Problemas de Infidelidade

Traí meu marido, conto ou não?

Nunca tive duvidas do meu relacionamento estou com meu marido, somos uma parceria incrível. Acontece que se mudou um novo vizinho para o lado da minha casa, e rolou muita quimica começamos a trocar olhares.
Com uma desculpa Começamos a trocar mensagens, eu escondida do meu marido ele da mulher dele.
Foi só uma semana de conversa e um dia eu estava sozinha, ele veio aqui para conversar e acabamos ficando e praticamente transando.
Não foi nem de longe o que tenho com meu marido, foi muito estranho beijar outra pessoa, e não ser meu marido ali me fazendo caricias.
Acontece que nem sei porque fiz isso, eu amo muito meu marido, não estamos com problemas na relação, nada de errado.
Mas eu também nunca menti para ele.
Ele me disse uma vez que me ama demais, e que se um dia eu quisesse trocar ele por outro, ele ia me deixar ir porque não quer me fazer infeliz, e se precisar me perder para me fazer feliz, ele não se importa.
Mas eu não quero perder ele, só não queria esconder isso dele.
Mas tenho medo dele ficar mal e com a autoestima baixa, mesmo porque eu vi que ele é simplesmente o cara mais incrível do mundo.
Eu com certeza nunca mais vou ficar com meu vizinho, minha dúvida é se conto para ele ou não.

6 Comentários

  1. Se você contar, certamente vai destruir a autoestima de seu marido. Se realmente tem no menor respeito por esse “maravilhoso homem”, fique com sua boca calada. Duvido que ele, mesmo que te perdoe, vai esquecer! Jamais! Simplesmente nao existe dor maior para uma pessoa do que a traição. Você traiu, o problema é seu, só seu! Conviva com isso.

    1. Se você realmente ama seu marido tenha pelo menos o respeito de contar pra ele. Não tem nada pior do que sofrer traição e não saber, e uma hora ele vai ficar sabendo, melhor que seja por você.

  2. Se você contar para o seu marido, nunca mais a sua relação será igual, pois foi rompido o pacto de confiança e isso se ele continuar casado com vc, pois por vias de regra a grande maioria dos homens iria pular fora, ainda mais se ele tiver personalidade e auto estima. Vc relata sobre a sua traição, como se fosse algo tão banal, ocorrido em algum momento de tédio das rotinas, em que passa a dar atenção ao vizinho para experimentar novos temperos, sem se preocupar com ninguém, mas sim em levar adiante os seus desejos. mas a medida que percebeu que o sabor do vizinho não lhe agradou, a química deixou a desejar, voltou frustrada desse encontro, reconhecendo que a comidinha caseira não era tão ruim. Afirmar que ama o seu parceiro, soa de forma extremamente falsa, pois quem vive de forma verdadeira esse sentimento, jamais iria conseguir chegar tão longe, fazendo o que vc fez. Se quiser continuar na mentira se cale, para fazer de conta que ele sempre teve exclusividade, mas se abrir a real, assuma as consequências. Apenas evite dizer com quem foi a sua pulada de cerca, para não haver tragédias,, pois terá que suportar além de tudo um clima de guerra, dentro do seu território, pois é bem provável que haja uma reação reativa por parte do seu marido, que irá tomar satisfação com o amante e o da sua esposa, além do afastamento da vizinhança, especialmente as casadas.

  3. É um cenário dificil para você e seu marido. Se seu marido foi corno, seu vizinho te vulgarizou: “te pegou” em tua casa. Respeitou pelo menos, nesse quesito, a esposa dele e se ela souber ainda vai dizer: meu marido é homem, se a vizinha colocou ele em casa!!! Valorize-se!!!

  4. Não tem escolha, vai ter que contar. ou você acha que o vizinho metido a garanhão vai ficar calado sobre ter conquistado a mulher de outro? ele vai sentir a necessidade de compartilhar isso com alguém, para se provar o conquistador que acredita ser. Já você só se arrependeu por que ele foi decepcionante na Hora H, diferente do que você esperava. Você só tem remorso e não arrependimento. Tem remorso de ter escolhido o amante errado pra pulada de cerca, aceite a verdade. Amor não passa nem perto do que você sente por seu marido, quem dirá respeito. Quanto antes abrir o jogo, “melhor”. Se tiver um pingo de decência você vai embora mesmo que o maridão queira perdoar. Prove que o ama de verdade cumprindo a mesma promessa que ele lhe fez. Deixe-o para outra que de fato o mereça e possa o fazer feliz. Mas é claro, o preço de tudo isso vai ser duas pessoas infelizes pois, esse tipo de situação é traumatizante para um homem, principalmente vindo de quem ele mais ama. A coisa certa a se fazer é sempre a mais dolorosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar