Sair sozinho, errado ou não ?

Desde que a minha bebê nasceu (ha uns 4 meses) comecei a me sentir só. No começo comecei a achar que era por causa do puerpério, mas na verdade só piorou. Sou casada, o meu marido trabalha e estudo e eu não ando saindo nem vendo outras pessoas desde que a minha princesa nasceu e por isso acabei exigindo mais atenção dele, só que ele nem sempre é recíproco. Atualmente, acabou o semestre e foi comemorar com os amigos, só que chegou em casa quase meia noite, eu achei o fim da picada, temos uma filha pequena e não acho certo isso, mas ele acha! Estou tão errada assim? As vezes eu acho que quando voltar a trabalhar tudo vai voltar ao normal, mas atualmente não tenho mais certeza.

Ler
Marido que não deixa a mulher participar dos negócios

4 Comentários

  1. Já que ele está de férias, pede à ele para cuidar da bb, para você ter um tempo, para relaxar, descontrair e ver suas amigas
    Pq você não fez à filha sozinha! 50/50!
    Sim seu marido estava ocupado, mas eu acho que agora ele tem um bom tempo ein kk

  2. Sou das antigas. Não acho que marido casado e com filho deve chegar meia noite após farra com amigos. Isso é um limite para minha pessoa. Se for para você tb, deveria e por isso a ele. Se te incomoda e você não resolve, desgasta. E como desgasta.

  3. Meu bem! Nossa sociedade é machista! Infelizmente depois que a mulher tem filhos ela vira mãe e o marido obviamente não vai deixar de sair com os amigos dele porque tem ficar olhando criança com você! Sei que é filha dele, porém a masculinidade dele é bem mais importante! É muito difícil encontrar um homem que entenda que a jovem mãe precisa se sentir amada e acolhida com seu filho! Meu conselho é: não ligue para ele! Viva sua vida! Seja feliz com essa nova fase do seu neném! Porque já já seu neném cresce e você vai ficar arrependida de ter ficado desse jeito! Se seu esposo aprontar na rua é porque ele é um safado. Quanto antes descobrir melhor! Então deixe ele para lá!

  4. Não acho errado ele querer encontrar os amigos, pois essa foi uma situação pontual e justificável. Ele é um homem que trabalha e estuda e não está deixando de cumprir as suas responsabilidades. Casamento não é prisão, definindo toque de recolher, tem que haver alguns espaços na relação, mudar um pouco os ares, para que a vida não se encerre em obrigações e rotinas, mas entendo que pelo fato de você ter um bebê de apenas 4 meses. para você fica mais complicado poder exercer a sua sociabilidade, ter um tempo para vc, pois a criança é amamentada e os principais cuidados básicos, depende mais da mãe do que do pai. Essa fase da vida, é mesmo pesada para a mulher, nesse sentido, pois entendo que você tem também as suas necessidades e se sente no direito, de ter mais a presença do pai ao seu lado, mesmo que sendo para te dar um apoio. Se ele está saindo com frequência, nesse caso, você tem as suas razões para chamá-lo para suas responsabilidades como pai e marido, mas como essa saída dele, foi algo que ocorreu de forma justificável, não tem porque discutir com ele. Quando a criança for maior, você terá o mesmo direito de sair e encontrar suas amigas, enquanto ele fica com o filho. pois afinal os direitos são iguais e até mesmo agora, se tiver como colocar o leite materno em uma mamadeira, poderá deixar o bebê com um familiar ou babá, para vocês saírem juntos. como um casal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar