Minha mulher só me desprezou, quero me separar e ela tentou se mátar

Aos 23 anos (hoje tenho 56 anos) casei com meu grande amor, carinhosa, culta, alegre, acompanhava a moda, fazia natação ganhou varias medalhas em competições, bastante vaidosa, nos 3 primeiros anos fomos felizes com muito romantismo, passeios, festas, viagens.
Então vieram nossos filhos e tudo mudou
A vida dela se tornou 100% só para os nossos 3 filhos, largou o excelente emprego (concursada federal), nunca mais cuidou da aparência, engordou, esqueceu as amigas, sair só nós 2 nem pensar, as conversas eram só sobre filhos, sexo passou a não ter importância.
Tentei de varias formas conversar e tentei reconquista-la, minhas cunhadas e amigas sempre chamaram atenção dela de tanta dedicação aos filhos e ao desprezo ao nosso casamento, mas isso era motivo de brigas e mais brigas, tudo era para o filhos, passei a existir apenas para pagar as contas ela mesma falava isso, deixo bem claro que amo meus filhos e nos damos muito bem.
Hoje meus 3 filhos estão casados, então agora ela tenta se voltar para mim, ela sabe que não sinto nada, ficou muito relaxada, não olho para o corpo dela de jeito nenhum e não suporto ouvir sua voz, pratico esporte, sou bem vaidoso, estou bem pela minha idade, fui desprezado por ela, sempre deixou claro que só importava os filhos e mais nada.
Quero me separar, ela já tentou o suicídio e meus filhos me imploram para que eu não a abandone. Agora que não tem mais os filhos perto ela diz que me ama, assim como ela nunca se importou comigo não mais me importo com essa situação, pois estou amando outra mulher a 6 anos, que tem minha idade e voltei a ser feliz, meus filhos sabem disso.
OBS: dispenso comentários religiosos

29 Comentários

  • Anonimo 16 de janeiro de 2017

    Acho que vc deve se separar…Sou casada e só vivo pelos filhos, se eles fossem grandes, já tinha largado tudo aqui…Sua esposa foi egoísta igual a minha é hoje, eu lamento por tudo, mas tudo que sinto por ela morre a cada dia. Abraço

    Resposta
  • Maria 16 de janeiro de 2017

    Pela história nao tem mais como recuperar o amor, é melhor separar, ela precisa ser forte, cada um para o seu lado.

    Resposta
  • Ricardo 16 de janeiro de 2017

    O pior de tudo é que aos olhos dos seu filhos vc vai ser o culpado, mas não tem outra escolha, tem que se separar, o seu único erro foi não ter feito isto antes, quanto mais a gente enrola mais as coisas se complicam. Mas eu te entendo, muito difícil tomar uma decisão destas ainda mais com filhos, ando vendo as coisas se complicarem pro meu lado mas tb não consigo tomar a decisão.

    Resposta
  • Anonimo 16 de janeiro de 2017

    Vocês poderiam procurar uma terapia de casal, as vezes, com a ajuda de um profissional, ela pode compreender e aceitar a ideia de que vocês não devem ficar mais juntos.

    Resposta
  • Rubinho Cavalcante 16 de janeiro de 2017

    Que situação então a coisa não é fácil, é minha opinião pessoal vocês dois já são bastante adultos para se prenderem a essa atitude dela de tentar contra a vida, não vejo motivos para continuar numa relação doentia, cada um já sabe o que quer então companheiro vá em frente separem e viva a sua vida e seja feliz ☺

    Resposta
  • Clecia Cavalcante 16 de janeiro de 2017

    Siga em frente, seja feliz ☺

    Resposta
  • chiva 16 de janeiro de 2017

    Sinceramente, com certeza vc deve se separar, pois a situação já chegou a um nível de desgaste que não vejo como vc poderá reverter essa situação. A terapia de casais no seu caso, apenas servirá como um facilitador para a sua separação, em que a terapeuta tentará prepará-la para esse momento, ajudando-a encontrar um rumo na sua vida, resgatando a sua auto estima, preparando-a para uma autonomia de vida, enfim, são detalhes que vc terá que conversar antes do início das sessões, para a terapeuta conhecer o seu real posicionamento quanto a sua posição irrevogável para a separação. Se vc ficou tanto anos ao lado dela, por conta dos filhos, mesmo sendo anulado na relação, compensa tentar mais esse recurso e sem dúvidas levá-la tbm a um psiquiatra, para tratar da depressão dela, pois a mesma já tentou o suicídio e cabe urgente uma ajuda médica. Algo que aprendi sobre o suicídio é que o mesmo ocorre por predisposição da pessoa, é uma forma extrema de chamar atenção para a sua dor, mas que tais ameaças tbm servem como uma cruel forma de manipulação e egoísmo para com a família e amigos, para tê-los todos vivendo e participando da sua dor e sofrendo juntos. É natural que os seus filhos sofram com essa possibilidade da mãe vir a se matar, mas se não tiver acompanhamento psiquiátrico e terapêutico é bem provável que tente novamente e se isso ocorrer, saiba que a decisão, a escolha foi 100% dela, portanto não existem outros culpados. Se vc ficou com ela tantos anos aceitando essas condições ruim do casamento, não custa nada ficar um pouco mais de tempo ao seu lado , para com a ajuda da terapeuta, elaborar a separação sem grandes traumas, pois sozinho vc não vai conseguir. Faça isso em consideração a mãe dos seus filhos e pela lembrança dos primeiros momentos de vida conjugal, em que vcs foram felizes.

