Sou diferente demais da minha esposa

Tenho 36 anos e entre namoro e casamento temos 19 anos juntos ela tem um filho que está com 19 anos e temos juntos uma menina de 11 anos. Gosto demais da minha esposa mas somo diferentes demais, pensamos diferente em até na criação das crianças, quando começamos a namorar achei que essa diferença o amor resolveria, enfim não resolveu e hoje acho que se estivesse separado eu conseguiria ir mais longe profissionalmente e seria melhor para as crianças também ao mesmo tempo parece que estou abrindo mão da minha família é um sentimento estranho, não sei o que fazer. Sei que nesse momento ninguém esta bem.

Ler
Perdi dois bebes e não posso engravidar e o meu marido me tratou como lixo

5 Comentários

  1. Poxa amigo, levou 20 anos para perceber isso? Acho que você não deveria se separar, mas sentar e abrir o jogo como adultos e depois acertar o que é melhor para ambos
    Uma coisa é certa: Caso se separe, vocês tem uma filha menor de idade e isso vai obrigar vocês manterem um contato eterno.

  2. amigao o que eu vou te manda e biblico antes de olha a trave no olho do teu irmao olha a atua se tu nao sabe trabalha nao culpe sua mulher nao envolve seus filhos nisso ninguem tem culpa de você ser um imcompetente

  3. não entendo, porque vc parece amar sua esposa mas está colocando as diferenças acima de tudo, porque vc quer acabar com o seu casamento? Vc aceitou o filho dela, deve ter enfrentado tanta coisa e agora está vendo que vocês são diferentes, que é insustentável mas procure não plantar essas coisas no seu coração, para de pensar nisso porque vc está criando uma coisa ruim para vc msm. Sua esposa tenta ser sua amiga? é companheira? te ajuda na gestão da casa? sempre procura te agradar, fazer o que você gosta de comer? Respira e depois coloca essas coisas na balança.

  4. A maior parte das diferenças são administráveis, desde que um dos lados não atrase a sua vida. Se por exemplo a sua parceira quer se manter como dona de casa e faz corpo mole para se envolver profissionalmente com alguma atividade remunerada, fica mesmo difícil haver uma melhor evolução financeira na sua vida, pois os seus dependentes irão consumir para suas necessidades pessoais, parte da sua remuneração. Casais inteligente crescem juntos e sabem como planejar seus investimentos, cada qual oferecendo os seus esforços pessoais. As famílias deveriam ser menores, ter um ou dois filhos no máximo, se não quiser ficar sempre preocupado com as contas.

  5. Passo quase pela mesma coisa que você! Sou casado há muitos anos, e minha esposa veio de uma família mais humilde do que a minha, não sei se vem muito ao caso, mas eu queria ter dado uma educação escolar melhor para meus filhos. O que não foi possível devido ela não permitir que eu fosse mais exigentes com os meninos, como por exemplo, estudar nos finais de semana, pelo menos enquanto não estivessem com boas notas em todas as matérias. Este é apenas um ponto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar