Sou casado e não amo mais minha esposa

Sou casado a quase 4 anos e tenho um filho de 2 anos.
Durante o namoro terminei com ela e depois de um bom tempo voltei com ela novamente, notamos e casamos e como vocês já sabem tivemos um filho, muito rápido não deu nem para curtir o casamento.
Mudamos para longe dos nossos país para seguir um desejo meu e ao longo dessa trajetória venho me arrependendo de ter voltado com ela e hoje não a amo mais, mão como ela me ama e não me sinto feliz e nem ela, que me cobra muito esse amor.
Estou me sentindo preso e não sei o que fazer.
Por favor me ajudem!

Ler
Ser aceitável na família do marido

4 Comentários

  1. você só tem uma vida e está vivendo o que a filosofia considera de amor platônico, onde você amava porque não tinha e agora que tem não ama mais, te aconselho a não se prender em um casamento ruim e sem amor por fachada, se você educar seus filhos bem isso não será problema algum,eu sou filho de pais separados e sou muito feliz vivendo em casas diferentes, viva a sua vida como achar melhor, afinal, amar é necessário, fingir um sentimento é ser preso à própria ética, não viver é burrice. não esqueça que a vida é um sopro, seja feliz agora ou nunca! Espero que tenha ajudado. até breve!

  2. Parece que você optou pelo casamento para “sair de casa” (dos pais). Ai não existiu amor mesmo e, o que você percebe é que tomou uma decisão paliativa: não é se afastando que resolverá alguma “pendência familiar”. Como pai que és já deves ter percebido que pais x filhos possuem um elo forte. Sugiro colheres o aprendizado que esteja surgindo entre você e teu filho e, posteriormente resgatares o convivio com teus pais. Se possivel pela internet ou fone já comeces uma nova relação com eles. A vida passa rápido e quando vemos nossos pais já vão partindo para outra dimensão: este convivio familiar é muito importante e determina o amadurecimento sentimental que nos fortalece por toda a vida.

  3. Acabou o amor ou acabou a paixão? Em todo o relacionamento, a paixão inicial acaba com o tempo. Cientificamente falando, dura no máximo 2 anos. Depois do fim da paixão, o que fica é o “amor” (uma espécie de “amizade romântica”, um companheirismo, um cuidado). Porém, mesmo quando fica o amor, devido à convivência contínua, é natural que os defeitos do outro fiquem mais visíveis para nós e que atitudes que antes relevávamos, se tornem mais difíceis de aturar. E é aí que geralmente começam as discussões e/ou desgastes. Então, a primeira pergunta é: você nutre algum carinho por ela, aprecia sua companhia em determinadas situações? Se a resposta for sim, é possível que você ainda a ame, e esteja apenas desgastado ou entediado com a rotina da relação. Porém, se a resposta for não, aí sim seria o caso de considerar o término.
    (continua.)

  4. Se o amor ou paixão de ambos já acabou e que não sentem o mesmo um pelo outro, o divórcio é o melhor caminho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar