Tenho um marido alcoólatra

desabafos de problemas no casamento

Olá, tenho 43 anos, sou casada há 24 anos, tenho um marido alcoólatra, ele trabalha, mas dorme bêbado todas as noites, nos finais de semana quando está de folga sempre está bebendo e me deixa muito sozinha. Tenho 2 filhos com ele, um de 23 e o outro de 21 anos. Não gosto mais dele, meu sonho é me separar e viver a minha vida, só que ele não aceita a separação. Além do mais ele não tem para onde ir, fico com pena e não tenho coragem de mandar ele ir embora. Sou uma mulher muito carente, preciso de atenção, carinho e ser amada.

5 COMENTÁRIOS

  1. Ele sempre te largou em casa pra ir pro bar, não te dá amor, não te respeita… Acha que ele merece sua pena?
    Você disse que aguenta ele a 24 anos… você perdeu uma vida inteira… nesse tempo você podia ter casado com outro , mas não ficou amarrada nesse traste.
    Alcoolatra morre desse jeito e leva pro buraco quem tiver por perto.
    Se você quer separar então tenha uma atitude! Você não precisa da permissão dele pra se separar, faça as malas dele e mande ele embora e depois procure um juiz para fazerem a divisão da casa.
    Ele não está com você por amor mas sim porque tem em casa uma empregada que limpa, cozinha, lava e passa… enquanto ele vive na boa você joga sua vida fora, e você faz isso por medo de ficar sozinha… mas você já está sozinha. Ele é alcoolatra e não vai mudar nunca!! Você sabe o inferno que é viver com um alcoolatra… você quer passar o resto da sua vida vivendo desse jeito? Vai viver como mãe do seu marido?
    Pelo menos uma vez na vida pense em você! Você não precisa viver isso pro resto da vida.
    Você vai precisar de coragem pra mudar de vida e expulsar ele de casa.
    Coragem mulher!!

  2. Não tem essa de ele não aceitar as suas condições, pois chegará o momento que vc irá virar literalmente a enfermeira dele, pois as fases de evolução do alcoolismo são tenebrosas. Ele passará a urinar na cama, terá problemas gravíssimos de desequilíbrio emocional em que vc sempre será um alvo fácil. Se a propriedade é do casal, venda o imóvel, pois mesmo que vc viva em um quarto e sala é infinitamente melhor do que vem pela frente. Vc se tornou o suporte dele e não terá como mudar essa realidade se não resolver se tratar. Eu no seu lugar correria atrás de um emprego, caso vc ainda não trabalhe externo para ter uma autonomia financeira e poder se sentir mais forte pela sua autonomia, a dar os próximos passos que é a separação. Caso vc more de aluguel, hj existem imóveis que não são em comunidades, alguns em bairros excelentes que vc consegue pagar por um apto pequeno uns 400 reais de aluguel. Se vc reclama de carência, vai piorar se continuar com ele, pois conforme já dito o quadro dele só vai piorar e vc não terá mais uma vida, além de ficar correndo atrás dos problemas dele. Se o mesmo quer morrer na sarjeta, essa é a escolha que ele fez, pois existem tratamentos gratuitos. A propósito JAMAIS se sinta culpada das suas decisões, pois ninguém é obrigado a suportar viver nesse inferno.

  3. Peraí, a casa é só sua para você “mandar ele embora” ? Lembre-se, seus filhos já são adultos e você não vai ter nenhuma vantagem na separação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here