Não tenho amigos. Nem com quem conversar.

Tenho 24 anos, sou casada e tenho um filhinho.
Não tenho amigos, com quem sair, nem com quem conversar.
Tenho uma família equilibrada, um bom marido, mas sabe aquela pessoa com quem você pode contar besteiras, tirar umas dúvidas impertinentes, conversar e contar para tudo?! Eu não tenho.
Tive, há um tempo atrás uma melhor amiga, que parou de falar comigo e depois disso não retomamos a amizade.
Sinto muito por isso, ainda hoje. E acredito ter sido esse episódio que colaborou para eu ter me fechado tanto.
Não sou chata, nem nada.
As pessoas me consideram até que engraçada, gente boa, porém sinto muita dificuldade em confiar nas pessoas.
Preciso de ajuda, preciso de alguém.

8 Comentários

  • ana julia 9 de setembro de 2019

    Em primeiro lugar para fazer novas amizades, vc precisa ter algum tipo de atividade extra lar. Fazer uma academia, praticar algum esporte coletivo, cursos, participar de eventos ou até uma religião. A minha prima, fez novos amigos frequentando até um centro espírita Kardecista, como ela se envolveu também com alguns atos benevolentes de ajuda ao próximo, a menos uma vez por mês vai a asilos, para oferecer ajuda. Eles se reúnem e arrumam os idosos, pintam seus cabelos, fazem uma festinha para dançar e essas pessoas do grupo, acabaram também se identificando em outros aspectos sociais. Essas novas amizades que ela formou, são de pessoas com excelente formação de caráter, por serem altruístas e caridosas, portanto, envolver-se com ajuda social, irá encontrar pessoas de bom coração e receptivas a um relacionamento social. Quem pratica o bem, recebe de uma forma diferente a recompensa dos seus atos. Ela perdeu a mãe há poucos meses, mas ganhou vários novos amigos. Ninguém irá bater na porta da sua casa, para te perguntar se quer ser a sua amiga, portanto, tem que sair um pouco do casulo para interagir com as pessoas.

    Resposta
    • Mia Khalifa 10 de setembro de 2019

      Pra ter amigos bons olha vai num puteiro aí vc tem amigos pega na rola dele devagarinho e mete bala

  • Ogaiht 9 de setembro de 2019

    Isso não muda da noite Para o dia. Se vc tem essa necessidade, mude e se abra mais. Participe de grupos na igreja. Se matricule em cursos, etc etc… Abra o leque para experiências extras virem à sua vida.

    Resposta
    • Nana 12 de setembro de 2019

      Se você não trabalha, estuda ou faz outras atividades em grupo, fica meio que difícil arrumar alguém, o primeiro passo é justamente esse, procurar algo pra fazer, sei lá, artesanato por exemplo, você ocupada a mente e faz amizades.
      Eu já estive na sua situação, sei bem como é difícil não ter amigos, eu chorava e meu esposo não me entendia, afinal, eu tinha uma boa casa, um filho e ele, pra que as amigas? Sofri muito até voltar a estudar e passar em um concurso e mudar de cidade, outra vida! Não se anule por ninguém, é bom vc cuidar da família, mas cuide de você, e sem dúvida, ter amizades é saudável e fundamental.

  • Observador 10 de setembro de 2019

    O Voluntariado é uma saida. Dependendo da idade do seu filho, se estiveres amamentando, há bebês em UTI Neo Natal e demais recém nascidos em que mães não tem leite e poderias visitar um Banco de Leite. Tem Pastorais Católicas que fazem roupinhas de bebês para os filhos de mães carentes. Há no Google, vários grupos de pessoas voluntárias que poderias te inserir e te identificares a participar.

    Resposta
  • Triste 10 de setembro de 2019

    Te entendo bem. Também tenho uma filhinha de menos de um ano. O que SOMENTE MÃES com filho pequeno entendem é que não dá pra fazer nada do que escreveram acima… Curso? Academia? Voluntariado? Povo viaja… não faz idéia que filho requer sua atenção 24h por dia e que ninguém deixa de fazer as coisas porque quer, mas porque precisa abrir mão delas.

    Resposta
  • Aff 11 de setembro de 2019

    Ir em algum lugar? Só pra quem pode deixar a criança com a vó.
    Quem é sozinha no mundo sabe como é.
    Te digo, é melhor aceitar… e o quanto antes melhor.
    Babá tá custando caro demais pra tentar ir pra algum lugar e tentar ser amiga de alguém que na verdade nunca vai ser amiga, só uma colega.

    Resposta
  • Paulo Miranda 14 de setembro de 2019

    Vc tem uma família,se alegre e dê graças por ser uma família harmoniosa

    Amizada é falsidade e coisa passageira

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *