Meu pai é gay e sai com outros homens

Há alguns anos eu e minhas irmãs descobrimos que nosso pai é gay.
O caso chegou a vir a tona mas ele disse que era tudo um equívoco, e minha mãe acreditou e confiou nele.
Os anos se passaram e recentemente descobri, por acaso, que ele estava de caso com outro homem novamente.
Para piorar a situação também descobri que ele está saindo com outros homens, alguns destes garotos de programa.
Estou com as mãos atadas pois sinto que este é um terreno que não devo entrar, um assunto que diz respeito apenas aos meus pais e ao relacionamento deles.
Mas a verdade é que isso me adoece.
As mentiras, o fato de ele estar traindo minha mãe.
Eu vejo que ele não a ama e que ela o ama verdadeiramente. Ele é indiferente com ela, impaciente, muitas vezes agressivo com as palavras. Isso me deixa com ódio.
Sinto que estou desgostando do meu próprio pai, e por vezes me esforço para entendê-lo, para entender que não deve ser fácil viver uma vida que não é a dele, se abrir com toda a família “pessoal sou gay, sempre fui e meu casamento é uma farsa, pelo menos para mim!” As vezes tudo que eu queria era que ele tivesse a coragem de sair do armário e ser honesto com minha mãe.
Tudo isso deve ser muito difícil para ele mas minha mãe não merece viver essa mentira.

5 Comentários

  • Ana 8 de outubro de 2019

    É uma situação um tanto quanto delicada, mas penso que em vista da gravidade da situação, a sua mãe deveria estar ciente dessa situação. É evidente que ele não a ama e o pior a está fazendo viver uma falsa vida conjugal. A bissexualidade do seu pai é bem mais determinante para o lado da atração por homens e ao se sentir sufocado com esse casamento fake, está vivendo nesse ritmo de promiscuidade. A sua mãe corre riscos até de pegar alguma doença. Vc já pensou, como vc se sentiria, se isso ocorresse, ainda mais porque vc conhece a realidade do seu pai? Se você não quer se envolver diretamente, tente que encontrar uma forma de fotografar, a saída do seu pai e enviar essas imagens de uma forma anônima para a sua mãe. Sei que vai doer e ela vai sofrer, mas algo precisa ser feito urgentemente. Se fosse outros formatos de traição iria sugerir para vc não se intrometer, mas nesse caso específico é algo muito sério, pois não é apenas tédio do casamento, mas algo que vai muito além disso.

    Resposta
  • Observador 8 de outubro de 2019

    Antes de julgá-lo já conversou com ele sobre as bases do casamento? Quando um vizinho teve a situação dele “escancarada”, ele próprio comentou com minha mãe que a esposa sempre soube. Uma das filhas mais velhas dele, comentou que a mãe sabia e era ela quem “procurava ele” e engravidava. E ele era um senhor de bom coração: perdemos pai cedo e prole grande, acabou que o IPTU estava com pagamento atrasado ele emprestou dinheiro S/juros e disse que minha mãe pagasse dentro das possibilidades financeiras dela. Detalhe: minha tia morava perto e foi Indiferente à divida que tinhamos!

    Resposta
  • KAROL 8 de outubro de 2019

    Pelo amor à sua mãe, conte pra ela! (a nao ser q ela seja daquelas mulheres que acredita cegamente no marido, entao ai vc ja nao terá culpa por ela ser submissa)
    O que seu pai está fazendo nao esta somente atingindo o relacionamento dos dois, mas tbm a vida das filhas!
    Chama eles, sentam pra conversar, e abre o jogo. ser traído, ja é pessimo, imagine descobrir q o cara transa com outros caras, e ai chegando em casa la est ela, esperando pela atenção do marido… Nossa. acho q nngm merece passar por isso. nao passe a mao na cabeça dele! ele ja é bem grandinho pra decidir qual caminho seguir….. Gosta de homem? Não faça uma mulher de palhaça!

    Resposta
  • Tico 8 de outubro de 2019

    Pela história, muito provavelmente sua mãe já saiba! Talvez ficará mais chocada em saber que você descobriu isso tudo! Pois, sejamos razoáveis, você acha mesmo que sua mãe ao menos não desconfie?

    Enfim, situação difícil. Mas eu conversaria, primeiro com seu pai!

    Resposta
  • Rogerio 8 de outubro de 2019

    Você, irmãs, seu pai e sua mãe, são uma célula, uma família. O que um faz, interfere na vida do outro, seja para bem ou para sofrimento. Você tem o dever moral e em primeiro lugar de filha de poder falar e conversar isso com ela. Chorar juntas e se resolverem juntas. E proteger a saúde dela e a de vocês, pois uma doença venérea é fácil de pegar e transmitir. E ele não vai deixar de ser seu pai por causa disso. Mas se ele escolheu esse caminho… proteja e dê forças para sua mãe. Não precisa destruir seu pai por causa disso, mas precisa deixar as coisas claras e definidas. Vai ser dolorosa a conversa mas juntas vocês resolvem. Vai dar certo.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *