Não sou reconhecido pelo meu esforço

Estou há quase um ano e três meses no meio de produção de uma marca multinacional, sempre me esforcei para me sobressair dentre os outros, via que muitos recebiam aumento logo quando faziam um ano de firma, mas eu até agora nada, se não for pelo consentimento do chefe, só fazendo provas que cheguei a me inscrever uma única vez que tive a oportunidade, já que provas só depois de um ano, mas não me liberaram, pois era em horário de trabalho. As vezes acho que meu chefe só quer mais um que trabalhe bem em sua linha de produção, não oferecendo oportunidades de crescer, já que ele sabe que eu não quero a promoção por causa da miséria de aumento no salário que se dá e que a maioria simplesmente só tem esse objectivo na vida, ficando na produção durante décadas, mas sim crescer profissionalmente e, futuramente, se tornar um supervisor melhor que ele ou até mais, é isso que eu almejo e quanto mais cedo conseguir um aumento, mais cedo tenho a oportunidade de fazer uma prova que me leve a um cargo mais alto. Minha raiva aumenta ainda mais quando peço que me mande para o 1º turno e fala que é impossível, por causa disso tenho que me matar para conseguir dividir meu tempo entre o trabalho e a faculdade. Mas uma coisa que me deixa nervoso é saber que pessoas que trabalham menos que eu, vão receber aumento antes, simplesmente por trabalhar em um posto considerado “mais difícil que o meu”, sendo que qualquer lugar que sou colocado, sou elogiado pelos colegas, todos gostam de mim, até meu chefe, quero dizer, gosta do meu serviço e ele sabe que a primeira oportunidade eu saio da produção e deixo ele com um empregado ótimo a menos. Na véspera da prova, fiquei estudando até de madrugada, para chegar no outro dia e não me liberarem? Sendo que logo depois acharam um funcionário para ficar no meu lugar para eu poder fazer o exame obrigatório da firma porque senão no outro dia eu não poderia entrar e eles ficariam sem um funcionário. Ultimamente não consigo nem olhar para cara do meu chefe sem sentir raiva, perco horas de sono imaginando como seria pedir demissão, normalmente de uma forma grosseira, mas não consigo, talvez seja um defeito, pois tenho medo de me impor. Muitos vão pensar que eu estou me achando, pois eu me auto intitulo como um funcionário ótimo, mas sabe o que é estar em seu primeiro emprego com aquela duvida de saber se você é um bom funcionário diante dos outros e receber de seus colegas de serviço elogios de como você é um funcionário bom, trabalhador, estudioso, muita gente já passou por isso, ficando em duvida das próprias atitudes no trabalho, mas isso vem se desmoronando a cada dia com um chefe que não reconhece meu esforço e a cada dia fico mais descontente e me esforço menos. Minhas forças estão acabado!

8 Comentários

  1. O mundo é assim, cruel, injusto, cheio de gentinha chata, que gosta de humilhar os outros, pessoas más mesmo, pessoas incríveis quase não existem mais, essa é a realidade até mesmo dentro de nossas próprias famílias. Mas continue sendo um bom profissional, não fique pensando no que aconteceu, segue como se nada tivesse acontecido, não se importe com nada, acontece, você não é o único e nem será o último e tomara, tomara mesmo que Jesus volte em breve, o mais breve possível, porque lugar de gente fresca é no inferno! Desculpa o momento revolta porque realmente ando bem indignada com esse mundo do inimigo de Deus.

  2. Se o seu chefe percebe que você quer talvez fazer concorrência a ele, é claro que seria muito infantil da sua parte esperar que ele o ajudasse nisso, correto?
    “.futuramente (tornar-me) um supervisor melhor do que ele, etc.”
    Palavras vossas.
    Entenda, meu amigo. Bons funcionários, os mais exemplares, servem para de fato continuar a dar produção. Mas serão meio “mantidos no cabresto” para não ousar tomar o lugar da chefia.
    Se está seguro dos seus dotes profissionais, não os deixe à mostra tanto assim. Na hora certa e apenas na hora certa eles podem ser melhor demonstrados.

  3. Mundo lixo de gente lixo e ponto final, chefe medroso que só pensa em si mesmo, existe o trabalho em equipe, o verdadeiro chefe é aquele que lidera juntos há seus subordinados e não aquele chefe medroso que retém tudo para si por medo e também por se “achar menos competente que o outro, ah fala sério, na boa, não entendo essa dinâmica não.

  4. Pessoas de opiniões ridículas e sem inteligência, sem reflexão que vão onde a multidão vai.

  5. Cada um pensa como pode, isso é certo. Entretanto, eu mesma jamais vi ou tive noticia de algum superior hierárquico dando “a maior força” para um subordinado destacar-se a ponto de tornar-se “perigoso” para o cargo de chefia que ele mesmo ocupa.
    Lidar com a Realidade é saber situar-se para obter progresso, ao invés de cansaço e raiva. Elegância, senso de oportunidade adequada, noções de ética, profissionalismo, etc., não devem ser coisas aliás colocadas de lado jamais, e podem muito bem casar-se com progresso pessoal e profissional, servindo nisso inclusive de excelentes ferramentas.

  6. VC DEVE PENSAR COMO FOSSE CHEFE.AI ESTÁ A “CHAVE” DO SEU PROBLEMA.SE VC FOSSE CHEFE IRIA OBSERVAR QUE UMA PESSOA COMO VC NÃO PODE SER TIRADA DA PRODUÇÃO OU DO LUGAR QUE ESTÁ ..SENÃO O TRABALHO DESANDA.VC TEM QUE SE PREPARAR PARA ESCONDER SUAS QUALIDADES E TENTAR FAZER MAIS POLITICA.OS FUNCIONARIOS POLITICOS DENTRO DE UMA EMPRESA SE DÃO MELHOR.MAS COMO ISTO É DIFICIL SUGIRO PROCURAR OUTRA EMPRESA QUE NÃO SEJA GRANDE.PORQUE EM MULTINACIONAL NADA ADIANTA.FALO POR EXPERIENCIA PROPRIA.DEPOIS DE 10 LONGOS ANOS.ME CHEMARAM NA SAL E O CHEFE FRACO E POLITICO FALOU QUE INFELIZMENTE.RESUMINDO SÓ CONSEGUI GANHAR DINHEIRO DEPOIS QUE FIQUEI SOZINHO COM “DEUS”.VC TEM QUALIDADES QUE DEVERIA USAR PARA UMA PROFISÃO DE EMPREENDEDOR INDIVIDUAL.JÁ QUE ESFORÇA SÓ PARA VC.ENTÃO OS RESULTADOS IRÃO APARECER.UM ABRAÇO – MARCO.

  7. Eu literalmente também não sei o que fazer, estou trabalhando na prefeitura há quase um ano. sinto que mereço algo mais pelo tanto que me esforço. substituo as férias da secretária do prefeito, estou indo sempre para lá e para cá ajudando eles, mas o problema é que o meu setor real, aonde meu chefe trabalha, não quer que eu cresça, sinto que jáouve oportunidades melhores e nada. fico pensando que se eu ajude menos, talvez faria menos papel de palhaça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar