Não consigo amar, respeitar e admirar minha mãe

Não consigo amar a minha mãe, nem respeitá-la (leia mais abaixo para entender), e não consigo gostar dela.
Não consigo dar bola. Não consigo conversar com ela. Quando dou bença, dou forçado, sem vontade.
Passei um veneno na minha infância e adolescência. Pedi ajuda, mas não recebi atenção, não recebi conselhos ou amparo da minha mãe. Penso que fui de certa forma abandonado.
Não consigo sentir apreço pelo que minha mãe fala. Mal conversamos. Não vejo sabedoria nela. Não vejo conhecimento. Não vejo uma mãe de verdade.
Estou lutando para crescer sozinho e finalmente abandoná-la, mas está difícil. Não tenho recursos. Queria ter tido “professor da vida”, uma espécie de “mestre” ou pais dedicados e inteligentes para guiar ou dar gás, conhecimento básico, ensinamentos, etc. na minha vida.
Odeio ter nascido! Sinto uma grande tristeza nisso. Sou filho de mãe solteira, a mulher que fez sacanagem com um bêbado, e virou chocadeira.

0 0 votar
Avaliar Desabafo
9 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Kagura
4 months ago

Toma vergonha na cara. A mulher deve ter se desdobrado em mil para te criar porque seu pai sim, é que te rejeitou e não quis saber de você. Já parou para pensar que sua mãe não pôde te dar a atenção que você queria porque ela estava ocupada demais lutando pela sobrevivência de vocês? Queria ouvir o lado dela, certamente esse lado refletiria muito desgosto.

solidade
4 months ago

bom,sinto a mesma coisa, nunc vejo a minha mãe como uma mãe de verdade ficom muito triste com isso, ela não gosta de mim

Giovanna
4 months ago

Sua indiferença em relação a ela é justificável, pois como você mesmo disse, no momento em que você mais precisou de apoio ela não esteve disposta a te ajudar. Você de forma alguma deve afeto a ela ou a qualquer outro familiar! Não é por ser familiar que você automaticamente deve amar.
Agora, o melhor que você pode fazer é conquistar sua independência financeira e se afastar dela.

Observador
4 months ago

Antes de julgá-la busque conversar com ela. Afinal você nem imagina o que ela passou antes de você nascer. O grande problema familiar é de as pessoas Não buscarem saber das suas origens: não é raro gerações reproduzirem o que passaram às novas gerações. Até Padres da linha Carismática defendem a tese de se buscar a genealogia e rezar pelos antepassados, porque há traumas que vão se perpetuando nas gerações seguintes!

MORFEU
4 months ago

Menino. Entendo sua situação. Não podemos escolher as circunstâncias em que chegamos ao mundo mas apenas como reagimos a elas e buscamos soluções para nossos problemas. Já deu para perceber que você é inteligente e percebe o valor da experiência. Não tem sabedoria na família? Busque fora. Aprenda com os sábios que generosamente partilham sua mentalidade vencedora gratuitamente na internet. Evolua. Aprenda sobre como ser útil e ser pago. Prospere. Ajude sua mãe. Independentemente de quem ela seja. Levanta a cabeça, garoto. A vida é dura sim. Mas é pior para quem aceita a realidade e só reclama. Existir é um dom. Valorize isso. Valorize sua mãe. Foque em desenvolvimento mental e vença. Faça a história que você quer viver. Um abraço, moleque.

Felipe
4 months ago

É difícil para nós, como filhos, entenderemos que nossos pais são seres humanos, imperfeitos e que erram. Talvez sua mãe de fato tenha sido negligente na sua criação. Talvez ela não perceba que você precisa de um guia, ou de um abraço. Eu passei por situação semelhante a sua na minha infância e adolescência.

Mas as coisas parecem estar mudando desde o dia em que pedi ajuda para parar de usar drogas. Naquele dia, eu me abri. Eu pedi colo, cuidado. Eu disse como me sentia, e ela também.

Não estou dizendo que falar para ela como você se sente é a fórmula para melhorar isso. Mas também não vai te fazer mal tentar.

É difícil mudar, agir. Mas isso se aplica a sua mãe também. Vc acredita na sua capacidade de mudar e se desenvolver? Então porque não acreditar que sua mãe também consegue?

Deixo aqui meu abraço virtual a vc!

Luiza
4 months ago

Vc é um mimado. Um babaca sem um pingo de respeito. Machista ridículo.

anônima
4 months ago

Vou fazer um desabafo por aqui mesmo, pois não consegui que meu desabafo fosse publicado.
Tbm não consigo ter a mínima admiração pela minha mãe!
Fui diagnosticada com depressão e transtorno de ansiedade, e minha mãe vive há mais de 16 anos um relacionamento abusivo, que as agressões tanto verbais quanto físicas já chegaram ao extremo! Isso me prejudica demais, ainda para ajudar ela é uma completa alienada religiosa que diz que meus problemas é falta de Deus.
Eu amo ela mas não quero ter aproximação, ela é negligente! Hoje mesmo, ela contratou um pedreiro para fazer nosso quintal que já mexeu comigo, ele me assediou quando eu tinha 14 anos! Isso foi a gota d’agua, eu penso em morrer constantemente, não posso nem sumir porque não tenho emprego.
Enfim, precisava desabafar.

Lady Ag
3 months ago

Você não precisa conviver com ninguém, nem mesmo familiares. Respeite, se afaste e mantenha distância saudável. Tenha sua vida, sua independência e vá à luta pelos seus objetivos. Nem todo mundo nasceu com vocação genuína para educar.