Meu marido é um folgado

Gente, é o seguinte, antes de me casar meu marido sempre falava que não queria seguir o modelo dos pais dele de relacionamento, basicamente o pai dele trabalhava fora, só pagava o básico do básico em casa (alimentação básica, água e luz) e a mãe dele tinha que trabalhar fora para comprar todo o resto: roupas, material escolar, mistura para almoço e essas coisas e além disso ela ficava com todo o serviço doméstico, além da crianção dos filhos e ele achava isso muito injusto, então dizia que jamais seria como o pai dele.
Acontece que casamos, nos primeiros meses ok, dividiamos as tarefas, juntavamos a renda, pagavamos as contas e o que sobrava, guardavamos uma parte e gastavamos com nós, só que acho que ele se sentiu meio “injustiçado” por ganhar bem mais do que eu e começou a repartir todas as contas por igual, porém nossa renda não é igual, eu ganho bem menos, então os gastos estão consumindo todo o meu salário, sem contar que trabalho 3h a mais que ele por dia e além disso ele não tem ajudado em mais nada dentro de casa, eu tenho que cozinha e limpar tudo sozinha, já tentei deixar acumular louça na pia para vê se ele desconfiava, mas nada. Temo que ele ache que só porque ganha mais deveria ter mais privilégios, já tentei conversar, melhora em um mês e no outro ele volta a fazer isso. O que fazer para esse homem acordar para vida? Tenho pensado em voltar para casa do meu pai

7 Comentários

  • Luna 1 de agosto de 2019

    caramba que situaÇÃo! espero que tudo se resolva! É muito triste tudo isso viu, sou recÉm casada e tenho pavor dessas coisas…
    essas questÕes devem ser muito bem resolvidas durante o namoro sabe, mas eu vejo que seu marido tem agido de forma muito egoÍsta e imatura. conversa com ele francamente, ele precisa acordar realmente. mas eu me pergunto o porque ele agir dessa maneira se ele nÃo concordava com o que viu durante a infÂncia? o porque dessa mudanÇa de comportamento? que deus te abenÇoe e tambÉm o seu casamento!

    Resposta
  • Ana Júlia 1 de agosto de 2019

    Vc está casada, consequentemente isso implica que as rendas do casal sejam administradas para a gestão e manutenção do lar e não importa, se vc ou ele tenham participações diferenciadas, pois o objetivo é fazer com que consigam crescer juntos e construir algo para o interesse comum. Não o acho folgado nesse aspecto, mas quanto a questão dele não participar das atividades domésticas, essa questão precisa melhor resolvida. Vc disse que ele não lava pratos, bom está aí um bom investimento para os recursos do seu trabalho. Financie uma máquina de lavar pratos, em 3 ou 4 parcelas, irá gastar nesse aparelho r$1500,00. Pronto! Um dos problemas está resolvido. Quanto a limpeza do lar, arrume uma faxineira quinzenal, para limpar a casa, irá gastar algo em torno de r$240,00/mês. A cada uma das funções que ele se nega a fazer procure encontrar formas de terceirizar, para ele ir se tocando de que os direitos e responsabilidades são iguais. As pessoas acostumam muito fácil com a moleza e se tem quem tome as iniciativas, com certeza acabará por se acomodar em cima de vc. A verdade é que vc é a maior culpada, por ter se permitido isso. Vá implementando essas mudanças aos poucos, para ele ir se tocando de que vc não está disposta a ser a empregada pessoal dele. Separação, também é complicado, pois vc terá que do mesmo jeito gastar aonde for morar, ou vc acha que é justo deixar seus pais serem provedores de mulher adulta?

    Resposta
  • Observador 2 de agosto de 2019

    Parece ter faltado diálogo. Ao que parece a atitude dele demonstra lhe questionar se você ganhando tão pouco não estarias “pagando para trabalhar” como se diz. Para não dependeres financeiramente por completo, dele, quem sabe costurares em casa por algumas horas ou secretariares algum consultório próximo da residência por um turno, seja interessante. Citei estes exemplos porque vizinhas de rua onde moro, fazem tarefas desses exemplos que dei!

    Resposta
  • Paulo Miranda 2 de agosto de 2019

    Estuda e se qualifica pra ganhar mais do que ele

    Resposta
  • flora 2 de agosto de 2019

    maridão chato hein amiga, porem pelo menos você sabe que essa chatice é só por que ele ganha mais, o jeito é se esforçar para ganhar mais ou pelo menos o mesmo salario, afinal se fosse ao contrario duvido que você seria vista como a chata da historia rs, afinal ele esta te ajudando a si tocar que quanto mais dinheiro cada um leva pra casa, mais confortável vai ser para os dois,

    Resposta
  • JackSparrow 4 de agosto de 2019

    Toda vez que acontece a igualdade monetária no relacionamento, o homem sempre é o lobo mau da história, ele tá certissimo. Você não é empoderada ? Então trabalhe mais você consegue e tenha mais renda, simples

    Resposta
    • Kagura 7 de agosto de 2019

      Igualdade monetária? Qual parte de ele ganha mais você não entendeu? E outra, se não tem vergonha na cara pra deixar de ser um lixo preguiçoso imundo, que pague uma diarista. Era só o que faltava ter que dividir as despesas de casa e fazer o serviço todo sozinha. Pra você moça do desabafo, caso o seu marido porco e nojentinho não tome jeito, vai pra casa do seu pai sim. Antes fazer serviço doméstico por alguém que trabalhou pra criar a gente do que pra um folgado que trabalha menos que a esposa e não serve pra lavar o copo que suja. Isso é moleque mimado, sem solução. No discurso adoram dar uma de príncipe mas na prática é muito diferente. Ele tá te fazendo de empregada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *