Meu namorado descobriu que tem um filho de 3 meses

Bom. estou namorando há 8 meses e semana passada uma menina que meu namorado havia saído algumas vezes antes do nosso namoro apareceu dizendo que o filho dela de apenas 3 meses é do meu namorado, fizemos o DNA e realmente é. Na época ela saía com 2 caras ao mesmo tempo e tinha certeza que o bebê era do outro rapaz, porém quando nasceu e ela fez o DNA com ele deu negativo, então ela veio atrás do meu namorado. eu confesso que todos esses dias eu me descontrolei, pensei somente coisas ruins, é praticamente entrei em Depresao com a história, pois mesmo com apenas 8 meses nos já estávamos fazendo planos de casamento. Eu gostaria que alguém me ajudasse, pois não estou conseguindo ser clara com os meus pensamentos.

11 Comentários

  1. Fuja para as montanhas.
    Nao existe nada pior no mundo para uma relação, do que namorar homens com filhos de outra.
    É o inferno na terra. No inicio pode parecer que está tudo bem, mas depois você vai ter que conviver com isso, vai ter que aceitar ele indo visitar, pegar o filho. O contato com a mãe do menino vai ser constante. E com os anos, tende a piorar. Você sempre vai ter que dividir ele com o filho.
    Se você puder e conseguir, saia fora, urgentemente. Se não fizer, dentro de 2 anos, maximo, vai estar arrependida.

  2. Bom, se essa situação acontecesse comigo eu terminaria o namoro, por mais doloroso que fosse. Se esse filho tivesse nascido antes de vocês namorarem, seria outra história, mas ele traiu sua confiança e eu não acho que você deva recompensá-lo ficando com ele. Sugiro que procure ajuda psicológica se puder ou tente mudar seus pensamentos em relação a esse problema, pois nossos pensamentos influenciam nossas atitudes e, consequentemente, nossa qualidade de vida. Se você resiste à ideia de terminar com ele, veja o que causa essa resistência e trabalhe para eliminá-la. Na maior parte do tempo, é medo de ficar sozinha. Não tem nada de errado em querer um relacionamento romântico, mas saiba que você será sempre a sua melhor companhia e que ninguém é responsável pela sua felicidade. Depois, trabalhe para perdoar o seu namorado, não porque ele mereça, mas porque o rancor vai te impedir de seguir em frente e até mesmo de entrar em outro relacionamento.

    Espero que isso ajude de alguma forma. Não sou psicológa nem nada, só estou compartilhando o que funciona comigo e com várias pessoas.

  3. Minha filha, preste atenção aqui. O seu belo namoradinho aí saía com uma fulana que dava para dois. Ele, como a engravidou, não se acautelava na saude – sabendo ele ou não do ‘concorrente’. Ou seja, era na sopa, amiga, tanto que ela foi atrás dois dois para saber quem era o pai. Que nojo!

    Sabe de uma coisa? Mulheres como você, que ainda dizem ansiosas e ‘abraçando a causa dele’ algo como ‘fizemos o DNA’, ohh, como se fosse você ‘parte’ do pau do cidadão, não têm um pingo de amor pela sua saude e, da minha parte, deviam era estar engaioladas porque parece que não ligam se um dia forem vetores de DSTs. Questão de Saude Publica, inclusive!
    E não me venha com essa de ‘o preservativo falhou, a fulana mentiu para eles dois’ e nem com nada semelhante porque qualquer homem com juizo no resto de miolo que porventura tiver sobrado depois de uma lobotomia, sabe que deve usar preservativos.

  4. Como muitas aí disseram, eu tbm sou a favor do “PULA FORA”!
    Saia dessa enquanto ainda dá tempo, 8 meses não são 8 anos, filha. Tem milhões de homens no mundo e com certeza você encontrará um livre e desimpedido para começar uma vida com você, para ter seus filhos, e toda atenção e planos só para vc! Seu namorado foi um irresponsável isso sim, e agora ele que assuma por tudo, mas somente ele.
    E tbm se quiser ficar sozinha por um tempo, fique sem homem nenhum, refaça sua vida, fala planos, entre em coisas novas para você. Não procure por amor, ele simplesmente vem. Mas, não jogue uma vida fora com problemas do seu namorado (SIM, PQ ESSE FILHO SERÁ UM PROBLEMA!). Você se decidir ficar com ele, ainda vai ter muita dor de cabeça, ciúme, raiva, choro. A escolha é somente sua. Você pode escolher não passar por nada disso, e sair por cima. Simplesmente se vá! Eu faria isso.
    Boa sorte minha querida. Depois nos conte aqui sua decisão e como está sendo.

  5. Fico completamente abismada e envergonhada com certos comentários que abordam o nascimento de uma criança como se fosse um empecilho, um fardo, com se fosse um objecto demoníaco. Estamos a falar de um bebê de 3 meses que nasceu ,infelizmente, da “união” de uma mulher promíscua e de um homem irresponsável, que provavelmente não usou precauções para evitar a gravidez. Mas é um bebê que merece todo o respeito e carinho e que não nasceu por obra do Espírito Santo, não é nem nunca pode ser um joguete nas mãos dos adultos. Os adultos, neste caso o seu namorado, que assuma os seus actos, assumir os seus actos não é sinônimo de pagar a pensãozinha, é assumir as responsabilidades de pai e não de simples progenitor/reprodutor. Se você ama o seu namorado como diz aceite essa criança como se fosse sua, com essa atitude estará a dar um prova de amor para ele. Se você não tem maturidade para isso caia fora e vá curtir a vida. Os filhos são uma extensão de nós quem não aceita os filhos do namorado /companheiro não aceita o próprio namorado/companheiro e para mim nem sequer é digna de partilhar a vida com ele. Mas é só uma opinião. Você fará o que bem entender.

  6. No Brasil em cada um milhão de casamentos anual, nesse mesmo período se separam trezentas mil pessoas, ou seja, ninguém está isento de ser Madrasta ou padrasto de uma criança algum dia, pois nenhum relacionamento oferece data de validade e garantias absolutas de que irá funcionar para sempre. Você entrou em pânico por saber que o seu namorado, hoje é pai, fruto de uma relação inconsequente, apenas de transa, portanto terá um filho que irá assumir pelo resto da vida. Agora suponhamos que nada disso tivesse ocorrido e algum dia você se casasse com ele, tivessem filhos e por algum motivo, resolvesse se separar. Se algum dia fosse tentar novamente um relacionamento, esse homem não teria que aceitar também os seus filhos e ainda teria que morar com eles, obrigação essa que o seu atual namorado não tem, com relação a essa mulher. O que quero me referir é que ninguém está isento nessa vida, de se apaixonar por alguém que tenha filhos e tenha que conviver com eles, sejam eles gerados de relações formais ou de uma transa de uma noite. Você terá que decidir se o seu sentimento é suficientemente forte pelo seu namorado, para aceitar dividir o seu tempo e a sua atenção com essa criança, que com certeza vai precisar da presença paterna e de muitos cuidados, além de gastos.

  7. Vivo um relacionamento em que ele tem uma filha de 4 anos. NÃO É FÁCIL! A mãe da menina não gosta do meu boy, então nem me preocupo (vc não tem que dar importância a ex, porque no seu caso ela só quer a grana da pensão)
    Saiba o seguinte:
    1-a mãe do bebé vai encher o saco só até ter a pensão, depois ela queta o facho
    2-a grana dos seus planos com seu rapaz vai para criança, então viajar sem o filho vai ser difícil
    3-vc nunca será prioridade diante da criança, você gostando dela ou não
    4-vc não vai poder repreender a criança JAMAIS se não você vai ouvir merda do boy, da avó, da mãe.
    5- se você planeja ter filhos um dia saiba: ele não vai dar a mesma atenção, será inferior ao primeiro filho

    Falo isso pois conheço, e não deixo ele pois ele consegue dividir as coisas e a filha é só de 15 em 15 dias, quando passar a ser todos os dias eu caio fora?

  8. Aconteceu algo parecido comigo. Estavamos a algum tempo, até uma mulherzinha que ficava cm varios caras do bairro, disse que a filha dela era do meu namorado (na epoca a criança era bebezinha). Nossa fiquei sem chao, eles nunca tiveram relacionamento, porem ele tinha pego ela algumas vezes, e os outros tbm, só que ela jurava de pe junto que era dele.. Na epoca eu fiquei sm chao, pensei em terminar, mas não tinha sido traição, pois foi antes da gente, mas isso mexeu profindamente cmg, eu jáimaginava como seria se a criança fosse dele, e coloquei na minha cabeca que se fosse dele, eu não ficaria cm ele. Enfim, ele fez DNA e deu negativo!
    Ela mesmo assim insistia em dizer que era dele..induziu a criança a acreditar nisso, hoje ela deve ter uns 12 anos, até hoje a menina acredita que ele é o pai, mesmo o dna ter dado negativo!
    Estou cm ele a 13 anos.
    A diferença é que o seu é o pai!
    Entao você precisa ter crtz do seu sentimento por ele. Sera que vale a pena? Pois certas mulheres de hoje em dia usam as criancas para atrapalhar o relacionamento alheio, esteja preparada para enfrentar os ciúmes, e as provocações. Boa sorte amiga, só você pode resolver essa situação!

  9. ana maria parece ter sido deixada para tras ou trocada por uma outra mulher. Segue sua vida moça, criança nenhuma no mundo tem a responsabilidade de ter um pai e uma mãe juntos só porque você acha que isso é certo e o fato do pai não ficar com a mãe da criança não o faz menos pai. Se tiver respeito entre eles a relaçao flui que é uma beleza. Separei do filho do meu pai qndo ele era ainda bebe e não morri por isso e foi a melhor coisa que fizemos, nossa relaçao era somente por causa do filho, mas antes de ser mãe eu sou mulher e antes de ser pai ele é homem e a gente não se entendia mais como casal. E a gente nunca deixou de ser uma familia, o pai do meu filho é o meu melhor amigo.

  10. Bom gente estou passando por a mesma coisa,namoro a 4 meses e no começo meu namorado falava dessa suposta menina que dizia que estava grávida e que talvez era dele,fiquei um pouco pensativa mais deixei passar daí ela procurou meu namorado dizendo que tinha feito DNA de outro e deu negativo e que um teste respondia outro,dai marcaram de fazer o DNA do meu namorado com a criança e deu positivo,ontem foi a audiência para decidir sobre a pensão,mais sempre quando ele citava nesse assunto eu ficava mal chorava,isso me destruía claro,como todo casal a gente tinha planos de ter nossa família e tals,só que eu não tirava isso da cabeça só conseguia pensar como seria dali para frente será que isso vale minha paz,como vai ser essa relação quando o menino crescer hoje ele tem 4 meses,como a mãe dele vai se comportar porque ela chegou até a tirar satisfação cmigo(pq eu pedi para seguir ela no insta daí ela aceitou e tipo ela postava ft do bebê e eu curtia sem maldade,daí um dia ela mandou mensagem falando que eu estava interresada no bebê mais a o pai “q é meu namorado”ela perguntou o que eu queria que estava irritando ela ja)mais aí para noa causae discórdia ignorei ela não respondi não queria briga,mais isso me deixa com dúvidas isso mexe comigo de um tanto que quando eu penso eu choro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar