par perfeito

Eu odeio minha enteada

Desabafa > Desabafos Femininos > Problemas Familiares > Eu odeio minha enteada

Eu odeio minha enteada, me dou muito bem com meu marido mas quando o assunto é essa garota sempre acaba em brigas! Ela é igual à mãe que é interesseira! Só liga para pedir coisas e dinheiro e eu nunca posso dar opinião, ele atende prontamente aos desejos dela e ela já tem um gosto refinado quando vamos ao shopping pede as coisas mais caras da loja sendo que não temos condição, quando meu marido ficou desempregado pagou 6 meses adiantado de pensão porém passou esse tempo e ele não conseguiu emprego então a mãe dessa santinha fez um acordo verbal, o que não se deve confiar mas enfim corria tudo bem, a minha enteada pediu uns ténis caríssimos desses coloridos berrantes ridículos o qual a mãe dela tinha negado categoricamente, mentiu para o pai dela dizendo que estava até passando fome! O coração mole foi lá e comprou (ele sempre me consultou antes de comprar qualquer coisa e dessa vez não me consultou) quando a garota chegou em casa com o ténis proibido a confusão se armou e a mãe dela veio no outro dia em casa fazendo escândalo e disse que ia coloca-lo na justiça pela pensão, eis que veio o processo num valor exorbitante e não tínhamos dinheiro e ele foi preso por 30 dias! Por isso eu odeio as duas!

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading ... Loading ...

Respostas (7)

  • Homem

    Primeiro que este ódio não irá te levar a lugar algum, segundo, o seu marido tem a responsabilidade de garantir o alimento da filha. No momento recomendo se afastar das duas para não alimentar a sensação de ódio, com a cabeça mais fria converse com o seu marido sobre a atitude do tênis e pondere que as próximas decisões devem ser tomadas com bom senso e sensatez. Ore a Deus para que retire este ódio em seu coração, pois qualquer dia destes você poderá tomar uma atitude que se arrependerá pelo resto da vida.

  • s

    A lição que ele recebeu não há de ser esquecida. Pois apesar da raiva que sente, ele precisava disso a modo de aprender a lidar mais astuciosamente com coisas dessa natureza e não por meio de remorsos ou de culpas, nem tampouco e sobretudo sem antes cercar-se das devidas garantias documentais.
    Não comente mais sobre o episódio, pois o silêncio reforçará a reflexão que ele certamente fará a respeito.
    Quanto às pessoas da ex e da garota, o contrário e um contato mais polido é que seria coisa de espantar. Portanto, não há aí novidades, amiguinha. E já sabendo disso, há de ter uma ‘visão de cima’ quanto a possíveis episódios semelhantes no futuro: ‘guerrinhas de nervos’, informações truncadas, recados ‘arrevesados’, enfim as conhecidas ‘armações’ que mãe e filha de comum acordo, por meio de combinações explícitas ou não entre elas, poderão promover a fim de, frustradas que são ambas, interferir no novo casamento do seu esposo. Deverá manter diante disso a maior isenção emocional possível sempre, a modo de administrar com sabedoria e esperteza as defesas que precisar empreender.
    Deixe o seu esposo um pouco fora dessas contendas. Bem entende que agora é ‘de mulher para mulher’ e que deverá estar preparada emocionalmente, revestindo-se da isenção necessária.
    Seu trunfo é que a esposa agora. E que ‘entre quatro paredes’ quem reina agora é você. Portanto tem muito a seu favor. O resto é saber agir e deixar de agir e/ou calar e falar , tudo na hora certa e do modo certo.
    Se a garota é interesseira, assim como a mãe, não poderá mudá-las. E nem se de a tal trabalho. Vá antes fazer as unhas e prepera-se para receber seu esposo à noite! E não tente proteger o dinheiro dele, querida. Uma parte disso o seu esposo muito provavelmente cede por ‘culpas’. E isso somente o tempo pode fazê-lo enxergar (ou não).
    De toda sorte o que interessa é que arrancam o dinheiro, mas o homem não! No seu leito ele fica e é o que conta!
    Deixe que se vão os anéis, pois os dedos ficam, compreende?

  • Mel

    Olá menina nossa que coisa” boa” desculpe meu desabafo mas é muito confortante saber q não é sou eu q tenho este problema ….eu tenho 2 enteadas td mulheres já td maiores com suas próprias vidas ,mas não deixam de atormentar a vida do meu marido financeiramente logico pq amorosamente raramente se quer ligam p ele p dar oi heheh ele esteve adoentado mês passado pensa q elas foram algum dia no hospital ??? muito capaz nem se quer um telefonema .. e semana passada veio uma delas dizendo q quer ajuda do pai p custear a lua de mel dela …. olha minha amiga eu sempre soube da existência destas pestes ,não é fácil não conviver com pessoas assim desumanas movidas pelo dinheiro sem nenhum caráter e nenhum tipo de humanidade ,porém eu agora mãe de 2 filhos dele não me deixo mais entrar e muito menos compartilhar estas brigas fúteis deles ,,, no começo me ariscava a participar mas agora eu não nem ligo o dinheiro é dele as filhas também então nada posso fazer a não ser tentar alerta-lo que ele cada dia esta contribuindo para elas se tornarem estas pessoas q são malvadas e sem coração e isso eu não posso deixar de dizer p ele tipo abrindo os olhos dele eu digo p ele q o dinheiro não traz felicidade não compra amor carinho então a minha parte é essa falar com ele mostrar oq ele esta fazendo e em relação aos meus filhos td dia é uma batalha p mim poder educar e ensina-los q a vida não é feita de coisas materiais e muito menos movidas a dinheiro coisa q a ex não ensinou a suas filhas eu como mãe faço a meus filhos eles tem 3 aninhos gêmeos peq ainda mas nunca quero q eles sejam nem de longe igual aquelas pestes … não se envolva amiga deixe ele ver como são as coisas ele por si vai ver e vc fica de fora e ganha mais admiração por ele …

  • Cacau

    Querida, o problema não é a menina adolescente que gosta de fazer compras com o dinheiro do pai. Ela é adolescente, e adolescentes gostam de comprar essas coisas mesmo. Como não têm dinheiro, o jeito é ter que pedir aos pais. O verdadeiro problema é o seu marido que não consegue se controlar e acaba dando tudo o que a menina pede. Tente conversar com ele COM CALMA e tranquilidade, dando a sua opinião, expressando o seu ponto de vista e se oferecendo a ajudá-lo no que for preciso para o bem de todos. Diga que sabe que ele ama muito a filha, mas que não pode ficar fazendo todas as vontades da menina, pois o dinheiro é pouco e existem outras prioridades maiores do que um tênis da moda.
    Já que ele está desempregado, encoraje-o a ir procurar algo pra trabalhar, afinal de contas ele tem uma filha e uma mulher que precisam da ajuda financeira dele.
    Fique calma, não se estresse com a filha do seu marido. Pelo contrário, tente ficar amiga da menina e tente conversar com ela, explicando a situação financeira difícil que o pai está passando. Se quer que o problema seja resolvido, então faça alguma coisa também, não fique aí só reclamando. Beijos!

  • aff...

    Como já disseram aqui, ele tomou uma bela invertida e agora deve começar a lidar com mais isenção em relação aos pedidos da garota, da mãe, em relação à pensão, etc. E se a lição ainda não foi completamente aprendida, deixe que o tempo se encarregue disso.
    E não fale a respeito. O silêncio às vezes vale mais que do mil palavras em certos casos.
    Quanto às duas, prepare-se. Elas não vão desistir. Seja fria em relação a elas para não prejudicar o seu casamento. E qualquer opinião que o seu marido vier a pedir a você, diga demonstrando interesse cauteloso algo como “talvez seja interessante consultar o advogado a respeito antes de tomar alguma decisão.”
    Mas isso apenas se ele pedir a alguma opinião sua.

  • silene

    ai, da um pe na bunda desse cara…. vc encontra homem melhor e menos banana…..

  • olha minha querida ,passo por esse problema a 10 anos ,a´t macumba a minha enteada ,digo a peste ,fez pra mim separar do pai dela..a mãe dela é um amor de pessoa ,tem um marido que fala a mesma lingua que ela,digo é companheiro de copo ,de balada e boates da vida.. enão me enche o saco é tudo paz e amor…mas a peste faz chantagem com o pai ,dorme o dia inteiro,com 19 anos de idade,troca a noite pelo dia ..não faz nada pra ajudar a mãe nem dentro de casa..já falei pro meu marido não dar mais nada pra ela,,só se ela fizer alguma coisa na vida tipo um curso ..e ele sabendo disso da dinheiro, presentes e manda ela mentir pra mim que não esta dando nada…só que quando eu descubro o barraco tá armado..já pensei em dar-lhe o pé na bunda ,mas não posso dar esse gostinho pra ela..pq eu e o pai dela nos amamos e sabemos que vamos sofrer..ele tenta contornar a situação ,dizendo que mente pra eu não brigar com elel..mas me sinto traida por ele,resumindo tomara que essa peste dos infernos arrume um namorado rico pra banca-la e suma da nossa vida

Deixar uma resposta

Não são aceites comentários que ultrapassem o limite de caracteres ou utilizadores com vários nomes.