    Resposta
  • umagarota 16 de janeiro de 2017

    Ela tentou por pirraça, pra fazer drama. Seus filhos te amam, e vão entender que você só quer ser feliz… Corra atrás da tua felicidade, não continue se prendendo em uma relação que te chateia e estressa. Procure um acompanhamento psicológico para mãe de seus filhos, e siga em frente. Nunca é tarde para ser feliz!

    Resposta
  • Ricardo 16 de janeiro de 2017

    Já pensou que muito provavelmente a tentativa de suicídio foi para querer mais atenção dos filhos e não sua, pelo que vc falou ela não te ama, só quer te usar para trazer os filhos para perto.

    Resposta
  • Bigode 16 de janeiro de 2017

    Vivi essa situação, sei o que voce esta passando, e não é facil.
    Va ser feliz ao lado do seu novo amor, voce merece

    Resposta
  • caros eugenio 16 de janeiro de 2017

    Estou passando uma luta tambem,se separe e boma pra frente, se nao ama bao tem pq continuar

    Resposta
  • Alguém 17 de janeiro de 2017

    Estou vendo que para julgar tem varios mesmo. Ninguém convivi com eles para saber s foi por pirraça ou não, ela pode sim esta muito mal por ver q duou toda sua vida a algo e esqueceu d alguém tmbm muito importante na vida dela e agora que está vendo que não tem como recuperar está desesperada, como a outra pessoa citou ai em cima você pode tentar ajuda-la pelo fato da concideração de ser mãe dos seus filhos ela teve um enorme papael na vida d vcs então acho um pouco egoista dar as costas ao sofrimento dela apesar dela ter te desprezado como marido. Se separe sim, mas d alguma forma tenta ajuda-la a entender que acabou e a culpa não é sua.
    Isso da mulher esquecer a vida ao redor para só focar em filhos acontece muito, como também acontece do homem que esquece tudo por causa do trabalho achando que vai suprir tudo com dinheiro e bens materias, eu já passei por isso e é muito ruim vc tem uma vida estavel mas não tem a pessoa com a qual vc quer dividir pq ela está sempre trabalhando, não é que esteja erraddo a pessoa se esforçar é que ha momentos que não se recuperam não.

    Resposta
  • Paola Bracho 17 de janeiro de 2017

    Queridinho,

    Por acaso na época em que os seus filhos eram crianças você tinha condição financeira para contratar uma babá? Caso não tivesse, pode ser que sua esposa largou o emprego para cuidar dos filhos.

    Ela pode ter ficado relaxada com o corpo por não ter tempo e nem disposição porque era empregada doméstica e babá dos filhos e do marido. Não seria o caso?

    Há seis anos você tem uma amante. Não teria sido mais viável ter se divorciado antes?

    Resposta
    • Ricardo 18 de janeiro de 2017

      Ela era concursada federal, obvio que tinha condições ainda mais há 30 anos atrás onde o salário mínimo era vergonhoso e as empregadas não tinha o mínimo reconhecimento da sociedade.
      Agora de fato ele foi egoísta por não ter se divorciado antes muito provavelmente para não perder o contato com os filhos.

    • Paola Bracho 19 de janeiro de 2017

      Queridinho,
      Ela era servidora pública federal, a partir do momento em que pediu exoneração o cargo já era.

      Perguntei ao autor do tópico se na época em que a esposa dele pediu exoneração do serviço público federal, ELE tinha condição de arcar sozinho com as despesas de uma babá e uma empregada doméstica, além das outras despesas.

      Quer dizer que quando se separa se perde o contato com os filhos? Desde quando? Casamento acaba, mas os filhos são para o resto da vida.

      Engraçado, como os homens que comentam neste site tomaram as dores do autor do tópico.

      Cada um tem a vida que merece.

    • Ricardo 23 de janeiro de 2017

      Vai me desculpar mas olha o que vc escreveu: “Por acaso na época em que os seus filhos eram crianças você tinha condição financeira para contratar uma babá? Caso não tivesse, pode ser que sua esposa largou o emprego para cuidar dos filhos.”

      Se ela era funcionaria publica federal e obviamente o salário dela antes de pedir exoneração cobriria as despesas, pq cargas ela ia larga o emprego para cuidar dos filhos, por motivos financeiros é que não foi. Inclusive se tivesse problemas financeiros largar o emprego não é a solução.

      E sim, separar vc perde o contato diário com os filhos, passa a ver de 15 em 15 dias o que pra quem tem uma ligação forte com os filhos é um sofrimento. Com falei, acho que ele errou em não ter se separado antes, mas não o julgo pq pode ter vários motivos que levaram a isto, inclusive ter que sustentar duas casas, já que a esposa dele não trabalha e consequentemente comprometer o futuro das crianças.

  • Augusto noveli 17 de janeiro de 2017

    Quanto ao comentario acima.
    Esta tão obvio que ELA jamais queria ter empregada, pois esta claro que condições para isso eles tinham.
    Ela escolheu viver só para os filho e agora escolheu tirar a vida se voce for embora. BASTA, problema é dela, essa mulher é um atraso na vida de qualquer pessoa é uma desiquilibrada.
    Parabens por se dar oportunidade de ter outro relacionamento

    Resposta
    • chva 19 de janeiro de 2017

      Concordo com vc Augusto. Existem mulheres que querem se fazer de vitimas para sempre ter do que reclamar e supervalorizar o seu papel dentro do casamento. Não foi ela que desistiu de uma carreira para cuidar de filhos? Nos tempos atuais em sã consciência ninguém nega uma carreira de emprego público, com garantias quase que vitalicias de estabilidade, horários flexíveis se não existe um motivo maior. E no caso dela está evidente que o seu desejo era o de trocar a sua carreira pela criação dos seus filhos, embaixo das suas “asas”, tornado-se assim uma dona de casa, enquanto seu marido era o responsável financeiro. Acredito que o quadro de depressão dessa mulher é de longa data, pois o desleixo, a falta de desejo sexual, a desmotivação em exercer o seu papel de esposa é uma demonstração clara que ela vinha passando por um processo sem um tratamento adequado. A situação apenas ficou mais evidente a medida que ela tentou pela primeira vez o suicídio e a partir desse momento, todos entraram em sinal de alerta. O problema é que a situação dentro desse casamento já chegou a um grau de deterioração tão grande, que se os dois ficarem juntos, vai até fazer muito mal um para o outro, mas para haver uma separação nas condições mentais dessa mulher, precisa sem dúvidas de uma ajuda terapêutica e psiquiátrica, para o processo ser lentamente assimilado. Ela precisa se acostumar a ficar sozinha e saber por onde começar resgatar algumas novas possibilidades que a motive seguir adiante, precisa que alguém a ajude a encontrar novos caminhos.

    • Maria 19 de janeiro de 2017

      “Nos tempos atuais em sã consciência ninguém nega uma carreira de emprego público, com garantias quase que vitalicias de estabilidade, horários flexíveis se não existe um motivo maior. “
      O homem que publicou o desabafo falou que se casou aos 23 anos, hoje ele tem 56 anos. Portanto, não é nos tempos atuais que a esposa dele largou o emprego. Pode ser que naquela época a mulher dele saiu do emprego porque não tinha condição de pagar alguém para olhar as crianças.

    • Ricardo 23 de janeiro de 2017

      Cara Maria, vai me desculpar, mas a 30 anos minha mãe professora de escola municipal tinha condições de ter emprega, uma funcionária publica federal com certeza tinha.

  • anonimo 17 de janeiro de 2017

    Va ser feliz, não se importe quem nunca se importo com vc

    Resposta
  • antonio 18 de janeiro de 2017

    Ho mulher desagradavel
    que se dane ela

    Resposta
  • Infeliz 20 de janeiro de 2017

    Meu último filho solteiro vai se casar e conto os dias. Sou infeliz no casamento, após o casamento do meu filho vou me separar
    Ela não aceita mas problema é dela.Agora chega de ser infeliz

    Resposta
  • Anônimo 22 de abril de 2017

    Da um pé na bunda sem dó

    Resposta
  • Maga 3 de agosto de 2018

    Agora babá e faxineira é kit básico. HAHAHA
    Nossa, pessoal dos comentários, vocês estão bem, hein!

    Que coisa, não conheço 1 pessoa que tenha esse “kit”. Só parece fácil, mas não é, né?

    Resposta
  • Moreira 14 de agosto de 2018

    É uma história muito triste… Mais já pensou se ela leva o suicídio a sério? Ela precisa de um ajuda profissional, de terapia… É complicado dizer para vc faz isso ou faz aquilo, acho que vc deve tbm procurar ajuda profissional e não seguir nem um conselho de pessoas. Pois é sua vida e só vc sabe o que é esta passando.

    Resposta
  • Moreira 14 de agosto de 2018

    É uma história muito triste… Mais já pensou se ela leva o suicídio a sério? Ela precisa de um ajuda profissional, de terapia… É complicado dizer para vc faz isso ou faz aquilo, acho que vc deve tbm procurar ajuda profissional e não seguir nem um conselho de pessoas. Pois é sua vida e só vc sabe o que é esta passando.

    Resposta
    • Niteroiense 13 de dezembro de 2018

      Será triste se ela se suicidar, mas ele não deve carregar a culpa nem deixar que esse tipo de ameaça o impeça de seguir adiante. Provavelmente a esposa também já sabe da amante e quer recuperar o tempo perdido. Mas há coisas que não dá mais pra recuperar.

  • alexandra 14 de maio de 2019

    Não separou antes por que? você errou também né, agora vai se separar (até por que não tem outro jeito) e levará para o resto da vida a sua grande parcela de culpa.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *