casada engravidar de outro homem e dizer que esta preculpada isso ai nao da nada nao e so dizer pro chifrudo que e dele e ele açeita agora muito cuidado com a justiça divina ela tarda mais nao falha

  21. é difícil mesmo, mas o certo é o certo! entao se nao quer contar se separe, mas imagina esse traido saber daaqui a 20 ou 10 anos. saber que deixou suas coisas de lado pra cuidar de um casamento de mentira. Entao se nao quer contar nao conte mas se separe! pelo menos assim nao ficara eternamente com essa culpa! Só acho.

  22. Querida, eu tbm vivi uma historia bem parecida. Eu casada engravidei de outro ,mas no meu caso foi do meu ex marido, os dois acompanharam minha gravidez, mas quando minha filha nasceu não pude mas levar essa situacao em diante e falei a verdade para o meu marido, eu mesma preferi me separar e o meu ex (pai de sangue) assumiu a paternidade. Assim eu pude colocar minha cabeça no travesseiro tranquila de que fiz o certo. Hoje em dia somos amigos. E no seu caso (que é diferente) eu te aconselho seguir a sua vida com seu marido e esqueçer esse homem,o erro foi cometido e a vida que segue.Tem males que vem pra bem, e nada acontece por acaso. Boa sorte.

      • Não basta terminar o casamento, concorda, Mari?; Terminar o casamento é fácil, daí sobra para o corno sustentar o filho dos outros com pensão e tudo mais, o sujeito vai ter que tirar da boca dos filhos legítimos para repartir com o bastardo enquanto isso o comedor fica de boa, não existe nada mais nojento e pior que a traição de uma vagaba destas, destruiu e desmontou duas famílias, a do corno e a do comedor sem vergonha.

  23. Passei pelo mesmo. Casei, tive meu primogênito e meu relacionamento ficou ruim. Trabalhava em turnos, ele no horário certinho, nunca nos encontrávamos e a situação econômica era difícil, o sexo pouco e sem graça, mas eu ainda era nova e cheia de desejos. Tive um caso que Não deu certo, me arrependi da traição mas depois disso encontrei um dos homens mais charmosos que já tinha visto, alto, forte, voz rouca e sexy, enfim, tudo o que a gente deseja. Resultado: traí de novo meu marido, dessa vez com uma pessoa que eu pouco conhecia, foi sexo por sexo. Engravidei do meu amante e pensei seriamente em abandonar meu marido, desabafei com uma grande amiga e ela me fez mudar de ideia. Me contou um caso, de uma pessoa que eu conhecia, que estava em situação semelhante e quando contou a verdade perdeu tudo, o amante não ajudou e o marido tomou desprezo até pelos filhos que eles já tinham juntos. O Mundo é machista e uma mulher que traí (e engravida) não é perdoada.
    Então, por conveniência não contei. Anos depois meu casamento acabou – ele me traiu e agora vive com outra pessoa- casei de novo e tive uma filha, enquanto o pai real da minha 2 sumiu. Me arrependo mas faria de novo, sei que o meu ex é um bom pai e nunca teria me casado de novo tão bem se meu marido soubesse a verdade. Só tenho medo às vezes porque minha 2 filha com certeza vai ficar mais alta que o irmão, mas como tenho boa fama e inclusive a família do ex me adora, vou dar um jeito.

  24. A julgar pelos comentários, eu acho incrível e repugnante como existem mulheres egoístas e que ainda se fazem de vítima..impressionante… e pelo relato houve possibilidade de usar pilula sim, eles é que não quiseram usar e seguir adiante com a gravidez. E o melhor que você tem a fazer é acabar com essa farsa desde já: conte a verdade, e se tiver acabar VAI acabar e você terá que arcar com o que fez. Não existe esse papo furado de “machismo” como alguém aqui comentou: se fosse o contrário…de você ter uma esposa e arrumar filho com outra, não tenha dúvida: sua esposa te largaria do mesmo jeito ! E deixar viver na ilusão é em vão, porque no mundo conectado e online que vivemos, cedo ou tarde seu filho (a) vai descobrir a verdade e daí vai ser bem pior…além de deixa-lo numa crise existencial fortíssima. O melhor que você tem a fazer é assumir o peso e eventualmente ter que viver sozinha com seus filhos (ou não), para depois buscar um novo parceiro que aceite esse passado para você reconstruir sua vida com ele…já que o “pegador” pai real do filho provavelmente não vai assumir nada.

