Sou amante do meu primo

Eu tenho 40 anos sou casada há 23 anos, e faz 3 anos que estou tendo um romance com um primo de segundo grau de 53 anos e casado há mais de 30 anos.
Estou completamente envolvida e apaixonada, eu o amo como nunca amei ninguém na minha vida e sinto que ele também me ama, o problema é que ele é muito inseguro, esta sempre duvidando do meu amor, eu mudei toda a minha vida para estar do lado dele, mudei de pais com a família toda, larguei tudo no Brasil para estar junto dele, e as vezes acho que ele não acredita que o meu amor seja sincero e verdadeiro.
O que eu posso fazer para o meu primo acreditar de uma vez por todas que eu sou verdadeiramente maluca por ele?

0 0 votos
Avaliar Desabafo
3 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
s
8 years ago

Não pode e talvez sequer deva fazer algo para que ele ‘acredite’ no seu afeto. Ele a pegou nessa armadilha, querida. Ele se faz de muito frágil e inseguro, e enquanto isso não se move para lado nenhum, obtendo então apenas as vantagens de manter esse caso com você.
Faça outra coisa, aliás. Dê-lhe um belo pé nos traseiros, a modo de ele compreender que se portasse com dignidade de homem feito que honra as calças e que, bem ao contrário, não se fizesse de dissimulado, fingindo ser inseguro como um garotinho.

aff...
8 years ago

Poupe-me, madame. Você quer que o seu belantonio-primão acredite no seu amouur, é?
E para quê, afinal?.
Ah, já sei. Ele é muito inseguro, o pobrezito, e precisa ter cer-te-zaá que você o ama de verdade ou então ele não faria mais sexo com você.
Oh, oh e oh.
Que coisa mais linda, o rapá só faz sexo com amor. Que lindinho, ele. Que meiguinho.
Mulher, caia na real. Vocês são crianças ou o quê?
Manter um caso é uma coisa, e é preciso estrutura para isso. Já ficar de romeuzinho e julietinha na idade de vocês, ah pelamor, né.
Larga de ser inocente e de acreditar nessa lenga-lenga dele, minha cara. Diz a ele: ou c*ga ou desocupa a moita, meu filho.

mayra
8 years ago

Sei não. acho que esse seu amante está querendo é dar o fora desse “romance”.
Homem, minha linda, quando começa a dar uma de inseguro-bipolar, está é querendo arrumar “encrenca”.
Dá um “gelo” nele. Se ele não a procurar num prazo razoável, já sabe. É fim de caso.