Não aguento mais o meu padrasto

Eu mudei a um ano e meio para a casa da minha mãe e do meu padrasto, no início era tudo lindo. Até que aos poucos ele foi separando a minha mãe de mim, até me disse que ela é minha superior, não minha amiga! Assim foi se tornando machista, e tóxico. Eu não posso fazer nada por que ele já inventa coisas para minha mãe. E eu ainda tenho que servi-lo, cozinhar para ele por mais que eu esteja ocupada. Ele não ajuda minha mãe em nada, faz comentários, “brincadeiras” e piadas desnecessárias sobre a aparência dela e minha também. E ela não percebe o quanto ele faz mal, até prefere ficar do lado dele.
Ele sempre se esconde atrás da postura do “cidadão de bem”. Toda essa situação está me deixando muito triste e ansiosa. Não sei bem o que fazer.

Ler
Penso em desistir da faculdade mas lembro que tem a minha família

6 Comentários

  1. Olá, tudo bem?
    Em qual circunstância você se mudou para casa deles novamente? Tem como você voltar para onde estava? Se sim, essa é a alternativa que te daria menos dor de cabeça!
    Agora, se não, comece a constrange-lo. Se ele falar alguma coisa, olhe para ele fixamente sem rir, e sem dizer nada, se ele não parar, você diz ” Eu não entendi,Pq isso?”
    Quando ele pedir algo, ignore, finja que não o ouviu.
    Se sua mãe for tirar satisfação, faz a sonsa. Fala ” Não ouvi mãe, perdão” ou faz a técnica do ” Já vou!” E enrole para ir.
    Vá evitando ele, até o momento de conseguir sair dai,
    Boa sorte, tá?

  2. Não espere chegar à tortura psicológica porque é algo que marca pela vida toda: sempre virão lembranças. Converse com seu pai ou avós: afinal se fostes para casa da tua mãe, por pedires para ir, o retorno e a acolhida deles será certa!

  3. Se existe a possibilidade de ir morar com seu pai, avós, irmãos, saia daí. Ou divida um imóvel com alguma amiga. Só não fique exposta a esse lixo abusivo que é esse seu padrasto porque com essa gentalha as coisas só tendem a piorar. Conversa a sós com a sua mãe e exponha os problemas relatados, tente abrir os olhos dela. Se mesmo assim ela não se tocar, saia de casa sem olhar para trás. Dê um desconto para sua mãe porque ela vive numa relação abusiva e nem sabe. Ou sabe, mas não sabe como sair dela. Se não houver meios de sair, use a técnica da pedra cinza com o seu padrasto, e ignore totalmente esse canalha. Não mova mova uma palha para ajudar ele, deixa se virar. Vai dar uma briga? Sim. Sua mãe vai te encher o saco? Vai. Mas se você não fizer o que ele quer, o que vai acontecer, ele vai te bater? Se sim, você já sabe o que fazer. Defenda a você mesma agora ou vai servir de empregada e chacota para esse vagabundo para sempre. Trabalhe, estude, seja independente e se livre desse povo de uma vez por todas.

    “Cidadão de bem” é sempre assim. Na rua: dá chilique em nome da família e valores morais. Em casa: humilha a esposa, trai, não ajuda em nada dentro de casa, incentiva a discórdia na família, é agressivo, mexe com menor de idade, pratica assédio. Ô raça que precisa acabar.

  4. infelizmente morar na casa dos outros é assim msm, as regras são da pessoa. Vc teria que conversar (a sós) com sua mãe e ver as coisas com ela, dizer que algumas coisas lhe incomodam e ver o que ela te fala porque sinceramente a intrusa é vc, até ontem viviam só os dois na casa, é óbvio que esse homem vai exigir que você faça alguns serviços domésticos até porque ele não quer que você fique para sempre aí e nem more de “graça”. Ele não é seu pai, não vai ter o amor que um pai teria (olha que tem muito pai de sangue pior que esse seu padrasto, então até que você está bem). Acho que você tem que procurar um meio termo e não bater de frente, aprender a lidar, porque mudar ele não vai. Infelizmente muitas pessoas não gostam dos filhos do parceiro, o consideram com uma terceira pessoa na relação e não curtem, não gostam que o parceiro divida a atenção com o filho, se sentem invadidos ainda mais quando o filho já não morava com a mãe/pai e depois passa a morar, é uma situação difícil para vocês dois viu, porque ele perdeu a liberdade dentro de ksa, tenho certeza que vários hábitos que ele tinha, ele deixou de lado por sua causa, em seu respeito, então é complicado. Eu acho que essas brincadeiras aí já demonstram uma leve irritação com a sua presença. Então deve estar sendo ruim para vocês dois. Se perguntar, provavelmente ele terá muitos reclamações a seu respeito tambémm.

  5. olha, quanto a sua mãe, converse com ela, mas se ela quiser continuar com ele (uma vez que você não pode forçá-la a mudar), deixa para lá, e saia você de casa. Mesmo nessa era de empoderamento feminino, tem muita mulher que fica se arrastando pelo cara, mesmo o cara maltratando, é um falta de amor próprio sem tamanho, e quanto mais ela faz isso, menos ele irá respeitar e considerar ela.. mas não tome isso para você.

  6. fala para o teu pai ir aí e quebrar a cara desse fdp, e se ele falar da tua aparencia, fala da dele tambémm

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar