Marido preguiçoso

O meu marido é preguiçoso deixou o trabalho que tinha há mais de um ano, deixou porque estava doente, tinha depressão. Eu estava grávida, tive que aguentar a crueldade, o silêncio, a paranoia (tudo. ) dele. Agora que o subsídio de desemprego vai acabar, ainda reclama quando se põe a possibilidade de ir ganhar €2000 (não sei quanto é que é em reais) para a Bélgica diz que é pouco, que o aluguer é caro. Só me apetece gritar e dizer-lhe que pare de frescura besta. Ah ele já não está com depressão, só pensa que o trabalho vai cair do céu! Que nervos! já lhe gritei muitas vezes que ele não quer é trabalhar, é preguiçoso, quem é que pensa dessa forma quando não se tem nada? e €2000,00!pensa quê? que vai ganhar 5000 logo no inicio e com a idade dele? está sonhando! que nervos! às vezes sonho que arranjo um bom trabalho e que fujo com o meu filho e ele que se amanhe! não tem vergonha!

Etiquetas
preguiçoso

12 Comentários

  1. Não grite mais com ele. Se puder, converta essa energia em providência que favoreça a você e ao(s) seu(s) filho/a(s): não fantasie mais com um emprego, mas busque-o se possivel for. Não comente nada ainda, primeiro esteja cercada de alguma segurança. Então terá mais liberdade para decidir sobre o que fazer do seu casamento e das suas emoções em relação a essa união.

  2. Então você não trabalha e ainda se queixa do seu marido? Vá trabalhar e seja um exemplo para seu filho e deixe de reclamar quando você faz bem pior.

  3. Caro(a) R.,
    A jovem senhora trabalha, sim, e muito. Ou pensa que uma dona-de-casa tem poucas tarefas, e que custaria bem pouco se ‘compradas’? Provo que não: pense apenas na conta da lavanderia e no salário da cozinheira, e veja o quanto ela deixa de receber ao longo da vida.

  4. Meu caso é o mesmo, ele saiu do serviço em dezembro de 2014, e não me ajuda em nada, nem pensa em arrumar um serviço é muito dificil, ainda moro de aluguel é duro o dinheiro não da só quer ficar atoa e gganha tudo na mão, eu não estou aguentando mas, peço a deus todo dia uma solução não aguento mas sofrer, mas cada um tem uma cruz para carregar, espero que a minha esteja no fim.

  5. olá Boa tarde, a culpa do teu marido perder o primeiro emprego é exclusivamente tua, pois se ele andava com depressão devias do ter ajudado e em vez disso falaste mal dele ás pessoas, como se não bastasse, não o deixavas descansar e ainda por cima passas o tempo a dizer que o vais deixar. Andas a traí-lo e depois dizes que ele anda paranoío.
    Quem precisa dum tratamento és tu. Ele a querer fazer pela vida e a arranjar muitas maneira de terem dinheiro e tu queres deixa-lo e ainda por cima com um filho pequeno.
    Ganha juízo, sê amiga dele, unam-se e PÁRA E FALAR MAL DELE E SOBRE ELE.
    Espero ter ajudado. Tudo de bom.

  6. Olha, não sei sua idade, mas se ainda é jovem, a culpa não é sua, essa é a vida que ele esta escolhendo, procure um emprego, refaça sua vida, cuide do seu filho, cuide de voce, se ame. De valor as pessoas que te querem bem.

  7. vo fala de mim um pouco meu marido tem 68 anos e eu tenho 47anos ele náo gosta de trabalhar ele é mecanico trabalha em casa trabalhava numa olficina mais ele náo para em serviço nem, um deu 6horas ele vai pr buteco volta caido pr perna eu náo vai atrás da posentadoria dele ,ganhei uma casa minha casa minha vida eu pago de prestaçao 25 reias é o preço de um quilo de carne a minha casa tem muita coisa pr fazer só que ele náo tem vontade de fazer nada as vezes vem cliente aqui na minha casa eu escuto ele dispensando cliente sem ter serviço dentro de casa minha vida com ele náo é fácil o que eu faço minhas amoga me ajude..

  8. Levante a cabeça e va em frete, meu marido tbm é assim. Ou meu futuro ex: Deus te fez plena força!

  9. A depressao nunca passa. Ele não acredita mais nele. Sabe não é positivo e isso faz muita diferença. Medo de ser rejeitado de ser um fracasso..isso bloqueia a pessoa.nao há motivaçao percebe? O que pode fazer é leva-lo ao colo e pedir a pessoas ao vosso redor para o motivar..dizer que ele capaz que tem de continuar a assegurar o papel de chefe de família.isso ouvido de outras pessoas da outro impacto.nao é só critica.que destroi. Tambem em casa ilogia)lo por tarefas que fala..se não dizer até isso ele vai deixar de fazer..nao pode criticar mas sim valorizar. Ele esta fragilizado.é doença ele não tem culpa.continua a ser a mesma pessoa. Ele só tem de perceber que ele não é aquilo e que tem de lutar contra ela..acho que ele se conformou..mas tem de ser ele a perceber..a ficar feliz quando se encontra.

  10. Moro com meu namorado, ele não trabalha e eu sim, passa o dia jogando no pc, chego em casa e muitas vezes tenho que limpar. Reclamo e ele acha que faz muito quando passa café e lava a louça.
    Sendo que todo o resto quem faz sou eu, estou de saco cheio, de vez em quando ele vai ajudar a mãe dele e graças à Deus ela dá um bom dinheiro para ele, ele só a procura quando precisa mesmo, faz umas 2 coisinhas para ela e ela dá 200 reias ou mais.
    Uma hora vou embora, no começo ele trabalhava, depois saiu do trabalho e eu arquei com tudo sozinha, mas de tanto eu reclamar ele está tomando vergonha na cara e está ajudando a mãe dele, para conseguir uma ajuda, se não fosse ela passávamos fome, porque muitas vezes falta dinheiro.
    Não temos filho, nem quero com ele, ele tem 30 anos e acha que é um guri ainda para viver jogando.

  11. Evitem homens:

    Possessivos. Ciumento, inseguro e controlador. No início da relação esses sinais podem até parecer positivos, pois a mulher tende a se sentir protegida e amada pelo parceiro, mas a tendência é que, com o tempo, esse excesso de “zelo” a sufoque. Exige que toda a atenção dela seja voltada exclusivamente para ele. Fuja desse tipo de homem, pois é impossível manter um relacionamento saudável sem que haja confiança, e sem que um saiba respeitar os sonhos, os interesses e o espaço do outro.

    Mentirosos – está tão habituado a mentir que até ele acredita que está falando a verdade. Você já pegou várias mentiras dele. Ora ele mente sobre o que fez no final de semana, ora sobre o motivo de não ter lhe ligado como havia prometido. Está sempre se justificando ou omitindo alguma informação de você. E uma mentira leva a outra, e mais outra, e mais outra.

    Indiferentes – Não dá importância para o que você pensa e muito menos para o que você sente. Faz pouco caso dos seus sonhos e metas e não faz nem questão de conhecê-los, porque está ocupado demais com a própria vida. Toma suas decisões como se a companheira não existisse. Esposas de homens assim se sentem desvalorizadas e rejeitadas.

    Críticos – Não é capaz de valorizar e nem sequer notar as qualidades da esposa. Nada do que ela faça está bom. Só sabe apontar seus defeitos e faz questão de ressaltá-los a todo momento. Sempre dá um jeito de culpá-la por tudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar