Esposa preguiçosa, não sei o que fazer!

desabafos sobre problemas e dramas familiares e do dia a dia em familia

Tenho 20 anos, há 2 anos conheci a mulher que seria hoje a mãe do meu filho. Ela morava com a avó na roça, quando a conheci, e sempre a vi bem prestativa, limpava a casa, lavava a louça tudo nos conformes. Inesperadamente, em novembro de 2017 ela engravidou, hora nenhuma rejeitei ou sequer mandei ela abortar, mas nessa altura fazia alguns meses que eu estava morando longe, em outra cidade a 160km. Com essa gravidez veio várias humilhações perante a família dela, e ela desesperada pediu-me para tirá-la de casa, prontamente eu o fiz, em Junho começamos a morar junto, e ela estava no final da gestação. Ela cozinhava e fazia algumas coisas dentro de casa. Após ela ganhar o nosso filho, ela passou o período de resguardo com minha mãe, que por sinal gosta muito dela. Só que de uns 2 meses para cá, ela deixa acumular roupa por semanas, não quer fazer uma comida, malmente toma um banho, tudo tem que ser debaixo de muita briga, ela diz que se sente cansada por olhar o bebê, mas sempre que posso eu ajudo. Hoje pedi para ela fazer uma comida por que eu estava com fome, ela mandou eu comer miojo ou comprar na rua. Isso me deixou enfurecido, ela ainda teve a audácia de dizer que não deve nada a ninguém, peço para ela lavar a louça para não passar a noite suja, ela diz que no outro dia lava, ela só quer fazer o que ela quer e não o que tem que ser feito. Eu não sei mais o que fazer, eu não quero que ela volte para a casa dos pais pois amo muito meu filho, mas não quero conviver com uma pessoa folgada assim. Não sei o que fazer

13 COMENTÁRIOS

  1. Pelo jeito vc tbm não está entendo o lado dela, não me parece que ela seja uma pessoa porca, me parece uma pessoa cansada e frustrada, entenda que vcs são jovens, ela de repente se viu grávida e agora está vivendo num carcere praticamente (a familia tbm a rejeitou), tenha paciência. Bebe pequeno enche o saco, deixa a pessoa irritada e sim pode destruir casamento se a coisa não for pensada e conversada antes, como foi o caso de vcs, entenda que pra ela tbm deve estar sendo bem dificil, e vc só cobra e cobra, quer mandar na hora que ela vai lavar louça, quer mandar no jeito que ela toma banho, tome um chá de paciência, se gosta msm dela e do filho de vcs, seja o braço direito dela, tente ajudar nas tarefas domésticas e do filho, sabe o que vejo muito homem fazendo? vejo eles chegando do serviço e dando um passeio com a criança para deixar a esposa um pouco livre (não é pq é mãe que não se sinta de saco cheio com isso), para que a esposa tenha um momento de paz, de silêncio, se não faz isso, comece a fazer já. Chega do serviço, pega o seu bb e vai andar com ele, volta dali uma hora ou duas. Deixe essa mulher desfrutar um pouco de paz, creio que as coisas vão melhorar. Se ver a louça suja ao invés de brigar com ela, pega e lave vc, se ela for boa moça, pode ter certeza que ela não te deixará lavar louça por muito tempo. Tenha maturidade e assuma as suas responsabilidades, tenho certeza que isso será muito bom para vc como homem.

  2. Esse homens são muito folgados mesmo. Aposto que se vc morasse sozinho faria comida, lavava louça, mas como acha que tem uma escrava em casa, não se prontifica a contribuir. O mundo hoje e outro, onde mulheres trabalham fora, dividem contas com os maridos, e nada mais justo que dividir as tarefas da casa também, e sem contar que muitos maridos acham que e só fazer o filho e pronto, e deixa a educação do filho só com a esposa. Ridículos.

  3. Pro macho que tá achando a vida ruim e difícil porque a esposa se recusa a ser faxineira e dona de casa além de babá, você tem duas opções: vá pro mercado de trabalho ganhar 30% menos ou passe o dia inteiro trocando fralda suja, noites sem dormir, limpando privada e com uma criança solicitando sua atenção 24 horas por dia. E pensar que tem “pai” que acha ruim e reclama quando a mulher pede pra ele cuidar do bebê 10 minutos pra ela ir no banheiro. Ou mães que mal tem tempo de lavar o cabelo direito pra dar conta de tudo. Tá ruim? Diga pra ela ir trabalhar e fica em casa. Não vão ficar três meses sem precisar de ajuda psiquiátrica, no mínimo.

  4. Muito pelo contrario, as mulheres que conheço trabalham fora o dia inteiro pra ajudar nas contas, quando chegam em casa vão fazer as tarefas domesticas, e os bonitão chegam vão descansar como se só eles tivessem ido trabalhar pra sustentar a casa(E creio que a maioria das famílias são assim). Concordo que homem não e obrigado a sustentar mulher, mas também concordo que mulher não tem que ficar lavando roupinha de homem e nem ficar fazendo a comida sozinha pois não e so ela que come, não e so ela que suja roupa….

  5. Que pensamento machista é esse? Ambos deve lavar sua casa, quer comer? Faça, quer sua roupa passada? Passe, assim como se ela quiser algo ela que busque, agora se está tão difícil pra vc contrate uma empregada doméstica que te ajudará , um ajudar o outro não tem problema, agora cobrar oque vc não da não tem como

  6. Bingo! Por isso não vou ter filhos!
    Teria filhos sim, se eu pudesse ficar em casa cuidando dos filhos e da casa e sendo respeitada pelo meu marido. Seria a melhor mulher e mãe e esposa dona de casa do mundo! Pq eu acho sim, que se a mulher não trabalha e é sustentada pelo marido ela tem que prover o melhor para o lar…
    Agora eu preciso trabalhar! Para que ter filhos? Para me dizer né! Sem chances…filhos só para mulheres ricas que podem pagar empregadas ou que o marido aceita sustentar! Do contrário a vida vira um inferno de obrigações.

  7. Amigo, vamos lá! Pelo teu relato vi que vocês são bem jovens, e pelo o que tudo indica, vocês não tinham maturidade alguma nem pra casamento e nem pra ter um filho, vocês não planejaram nada e aconteceu, no susto. Eu entendo o seu lado, trabalha, tem que colocar comida em casa, sustentar sua família. Mas eu entendo sua esposa também, ela é jovem, já tem um bebê, não tem apoio da família e de quebra tem que lidar com suas cobranças. O grande problema de toda essa situação realmente é a falta de maturidade de vocês, as coisas só foram acontecendo sem vocês sequer terem planejado, e agora vocês não estão sabendo lidar. Sobre sua esposa, existe uma grande possibilidade dela estar com depressão.

  8. então…não sei quanto tempo tem o bebê, mas já cogitaram de colocar ele em uma creche, e ela trabalhar fora? e quando ambos tiverem em casa, ambos devirem as tarefas domesticas, as contas e os cuidados com o bebê? ou os dois ajudarem a pagar uma empregada domestica ou uma diarista? seu relato é sim machista e desrespeitoso, pois vc tem apenas 20 anos e tem um discurso como se vivesse naquele tempo em que as mulheres cuidam só da casa e dos filhos e homem só tem que trabalhar fora, hoje em dia a nossa sociedade é constituída de outra forma e a sua esposa como uma mulher jovem não esta feliz com essa vidinha sem graça de “amelia” que vc esta impondo para ela, no seu relato vi a frase “eu não quero que ela volte para a casa dos pais pois amo muito meu filho” pelo demostra que vc não gosta dela, só esta com ela por causa do bebê, vc não quer ficar longe dele mesmo, ou não quer pagar uma pensão a ela? e existe tbm a possibilidade dela estar com uma depressão pós parto, procurem um terapeuta para vcs, não só para ela, mas para ela, vcs precisam de uma terapia de casal, e pense nas sugestões de que eu deixei no inicio da minha resposta.
    (dividir tudo!!!)

  9. Contrate uma doméstica, amigo. Se é sua esposa, se com ela resolveu-se por ter filhos seus, deve ser porque a ama e porque deseja que ela tenha uma vida o mais confortável possivel. Portanto, uma empregada doméstica seria a solução. Eu acho.

  10. Li o seu relato, mas nada consta qual é a exatamente a sua participação de responsabilidades nessa relação. Alguns homens acreditam que o seu papel de provedor do lar, o isenta de outras obrigações, mas esse modelo comportamental de gestão do casamento, está completamente ultrapassado. Eu já vivi a realidade de ser uma profissional, em que dedicava quase 10 hs por dia para o meu trabalho, mas vivi também a realidade de ser uma dona de casa, cuidando de um bebê, quando a empresa em que trabalhava fechou e tive que dispensar a minha ajudante do lar. Posso te garantir que o trabalho doméstico é infinitamente mais cansativo, entediante e pouco valorizado por aqueles que nunca tiveram que viver essas rotinas, agora imagine conjugá-lo com as responsabilidades de dar assistência a um filho. Hj mesmo só para limpar a minha cozinha, já fiquei exausta. A sua esposa está estressada e precisa do seu apoio. Fique um mês fazendo tudo o que se necessita em uma casa e ainda cuidando de um filho, para ver se vc aguenta. Pare de ser um machista, pois nenhuma mulher é feliz vivendo com um homem que não tem compreensão.

  11. amigo, ela é sua esposa não sua empregada doméstica e outra, não existe essa de “ajudo” sempre que posso, homem faz a parte dela das tarefas da casa! Para de ser chato e ou paga uma empregada ou então começa a cumprir com sua obrigação na limpeza
    machista

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here