Não consigo cultivar amizades

problemas de amizade e amigos

Olá, tenho 35 anos e ao longo desses anos posso dizer que não fiz um amigo de verdade. Eu me considero uma pessoa agradável, no trabalho me dou bem com todos, até com quem eu sei que não vai com a minha cara, eu procuro no mínimo agir com educação para não provocar desentendimentos. Tenho boas colegas, algumas tenho bastante intimidade para ouvir desabafos, mas não passa do ambiente de trabalho. Ninguém me liga, me chama para sair, há sempre um grupinho e eu sempre fico de fora, principalmente depois que fui promovida. Só que não mudei com ninguém.
Eu acho que sou muito seletiva e não é de agora, só me aproximo de pessoas que tem a ver comigo, e outra, para mim é raro ter amigos verdadeiros em local de trabalho.
Imaginem, as minhas colegas saem depois do expediente e no dia seguinte vem a resenha, quem ficou bebeu demais e falou ou fez besteira, que estava com uma roupa ridícula. Todo mundo fica sabendo de tudo.
Vendo o tamanho da falsidade prefiro não me misturar, aí fico com fama de metida.
Tenho duas “amigas” se é que posso chama-las de amigas, fora do trabalho, eu me sinto amiga pois gosto muito delas e é uma pena que não estreitamos essa amizade, devido a correria da vida e a distância. Mas tenho uma amiguinha que vive comigo, minha filha de 12 anos, muitas vezes desabafo com ela e até conto alguns segredos, mas ela é muito nova para entender certas coisas e fazer certos programas.
Então devido a isso não tenho companhia para sair e para piorar estou sem namorado.
Será que o problema todo está em mim, estou sendo radical. Sinto falta de alguém para dividir alegrias e problemas, sem que os outros fiquem sabendo no dia seguinte.

32 COMENTÁRIOS

  1. Olá amiga,
    me identifiquei muito com o que você escreveu. Essas poderiam ter sido minha palavras. Infelizmente, não sei o que você poderia fazer para mudar as coisas (se eu soubesse já estaria fazendo!) mas te digo algo que me dá consolo: finalmente percebi que são pouquíssimas as pessoas que têm amigos de verdade. Vi o caso de uma amiga minha que mudou-se para o RJ 15 anos atrás e, em uma visita à SP, queria rever todos os colegas da escola – somente 3 pessoas apareceram. Uma outra menina, que era do meu grupinho de amigas da faculdade, retornou do exterior após 2 anos e somente UMA das meninas do grupo fez questão de vê-la. As demais sequer ligaram para ela. Sinto que as pessoas estão muito egoístas e preocupadas demais consigo mesmas para se doarem e se preocuparem de verdade com outra pessoa. Não querem nada mais que uma companhia para não terem de entrar sozinhas na balada ou sentarem sozinhas em um bar. Não importa quem seja. Tenhas muitas “amigas” que preferem ir para um lugar badalado em má companhia do que fazer um programa de índio com uma boa amiga. Sei lá. Espero não ter soado muito amarga. Mas saiba que você não está sozinha e que o problema não é você.

  2. Oi! Tenho 20 anos e passo pelas mesmas coisas. Tipo, eu conheço duas pessoas q não se conhecem, crio uma pequena amizade, aí eu apresento as duas, e elas viram best friends e me esquecem. Já fiz tantas pessoas virarem amigas assim… Todos desabafam comigo, contam segredos… Mas na hora de ser amigo meu, ninguém é. A “amiga” que eu contava algumas coisas, recentemente falei que estou gostando de um rapaz, ela foi lá e adicionou em todas as redes sociais e começou a postar fotos de biquíni… Enfim, não sei se é só insegurança, mas essa não é a única coisa, então…

  3. Me sinto como vc….consigo fazer amizades mais não consigo mante-las talvez pela fato de eu procurar pessoas que tem haver comigo. Me procuram para desabafar mais ajudo mais sei lá…sempre me senti segunda opção. Tenho uma amiga que temos mta coisa em comum ela está indo esta indo morar em outro país com a família…no último fds dela no país ela escolheu sair com uma amiga nossa…fiquei chateada…

  4. Tenho 41 anos,e sua descrição e parecidissa, tenho facilidade em conhecer pessoas, mas nao de mante-las, nao consigo me enturmar em grupos,sempre que sei de alguma coisa ja passou vejo fotos e estavam vários conhecidos e nao sou chamado, no meu tempo de escola, faculdade e hoje trabalho, vejo se criarem grupos e vínculos, aproximação,sabe como se quando presente legal,mas se nao tanto faz..ate as coisas mais básicas e triviais de se juntar em conversa e vc ser inserido nao acontece, saem pra almoçar, para fazer coisas extra trampo e nunca sou chamado,andam juntos..

    Ja me perguntei se sou chato, sei la alguém desagradável, mais ai que tá, sempre tenho senso de humor, quando presente converso e socializo, no final todos ficam me perguntando quando me veriam de novo, mas ai esse de novo vem, se juntam e nao sou chamado e vejo fotos publicadas..depois de tanto tempo,meio que fui me acostumando a ser só, daqueles caras que nunca se reúnem ao redor,vc chega em algum lugar os grupos de conhecidos se formam e vc fica so, quando se insere o grupo dispersa..hoje saio so, como so, vou ao cinema so,…no trabalho me sinto terrivelmente so..e fico observando o mecanismo de empatia…me policio para aceitar e tentar viver o melhor que posso dessa forma, mas as vezes sinto uma falta extrema de ter amigos e um grupo unido, aquela coisa de filme,serie..ou da vida real que vejo do meu lado mas nao acontece comigo..acredito que tem pessoas que nascem e simplesmente nao conseguem fazer parte desse mundo..e se isolam..muitas vezes anseio por um abraço..ou meia duzia de palavras sinceras…outras simplesmente sigo a vida aceitando esse legado..

    E intrincado demais todo esse fator aproximação empatia e identificativo, ter algo em comum..desde criança sonho com um amigo..41 anos, e uma solidão sem fim..

  5. Eu também tenho 34 anos e não consigo cultivar nenhuma amizade, até com minha única irmã tem amigas que ela considera mais que eu. Apesar de tanta solidão, tento não demonstrar para as pessoas esse vazio que eu sinto de nãoter uma pessoa para contar em todos os momentos e procuro ser uma pessoa alegre, agradável, humilde mas não consigo criar vinculo com ninguém. Acho que a solidão é o meu carma.

  6. Tbm me identifico muito com vc… Mas tento nao pirar e ficar me achando a ultima pessoa do mundo… Pq sei quem sou e o que faço para as pessoas e tenho uma imensa tristeza de pessoas que acham que sao melhor que as outras… Tamo juntas meninas… Ahhh e se alguem precisar conversar to aqui… Bjos

  7. Também me sinto assim, me descreveu, tenho 14 anos e nunca tive uma amizade verdadeira, só na infância, mas hoje ela não quer saber de mim, com as outras foram as mesmas coisas, só momentos,eu tentei até me socializar e talz, mas nunca me senti próxima das pessoas, sou só um saco de desabafo, sou zoada na escola por qualquer motivo,as pessoas encarnam em mim não sei porque, só tem falsidade em minha volta, minha irmã mais velha prefere as amigas delas, as minhas primas falsas do que eu,ela também fala que fulana estava se vestindo mal, não gosto dessas coisas, nunca consegui me socializar, nunca me encaixei em nada,ninguém me entende de verdade, nem minha mãe ou qualquer pessoa da minha família, tudo falsidade, o meu sonho é sumir e nunca mais ter contato com ninguém é começar uma nova vida.

  8. Eu também sou assim não tenho amigos que consigo cultivar a amizade acredito que seja a pessoa mais excluida da face da terra tenho 30 anos e não consigo até hoje ter uma amizade duradoura. Meu sonho era ter amigas igual o seriado sex in the City, mas não umas amizades que fiz na infância que acreditava ser amigas de verdade hoje são completas estranhas estão no meu face mais não consigo mais ter intimidade com nenhuma. É horrível se sentir assim me acho a pessoa mais horrível do mundo porque não consigo ter um vínculo de amizade.

  9. Eu não sei nem se deveria me manifestar aqui, porque não tenho nada pra acrescentar como ajuda. Isso porque há muitos anos me sinto assim. Hoje me dou conta que com isso criei em mim uma certa forma de escudo que protege a mim mesma das decepções. Acho que inconscientemente acabei criando uma forma de viver assim tão excluída de tudo e de todos. Vou vivendo desse jeito procurando não fraquejar. Embora confesso que muitas vezes em torno da vida eu tenha fraquejado e o pior é ter que me levantar sozinha também. Me sinto como se eu não pertencesse a esse mundo. Me sinto só e aprendi a viver assim, só que me vejo hoje pior com isso porque já não ligo mais pra me aproximar de ninguém e com isso sem querer vejo que de uma certa forma afasto algumas pessoas de mim por desconfiança e de não acreditar nas suas amizades. Falo com todos e chego até ter pessoas que já ajudei e que até tenho contato com elas, mas vejo que elas não fazem questão da minha amizade. Só me procuram qnd precisam. Não sei mais o que dizer nessa altura da vida.

  10. Tamo junto 👊
    Até faço amizades, mas não sei dar sequência, não trouxe amigos do passado, até tentei aproximação c amigos da escola, mas daí percebi q não mudaram, continuam seletivos, não queriam interagir, só dizer o quanto tinham prosperado, só ligavam p a capa do livro, e eu gosto de profundidade. No trabalho tenho colegas, mas enjoo de ve-los todos os dias! As vezes falto só p ficar sozinha, adoro fazer coisas sozinha, cinema, pinacoteca, a solidão me satisfaz! Enfim, sou diferentona!

  11. Sinto o mesmo, porém acho q tudo é muito fantasiado, sabe? Esse padrão de amigos de seriados de Tv, acho q não contam…são projeções de quem escreveu a história, de repente ele mesmo se sinta como todas aqui. Esses super amigos das redes sociais tbm não contam…é pra pousar na foto, ostentar que se tem muitos amigos; acho q vale mais ter um amigo de coração do que varios de decoração…E as mulheres são muitos competitivas; nós somos…por isso é sempre complicado mesmo. Normal. É igual pra todo mundo, mas algumas pessoas gostam de se enganar…

  12. Sinto o mesmo. Até faço amizades, mas n sei pq n vão p frente. Não m considero chata, sou super prestativa mas…até uma amiga q tinha de infância, fazia de tudo p seguir a amizade, mas depois d um tempo percebi q só eu me dava, não tinha retorno, então desencanei, m afastei. Outras amigas TB acontece o mesmo, converso de boa, ajudo, ouço, mas aquela amizade, amizade msm n vai p frente. Às vezes acho q o problema está em mim mas tento tirar isso de minha cabeça.

  13. Me descreveu… tenho 29 anos e sempre me dei bem com todo mundo mas sempre fui mais quieta apesar de ser um pouco engraçada, entao sinto que as pessoas me excluem um pouco . Tenho colegas do trabalho que tenho até uma certa intimidade mas não passa do trabalho, no colégio e faculdade fiz amizades mas que não foram pra frente, hj posso dizer que tenho 1 grande amiga e nada mais e mesmo assim ela tem milhoes de amigos.Não faço festas de aniversario pois nao sei quem convidar. Só tenho praticamente meu marido que é super sociavel e tem bastante amigos.Me sinto extremamente sozinha, já pensei em ter algum hobbie pra tentar pelo menos fazer um circulo de amizade mas só de pensar em ser excluida já desanimo… quero ter filhos mas tb fico me perguntando como vai ser quando tiver cha de bebe ou festa de aniversario? vai ser só amigos do meu marido e familia, tenho até vergonha de verem que nao tenho ninguem :(

    • Daniela, me sinto exatamente como vc! Tenho 33 anos e nunca consegui fazer uma amizade durar… minha única amiga tem várias outras amigas e nunca me chama quando vão sair. Não faço festa de aniversário desde os 18 anos. Tenho duas filhas mas não fiz chá de bebê pra nenhuma, pois não tenho quem chamar. Agora estou separada e sinto muito mais só…

  14. Gente, se tiver alguém por Florianópolis, quem sabe a gente marca algo…
    Eu gostaria de encontrar a pessoa que escreveu esse post. Caso ela leia minha mensagem, deixa um comentário se estiver por Floripa ou se por algum evento passar por aqui. Também tenho a opção de turistar (risos) por aí..

    Abraçosss

  15. Olha eu tbm tenho problemas com as pessoas,a sei lá desde criança sempre me dou bem com pessoas que não são muito certas…..gosto de amigos carinhosos …antecipados etc.Mas é tão difícil eu me relacionar com pessoas sou difícil de ter amizade e qdo tenho não dura nada ….Me acho amigas das pessoas e elas eu não acho ser minhas amigas aí me distanciou…sou casada faz 5 anos tenho 39 esposo 28 Nem eu sei se quero ele às vezes acho que amo e as vezes é que não encontrei algo melhor pra minha vida.Tenho um filho de 7 aninhos que não é filho dele….Fui mãe solteira o pai nem sabe ser o pai do meu filho 😣😣😣

  16. Mesma coisa. Me dou bem com todo mundo, mas não confio em praticamente ninguém, nem mesmo em meus familiares em várias situações. Não sou afetuoso com minha família e nem eles comigo. Tenho muita vontade de fazer amigos, me esforço pra isso, mas parece que quando começo a conhecer as pessoas algo me diz para me afastar pois não posso confiar nelas.
    Tenho problemas de ansiedade, sempre tive, desde criança, isso me atrapalhou em muita coisa na vida. Faço tratamento psiquiátrico, uso medicamentos para depressão, e uma coisa posso dizer: Hoje sei que a relação que você tem com sua família define muito a forma como você vai se relacionar com as demais pessoas. Se você não consegue sentir afeto pelas pessoas próximas a você (digo família, pai, mãe…), será muito difícil sentir afeto por outras pessoas. Em alguns anos de tratamento, consegui conversar mais com meus pais, mas sem muito sucesso em questão afetiva. Consegui entender que eles também enfrentam as mesmas dificuldades e muito disso veio de berço. Depois que entendi isso, parece que encontrei a fonte do problema e estou focando em contornar essa questão. Não vou poder mudar sozinho o que não depende só de mim, não vou poder mudar o passado, mas posso seguir em frente. Pensando assim consigo mais ânimo para tentar de novo, conversar com as pessoas, mas sendo eu mesmo, se querer ser “normal”, super-sociável ou algo do tipo.

    Continua…

    • Continuação…

      Por mais estranho e deslocado que eu possa parecer, não posso me sentir o único “anormal”, porque o mundo tem muita coisa errada. Ser diferente não é problema. Como vocês podem ver aqui nos comentários, existem várias pessoas que passam pela mesma situação ou parecida, e isso não nos faz pessoas ruins, de jeito nenhum. Espero que todos consigamos superar nossas dificuldades. Acho que tudo na vida, por pior que possa parecer, serve pelo menos para que possamos aprender a fazer as coisas de um jeito melhor.

  17. Não fique assim…eu estava aqui justamente procurando alguma matéria que justificasse o fato de eu não ter amigos. Na verdade até tenho alguns, mas já estão se afastando de mim, como todas as amizades que eu costumo fazer permanecem por um certo período e depois se vão. Isso é muito triste.
    Quando vejo nas redes sociais, as colegas da época da escola, que se casam e são madrinhas de casamento umas das outras ou dos filhos, fico admirada e triste ao mesmo tempo… Pq de mim ninguém se lembra, nem pra enviar o convite. Não é inveja, é tristeza mesmo…pq parece q eu tenho algum problema q faz com as pessoas se afastem de repente e sem explicação.
    Vc não está sozinha nesse sentido e pelos comentários acima, eu tbm não estou…q Deus possa nos ensinar a cultivar amizades verdadeiras..sempre temos algo a aprender e a acrescentar a vida..talvez seja isso…um abraço e fique com Deus viu!

  18. Olá! Que interessante, eu pesquisei sobre isso e caí nessa página. Confesso que me assustei com a quantidade de pessoas que se sentem sós. Eu sou casada com um homem maravilhoso e sou muito unida à minha família. Mas simplesmente não consigo ter amizades fora dela. Minha amiga de infância se afastou depois que casei. Vejo as pessoas se reunindo, e quando acontecem esses encontros eu não vou, fico em casa. Na minha infância, eu lembro da minha mãe dizendo que o que importa mesmo é a família e que os amigos vão passar. Acho que isso enraizou em mim e por isso não formo amizades profundas. Será que não é essa a “crença” que ronda a todos nós? Talvez, tenhamos que entender também que tudo é efêmero e que por isso é melhor viver as coisas de forma mais intensa. Será que não colocamos expectativas demais nos outros e por isso os afastamos? Outra coisa que precisamos entender é nossa realidade: será que aquele amigo virtual não é um amigo de verdade? Por que não seria? Acho que a gente precisa, antes de tudo, cuidar de nós mesmos, por dentro. Penso que, um segundo ponto, seria não nos cobrarmos demais por isso, mas, ao invés disso, tentar sair mais com pessoas novas, fazer coisas que não fiz ainda em nome de novas amizades… E também entender que nós podemos recomeçar tudo, porque nada nessa vida é consumado. Desejo muita felicidade à todos vocês, não se sintam sós, pois a melhor companhia que podem ter são vocês mesmos!

  19. Olá amiga, eu me identifiquei muito com o que vc escreveu. Eu tenho 37 anos. Eu também não consigo cultivar amizade. Pois como vc diz no seu relato , hoje em dia é muito difícil ter uma amizade verdadeira.

  20. Sabe o que eu acredito de verdade ? Que amizades verdadeiras neste mundo tão egoísta em que vivemos são raras e as vezes a pessoa pensa que esses grupos de amigos, que postam fotos e saem juntos são grandes amigos, mas é só faixada, ilusão porque até esses, quando passarem pelos piores momentos da sua vida, vão perceber que não tinham tantos amigos assim, a grande verdade é que até Cristo quando mais precisou, todos o deixaram só, mas Ele disse “Eu não estou só porque o Pai está comigo” O mundo em que vivemos é egoísta de mais para pensar na dor que o outro está sentindo, por isso acredite nos piores momentos da sua vida por mais amigos que você tenha, você só poderá contar de verdade com duas ferramentas para vencer suas dores e seguir em frente, “Deus” e a sua “Fe” mas não se isole por isso, seja amigo de todos, mas íntimo só de Deus, se aproxime de todos, mas dependa só de Deus, e você precisar dele é só falar do teu jeitinho que Ele irá lhe responder, meamo que todos tenham lhe deixado só.
    Jesus te ama muito filho(a)

  21. Tenho 19 anos. A vida inteira sempre me doei as minhas amizades, de ajudar em provas passando colas e tudo mais, aconselhando, mas sempre eu era amiga e elas não. Sempre me excluindo. Faço amizade e ajudo todos, mas não estou incluída em nenhum grupo fixo de amigos. As pessoa ficam na minha frente contando sobre certas pessoas sem me contar a história como se fosse que é para eu realmente me sentir excluída, que depois precisam contar uma coisa uma pra outra. As minhas amizades sempre me usam pra o que precisam e depois me excluem. Isso me arrasa, porque eu sempre busco me enturmar, ajudar de verdade porque me faz bem ajudar as pessoas, porém na hora de sair ninguém lembra de me chamar, fazem os grupinhos de estudo sabendo que tenho dificuldade em certas matérias e nunca me comunicam, só fico sabendo por alto. Eu sempre estou em todos os grupos mas nunca em um fixo. Só queria que isso não acontecesse pois me faz sentir um lixo. E o pior que foi assim a vida inteira. Espero que isso algum dia passe e Deus me mande amigos verdadeiros!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here