Marido acomodado

Tudo começou quando começamos a namorar, era tudo mil maravilhas só que eu não estava satisfeita com a minha vida financeira aqui e estava planejando trabalhar fora do país. Enquanto organizava os últimos detalhes da viagem eu resolvi passar esses últimos dias com meu namorado que mora com o pai e a irmã. Mas tivemos uma surpresa nesse meio tempo e descobrimos que eu estava grávida. A minha mãe nunca me aceitaria morar com ela nessa situação e eu já tinha saído do emprego por conta da viagem que já estava programada. Então meu namorado propôs que eu fosse morar com ele e eu aceitei por falta de opção, nessa época ele não ganhava bem para que fôssemos morar sozinhos.
Mas aí começou todos os problemas, eu nunca me dei muito bem com a irmã dele, ela é muito sem educação e é grossa com as pessoas mais desfavorecidas.
Até aí ok! Ela não falando de mim estava bom.
Só que ela foi falar para o meu namorado que não considerava o meu bebê como sobrinho até que fizéssemos um exame de DNA.
Eu aguentei calada e não fui tirar satisfação com ela.
Os meses passaram e o bebê nasceu, um menino. Ele nasceu a cara do pai, e para mim surpresa a irmã dele nem esperou que eu pegasse meu próprio filho, quando cheguei no quarto após o parto ela estava lá segurando ele, acredita?
Como uma pessoa que falou o que falou do meu filho tira esse momento tão único na vida de uma mulher dessa forma? Porque para mim é muito importante o primeiro contacto do filho com a mãe. Mas ok! Relevei de novo e não falei nada.
Os meses passaram e o meu marido passou a ganhar melhor, para mim já da mais que suficiente para gente morar sozinho.
Só que agora ele não quer, ele acomodou sabe?
Eu não sei o que fazer porque eu não tenho privacidade, não tenho autoridade dentro de casa, como posso criar meu filho aqui se ninguém me respeita? Como ele irá me respeitar?
Essa semana aconteceu uma coisa que sinceramente passei perto de me humilhar para minha mãe e pedir para ficar lá.
Aqui tem uma empregada que vem de segunda a sábado, só que no domingo me deu vontade de limpar e lavar tudo, então mandei mensagem para ela avisando que não precisava vir na segunda, porque já tinha arrumado tudo. Vocês não têm noção da briga que foi por isso. A empregada mandou mensagem para minha cunhada questionando a minha decisão, então minha cunhada mandou um áudio para mim falando muitas coisas que me doeram muito, dizendo que essa decisão não cabia a mim, que a casa era dela e que a empregada iria vir trabalhar sim.
Mandei mensagem para o meu sogro e ele ficou do meu lado e falou para empregada vir na terça. Mas ele não pediu para que a filha pedisse desculpas pelo modo como ela me tratou, ele ignorou a situação. E também não repreendeu a empregada por ter plantado a discórdia entre mim e minha cunhada.
Eu estou tão angustiada que não tenho vontade nem de sair do quarto.
A energia da casa anda tão pesada e tudo que eu quero é só um canto de paz e aconchego.
Já pensei em procurar um emprego mas o meu sogro e meu marido não permitem que o meu filho fique na creche ou com outra pessoa.
Eu estou tão triste que não vejo saída
não tenho o que reclamar do meu sogro quanto a pessoa dele, porque ele é muito bom para mim e sempre me tratou bem. Mas devido aos últimos acontecimentos eu não aguento mais ficar aqui, é a gota d’água.
Mas não sei o que fazer porque sem dinheiro e sem emprego eu não consigo.
Obs: o meu sogro é o tipo de homem que quer os filhos dependentes dele pelo resto da vida, ele não ensinou o meu marido a ter independência ele o criou dependente, mimado e tendo tudo sempre o queria. Por consequência disso ele é desse jeito.

3 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
ana julia
2 years ago

Tudo começo errado, pela falta de planejamento, pois a mulher tendo a sua disposição quase 1 dúzia de métodos anticonceptivos, as chances de engravidar quando utilizadas corretamente, são quase nulas. A decisão de morar com a família do seu namorado, é sem dúvidas a menos indicada e não tiro a sua razão de estar agoniada, pois você está tendo que não apenas se adaptar as mudanças da rotina, que uma criança recém nascida exige pelas necessidades nos seus cuidados, mas nesse pacote, tem que ficar cruzando o tempo todo com pessoas que tem os seus próprios hábitos, o seu temperamento, a sua educação e natureza, sem contar que você acaba se tornando uma espécie de hóspede daquele espaço, ficando restrita as regras da casa. Você não deveria jamais ter se interferido nessa questão da empregada, pois não cabe a você esse papel, por mais boa vontade que tenha tido para fazer a limpeza da casa, pois é uma profissional que precisa desse dinheirinho para viver e tem um acordo de trabalho com a família. Penso que você deveria o mais rápido possível voltar a trabalhar, organizar o seu próprio espaço para viver e informar ao seu parceiro, que ele terá que tomar uma decisão, se irá ou não morar com vc. Se você já conversou com ele e não houve atitudes, nesse caso, cabe a você tomar as suas.

Michely
2 years ago

De verdade, a empregada não tem culpa e nem plantou discórdia, a patroa dela é sua cunhada, quem errou nessa história foi vc! Você deveria ter falado com a sua cunhada, avisado que te deu vontade e fez todo o serviço, daí cabia a ela dispensar a empregada, infelizmente a realidade é essa: você mora na casa do seu sogro. Infelizmente, quando a gente está na ksa dos outros, as regras são deles. Eu creio que a sua cunhada se sentiu ofendida quando você quis mandar na empregada como se a ksa fosse sua, e como ela é desequilibrada e fala tudo que pensa, você ouviu besteiras dela. Eu creio que para sua saúde mental você deveria dar umas voltas, sair um pouco, ir na ksa da sua mãe, fazer uns cursos, conhecer gente nova. Ficar nessa redoma aí, de cunhada e sogro, num vale a pena.

Dyego
10 months ago

Se você quer trabalhar ,mas ele não quer que você trabalhe, subentende que ele ganha bem o suficiente, então não tem porque estarem morando com o pai dele. Passei por uma situação parecida casamento de 5 anos com uma filha de 2,5 acabou. Porém, além da minha mulher deixar de tomar o anti concepcional sem me avisar(Concordo com a ana julia), num momento em que estávamos na estaca zero da vida(eu morando com minha mãe e ela tinha pedido para morar conosco), ela pediu demissão pouco antes de engravidar e eu estava recém formado fzd bicos e buscando dar certo na minha profissão. No ultimo ano as coisas começaram a melhorar, ainda precisava batalhar mais um pouco para sair para casa própria, ela não tinha interesse nenhum em me ajudar na batalha, desistiu de 2 empregos e não topou minha ideia de ela empreender com minha ajuda, loja online etc. Me via sozinho e cobrado para resolver tudo e rápido, desgastou, desgastou que acabou. Converse com ele sobre sair daí, seja clara, veja se ele tem um plano para isso a curto prazo e se precisa da sua ajuda financeira, já era para ele estar pensando nisso. Mesmo que demore um pouquinho, saiam para uma casa própria, financiada ,hj em dia é muito fácil comprar um apartamentinho. Melhor que viver de aluguel e apertado com dívidas.