Casamento frio e incompatível

tenho vinte e um anos e sou casada há 2 anos. meu marido tem 58. Nos temos um bebe de 10 meses. quando namorávamos, era tudo maravilhoso, viajávamos muito, passeávamos, ele me acompanhava nas coisas, conversávamos e sexo todo dia, até aparecer a minha barriga na gravidez. não foi planejada mas vi que ele ficou extremamente feliz. quando contei para minha mãe e amigas só de confiança, elas falaram que ele me engravidou de propósito. e eu avisava muito para ele. enfim, o bebe nasceu, ele participou de TUDO, comprava roupinhas, estava no parto, e ama cuidar do bebê até hoje. O problema é,ele agora só cuida do bebe e trabalha. passa horas a fio no computador. não faz NADA dentro de casa. porem ele nos sustenta de TUDO e com muito luxo, até me deu uma cachorrinha para me fazer companhia na gravidez pois me sentia muito só(passei minha gravidez no exterior). Sinto que a nossa relação é uma “troca de obrigações” o sexo virou uma porcaria, é tão triste que até tenho vontade de chorar. Não curtimos mais um ao outro e eu já CANSEI de dizer que nosso casamento não consiste só em cuidar do nosso filho, que eu amo, mas não pode ser. Ele pôs o bebe para dormir na nossa cama e para mim foi a gota de água pois além de tirar nossa liberdade, é muito desconfortável, pois ele se mexe muito. Durmo em outro quarto. Não fazemos passeios, nem assistimos um filme em casa. Nada de diferente, nada especial. Às vezes me sinto como a filha dele, pois ele se preocupa em me deixar bem amparada financeiramente e segura. Por momentos, melhora, mas aí eu Caio na real que não tem mais volta aquele namoro delicioso de antes e deprimo. Queria muito separar! Mas voltei a trabalhar agora e não teria com quem deixar meu filho. não da para ser escolinha pois sou modelo e meus horários são totalmente aleatórios. ele é empresário. sei que ele vai dar pensão e tudo, mas dinheiro não é tudo. sei que as pessoas acham que eu só estou com ele por dinheiro por ele ser bem mais velho, mas eu amo ele e sofro todo santo dia. Sem falar que eu tenho pena de deixar ele sozinho, sem o filho sabe? Ele tem outro mas já está casado. Não consigo também entender porque o sexo é tão ruim, se quando saio na rua percebo que chamo muita atenção, constantemente recebo convites e etc, muitos elogios. Parece que somos colegas morando na mesma casa! Por favor me ajudem a ter alguma perspectiva diferente! Detalhe, já conversei mil vezes e NUNCA adiantou em nada :(

0 0 votar
Avaliar Desabafo
4 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Luan
28 days ago

Vc ficou com um cara de 56 anos aos 19, mds véi é óbvio que isso não ia da certo.

Elisabete
24 days ago

Calma, um bebe meche com a rotina da casa e dos moradores, eu estou na mesma pois tenho um bebé de 4 meses. Não joga tudo para o alto, se você o ama tenha paciencia. Não queira resolver as coisas agora, tudo vai se encaixar e aos poucos vocês vao retomar a vida de vocês

ana maria
23 days ago

A sua história de vida, é quase igual a minha, só que a sua diferença de idade é muito maior, do que o relacionamento que vivi. O meu marido tinha 19 anos de diferença, da mesma maneira era empresário, morávamos em um imóvel confortável, tinha empregada e diarista, mesmo eu achando desnecessário toda essa estrutura, para manter um imóvel de 2 dormitórios. Fiquei grávida na minha lua de mel, pois havia esquecido a minha cartela de pílulas no Brasil e quando cheguei no México, tive que comprar um anticoncepcional de outra marca, mas não deu certo e acabei engravidando. Da mesma maneira, era super dedicado a criança, adorava dar banho e trocar fraldas o que difere um pouco do seu marido, nesse ponto, mas as nossas rotinas a cada dia ficavam mais densas e o desinteresse pelo sexo da parte dele, foi cada vez aumentando mais. Imagine, com 30 anos de idade, no auge da minha maturidade sexual, chegava a ficar um mês em recesso. Logicamente, acabei o meu relacionamento, pois era jovem demais para ficar dividindo os espaços como uma irmã. Fiz uma separação amigável, deixei claro que ele poderia visitar o filho quantas vezes desejasse, desde que combinasse comigo antecipadamente, fora dos dias legais (quinzenais) e a vida seguiu normalmente, casa qual se respeitando. O meu filho cresceu, é feliz, não tem recalques. O segredo é fazer essa passagem da separação, sem passar stress para as crianças.

Lady Ag
23 days ago

Minha querida, acho que a melhor coisa que você poderia fazer com um bebê pequeno em casa, e jovem, tendo condições, é investir no seu futuro e estudar algo relacionado com o que você gosta, como Moda, algo agregue na sua atual profissão- hoje com o ensino a distância é perfeitamente possível- se o seu marido te ajuda com os cuidados. A partir do momento que você tiver um objetivo de médio prazo/longo prazo, estudar e empreender em algo para você, com certeza você gerará confiança no seu relacionamento. Como você já casou com um homem maduro, dificilmente mudará os hábitos e comportamentos dele. Se você ao menos gosta da companhia do seu esposo, o admira vá relevando (a não ser que fique insustentável). Você estará comparando a sua vida de antes, com a atual perspectiva. O cenário mudou, faço um plano de vida condizente com o seu momento atual e felicidades!

Botão Voltar ao topo