Engravidei e meu marido mudou muito

Tenho 23 anos e sempre trabalhei para ser financeiramente independente.

A 1 ano conheci meu marido e minha vida mudou totalmente. Engravidei em fevereiro e estava muito feliz e empolgada, até que fui demitida por justa causa do meu serviço.

Hoje em dia passo todos os dias em casa sozinha, eu nunca gostei de ficar sozinha e nem ser uma dona de casa, porém com a gravidez em andamento não tenho outra opção.

Meu marido que enquanto namoro sempre se mostrou muito organizado, hoje não me ajuda em nada em casa e age como se tivesse uma empregada. Sei que ele trabalha para me sustentar também, mas ele não estaria trabalhando para se sustentar se não morássemos juntos?

Quando raramente peço ajuda com a casa ele resmunga e muitas vezes enrola e não faz, fala como se fosse minha obrigação por estar o dia todo em casa.

Eu não tenho amigos e quando falo em ir ver meus pais muitas vezes ele acha ruim. Aos domingos que ele está de folga sempre vem com um discurso que precisamos sair porque eu fico muito em casa, mas sempre acabamos indo em churrascos ou encontros com os amigos DELE.

Muitas noites ele me rejeita na cama dizendo estar cansado ou preocupado, fora isso sempre me abraça, da carinho e procura estar presente na gestação, mas a questão é que sinto que não sou suficiente para a felicidade dele.

Atualmente estou no 8 mês de gestação e não tenho dinheiro comprar nem 1 tiptop para meu filho, não conseguimos montar o quarto e nem pude fazer o tão sonhado ensaio fotográfico que sempre quis.

Estou com medo que as coisas só piorem após o nascimento do nosso bebê.

0 0 votar
Avaliar Desabafo
4 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Empresario
10 months ago

seu marido não mudou porquê você engravidou e sim porquê tu não está trabalhando e ele está te sustentando, caia na real hoje em dia os homens não querem mais donas de casa não querem mais sustentar mulheres nem que eles sejam ricos, os homens perderam a paciência de sustentar mulhe,os unicos que tem essa cabeça de sustentar mulheres para serem donas de casa são os homens mais velhos acima dos 50 anos, os homens jovens não querem mais donas de casa a mulher perdeu esse direito de ser sustentadas pelo marido agora são obrigadas a trabalhar também, minha tia é psicologa e ela sabe disso tenho 100 % de certeza que é por isso que teu marido mudou se tu voltasse a trabalhar e ajudasse ele com o dinheiro que recebesse ele voltaria a ser que nem antes.

ana julia
10 months ago

Não é muito comum um empregador demitir uma funcionária por justa causa, especialmente se a mesma estiver grávida. Existem leis que amparam a trabalhadora, nesse sentido e talvez seja interessante, você conversar com algum advogado, da justiça gratuita, sobre essa questão. Aparentemente o seu marido está preocupado, com o fato de ter se tornado o provedor de uma esposa e filho que está por nascer, pois tudo indica que ele não desejava que a vida dele tomasse esse rumo, esperando que você continuasse a ser o outro alicerce financeiro do lar, ajudando-o a melhorar as condições de vida do casal e não uma dependente. Se a sua gravidez foi saudável e não existia restrição ao trabalho, poderia ter corrido atrás de uma atividade como autônoma, para conseguir alguns recursos, até mesmo para comprar o enxoval do seu filho. Você casou com um assalariado, portanto, se o mesmo não tem como terceirizar ajuda para contratar alguém para organizar a sua casa, infelizmente esse lance acaba sobrando mesmo para vc, pois a situação por hora ficou definida que ele trabalha e você cuida do lar. Cada qual com suas responsabilidades. Se porventura você trabalhasse fora é evidente que ele teria que ajudá-la com os assuntos domésticos e com duas fontes de renda, poderia até contratar uma diarista, uma vez por mês para a limpeza pesada.

ANGEL
10 months ago

ele tem razão em estar preocupado, criança dá muita despesa, ele não estava preparado financeiramente para essa criança e logo depois você foi demitida. Se coloque no lugar dele, pare de pensar em book fotográfico.

Observador
10 months ago

Existe uma diferença em se sustentar sózinho e em pouco tempo sustentar esposa e pagar todas as despesas que um filho proporciona até os cinco anos, em especial. Noutra ponta parece que já tinhas tudo definido: engravidando nos primeiros meses de casada, demissão por justa causa (sem poder argumentar a reversão). Se ele for jovem, parabéns: segurar essa onda não é facil, ainda mais se ele estiver nos primeiros anos de trabalho!

Botão Voltar ao topo