Mulher acomodada

Há 7 anos namoro uma mulher e moramos juntos há 6 anos. Nesse tempo, depois de 2 anos de namoro fiquei noivo. O grande problema desse relacionamento é que desses 7 anos, ela praticamente trabalhou apenas no primeiro ano, de resto eu que pago todas as contas. Tenho um salário bom (na casa dos 5 dígitos), mas mesmo assim não gostaria de ficar com uma pessoa que não busca crescer profissionalmente. Trabalho de segunda a segunda, e ela fica responsável pelos trabalhos de casa. Mas mesmo assim ajudo em algumas tarefas como tirar o lixo e limpar o quintal do cocô dos cachorros todo santo dia. Ela gasta bastante tempo no computador e dorme bastante. Não temos filhos, e ela pretende ter um. Enquanto ela não tiver uma vida financeira estável, não pretendo dar um filho a ela. Todo esse tempo eu tentei fazer ela procurar um emprego, paguei pós, dei cnh, incentivo a estudar para concurso e até a tentar empreender, mas nada muda. O pior é que quando falo para estudar, ela fala “com que tempo?”. Às vezes tenho que comprar ifood porque ela não quis preparar o almoço ou janta. Quando reclamo, ela retruca falando que faz muito e tal. O tempo passa e as coisas parecem que não mudam. Às vezes penso que devo ser muito trouxa mesmo para ficar num relacionamento assim. Convivo bem com ela, mas essa questão financeira me incomoda bastante.

2.6 5 votos
Avaliar Desabafo
10 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Isabela
2 months ago

Eu imagino, incomoda você ralar o dia inteiro e chegar em casa a pessoa ficar com a bunda no sofá o dia inteiro, afinal você quem está a sustentando, e os dois tem que trabalhar, para ela é muito bom porque colou com alguém que ganha bem, uma pessoa responsável e tal, mas para vc é muito ruim porque ela não soma do seu lado, um relacionamento não se sustenta só com amor, é claro não amamos a pessoa pelo o que ela tem mas os objetivos na vida devem ser os mesmos se não um acaba atrapalhando o outro aconselharia você a cair fora enquanto não tem filhos, porque com filho tudo é muito mais complicado

Observador
2 months ago

Pessoa Acomodada nos puxa para baixo. Sei disso porque quando morava com mãe e irmãos, eu que tinha que fazer por mim e pelos demais. Acabei indo morar sozinho mas claro sempre nos finais de semana visitava a mãe, afinal ficou viúva cedo e batalhou muito para nos dar estudo. Hoje, um dos meus irmãos mora próximo de mim e, percebi numa ocasião, reflexivo, ao me ver com sacolas de supermercado e, ele no carro: bitolado como ficou, sem caminhar e até dependeu de nossa irmã para falar comigo, sobre a dificuldade dele pagar o plano de saúde!

Bruh
2 months ago

Nossa você ganha bem para caramba e está reclamando ainda? Se ganhasse mal eu entenderia mas com 5 dígitos nem deveria exigir nada dela, ela cuidando da casa já está de bom tamanho e ainda reclama de pedir Ifood,

Luann
2 months ago

Imagine que você tem um AVC e fica acamado por longos anos sem poder trabalhar e só ganhando 1 salário mínimo do INSS, será que ela continuaria ao seu lado? Se sim, então larga de neura e continua com ela porque ela merece o luxo. Agora se não, sabota esse noivado e dá um pé na bunda urgentemente nessa encostada 😡

Naná
2 months ago

Olha, já fui dona de casa, mãe, esposa e além de tudo, voltei ao mercado de trabalho porque fui aprovada em um concurso. Nunca me acostumei em ficar só em casa, porém eu sempre trabalhei muito nela. Dona de casa não tem férias, não tem remuneração, não tem reconhecimento.
Se você ganha bem, certamente não quer que ela trabalhe para ajudar nas contas, quer que ela faça por ela e isso é ótimo, então, diga ela que o futuro a Deus pertence e que é importante ela ter a renda dela e não depender de seu dinheiro, que faça isso por amor próprio.
Realmente depender do dinheiro de alguém é triste, ainda mais quando esse alguém nos faz sentir como um peso.

ana julia
2 months ago

Sinceramente acho que você escolheu uma parceira muito diferente do que você aspira como companheira de vida. Vocês estão morando há 6 anos juntos e ainda não conseguiu realizar a leitura da sua parceira, quais são seus objetivos pessoais com esse relacionamento? Quanto tempo você quer se enganar e perder o seu tempo, em tentar ajudar uma pessoa que não quer ser ajudada a fazer o que não quer, pois é evidente que ela se acomodou nesse relacionamento e com o seu salário de vários dígitos, pode ter a certeza de que ele já calculou que será o suficiente para elegê-lo como o seu eterno provedor, garantindo a sua aposentadoria precoce, em uma vida confortável e ainda tendo o bônus de receber a sua ajuda com trabalhos domésticos, enquanto ela dorme até as 10 horas, assiste seus seriados na tv. Se você resolver ter um filho, se prepare, pois as pastinhas de contas serão bem maiores, assim como possíveis manipulações, pois é evidente que você ficará mamado pela criança, o que irá se tornar bem mais difícil administrar os “nãos” para a sua parceira, lembrando ainda que se o relacionamento não funcionar você já pode se considerar em uma união estável, portanto, ela já tem alguns direitos, mas que serão bem maiores quando vier um bebê. Infelizmente você escolheu uma parceira com uma natureza incompatível a sua e sinto te informar não vai mudar.

Andre
2 months ago

Tenho um amigo que é médico e sua esposa fisioterapeuta. No começo ela trabalhava, porém vieram as duas filhas que hoje tem 12 e 13 anos, acabaram por ela ficar em casa, porém ela faz tudo, leva as meninas na escola, dança, inglês, lava as roupas e faz co no da. Só tem uma faxineira que vai de uma a duas cezes por semana para ajudar. E estão todos felizes.
Tenho outro que é engenheiro, mas a esposa dele ganha o dobro ou mais que ele, tem uma mansão, duas filhas e ele não sabe se quer isso da vida, porque parece que ele é a mulher da casa dele.
A medalha sempre tem o reverso. Mudar uma pessoa sempre é o lado mais difícil, porém geralmente o correto.
Acho que eu acabaria por escolher o lado fácil enquanto não tem filhos.
E achar uma pessoa que tenha mais ou menos o mesmo objetivo que vc

Truth
1 month ago

Para que ela vai trabalhar ou estudar se já achou alguém para dar do bom e do melhor sem fazer nada.
Eu administrei uma república de mulheres onde eu morava há algum tempo e é impressionante a quantidade de mulheres que têm como meta achar um homem para sustentá-las e, geralmente, são as mais preguiçosas e porcas (sim, acham que são princesas e não lavam os pratos que sujam), só pensam em estudos por status e são péssimas na administração financeira (mal chegam do interior e já fazem aqueles cartões de crédito sem comprovação de renda e torram tudo com roupa e depois não conseguem pagar e começam a enrolar para pagar contas fixas, como água, energia e até aluguel e é aí que entra a necessidade de achar alguém que pague as contas)

Dyego
1 month ago

Cara sei o que você está passando. Tenho 29 anos e meu casamento de 5 anos terminou essa semana por conta disso, você ainda ganha bem, eu estava ralando sozinho para evoluirmos, para tentar conquistar as coisas . Temos uma filha 2,5 anos e é muito doloroso. Seja firme e mude ela ou desista antes de filhos.

Teté de Sá
1 month ago

Pois você está no seu papel de homem, oras! Trabalhe e dê o sustento da casa, ela não é sua empregada!