  25. Eu também estou grávida mais no meu caso o meu casamento ta destruído então eu considerava sempre descobrir varias traições quando descobrir q em uma delas era com uma vizinha eu não tive nem reação de nada resolvi viajar e nessa viagem sai com o homem de alta sosiedade e comesamos a ter um caso depois de alguns mês eu mim separei e voutei pro meu marido já estar com dois anos q voutamos e a não fiquei mais com o cara o amante quando eu viajei em fevereiro eu o encontrei ele de novo e ficámos mais depois descobri q estou grávida e meu marido esta muito feliz e mudado em alguns pontos pois mal nós bejamos e tem temos sexo mais a dúvidas pq não sei quem é o pai se é o meu marido ou o meu ex amante mais se for o meu marido eu aprendi q não vou mais o traí e se for do amante estou decidida a contar a verdade pois não acho certo q ele grie um filho q não é dele mais estou rezando q seja do meu marido

  26. Cornear o marido é bem excitante tem marido que merece msm porque não dá atenção para a mulher, fazer amor corneando marido é super excitante; já fiquei com várias amigas casadas que o marido corno não sabia dar o devido valor. Mulher merece carinho, atenção, aconchego, companheirismo, afeto.

  27. Poxa, moça, se todas as vezes que um relacionamento conjugal estiver passando por um “vale” os parceiros forem remediar-se nos braços de outros pessoas, o mundo estaria completamente perdido e não teria graça alguma entrar numa relação amorosa.

    Eu sou casada há quase 12 anos, e o meu casamento já enfrentou diversos problemas. Já passei por coisas terríveis, mas graças à Deus, eu tive pessoas especiais e com experiência de vida que me estruíram a cerca do que fazer e hoje o meu relacionamento está sarado.

    Acredito que o que tem faltado às mulheres atuais é um pouco mais de boa vontade, ou seja, falta querer aquele casamento, aquela família, sim porque quem deseja mais que tudo a família que construiu briga até o fim por ela e faz de tudo para vento forte nenhum desmoroná-la.

    Eu estou bestificada com tantos comentários que dizem “passei por algo semelhante…”, “também estou grávida de outro cara”, gente o que é isso, que brincadeira sem graça é essa? O que vocês pensam que estão fazendo? Que aspecto de família é esse que vocês têm? Por acaso pensam que estão vivendo num mundo onde as coisas são meramente superficiais?

    Ah, faz-me um favor, resgatem o caráter que se perdeu em meio a sem-vergonhice de vocês, se é que algum dia tiveram. Valorizar as suas famílias. Pensem inclusive, nos filhos de vocês, tanto nos do “casal” quanto nessas que estão para nascer. Busquem ser pessoas melhores a partir desses erros que é possível!

  28. aconteceu o mesmo comigo sou casada já tenho uma filha desse casamento e tenho um filho com meu amante,mas meu marido nao sabe convivo com essa mentira a 1 ano já,é horrivél,meu amante quiz que eu abortasse me recusei,hj ele quer assumir o bebe eu nao que ,como vou contar pro meu marido que o filho nao é dele.meu deus me ajudem

  29. Minha situação é complicada. Tenho 51, namorava há 10 anos com uma mulher legal (42 anos). Era viúva, 2 filhos. Ajudei a criar os filhos dela, hoje estão encaminhados. Paralelamente eu mantinha um relacionamento com uma garota linda, 18 anos mais jovem, e agora surgiu a gravidez. Estou perplexo pois tenho carinho pela “mamãe”, mas amo minha namorada (agora ex). A “OM” que já tem 1 filha quer casar em função da gravidez, eu não quero. Vou ajudá-la, arcarei com as responsabilidades, mas casar não. Quero reconquistar minha ex, mas sei que seria uma relação conflitante. Que situação!

DEIXE UMA RESPOSTA