Minha mãe me trata mal

Minha mãe faz muita diferença comigo e com meu irmão. Eu tenho 19 anos e ele 24. Essa diferença é desde que éramos crianças.
Muitas vezes meu irmão sai de noite e volta no outro dia de manhã, bebe muito, se droga, fuma e ela passa a mão na cabeça dele e trata como se ele fizesse tudo certo. Até a comida dele ela faz, serve o prato e leva no quarto para ele. Mas se eu sair com meu namorado para jantar fora por exemplo ela já começa a brigar comigo. Nem quando eu estou doente ela serve um prato de comida para mim. A um tempo atrás fiz uma cirurgia e estava com muita dor mas tive que levantar e ir servir minha comida já para o meu irmão que estava bem ela serviu e levou no quarto. Eu não culpo meu irmão pela diferença que ela faz.
Meu pai faleceu quando eu tinha 3 anos então eu só tive ela. Tenho mais uma irmã e um irmão mais velhos que já casaram e tem suas casas.
Um dia conversando com minha irmã ela me contou que quando ela estava em casa o mesmo acontecia com ela e meu outro irmão. Ela também era desprezada. Já ouvi coisas de minha mãe que prefiro nem lembrar.
Mas eu simplesmente não entendo o porque de tanta diferença, as vezes acho que ela não queria ter filhas mulheres.

5 Comentários

  • MORFEU 21 de setembro de 2018

    Pode ser que ele se torne um perdedor e vc um vencedor. Muitas mães tem preferência e não escondem. No seu lugar eu procuraria virar homem logo e deixar de buscar aprovação da mamãezinha. Ela podo ser apenas uma idiota qualquer. Arruma um trabalho, estude, ganhe sua grana e deixe ela com o maconheirinho dela. Provavelmente um otário mimado que pode virar bandido ou dependente. Se vira! Deixa ela falando sozinha.

    Resposta
    • MORFEU 21 de setembro de 2018

      Desculpe. Vc é menina. Não mudo nada do que disse. Deixa a mocrea viver a loucura dela, Baby. Força.

  • Raleigh 21 de setembro de 2018

    Não tire conclusões se você não tem acesso aos fatos. Você fala com todos sobre ela, menos com ela.
    Você só saberá a razão das atitudes dela se perguntar pra ela e tiver uma conversa franca – se possível.
    Às vezes ela pode ter o mesmo questionamento sobre você, vai saber…
    .

    Resposta
  • tina 21 de setembro de 2018

    A sua mãe teve uma educação machista e foi condicionada a esse tipo de comportamento. Na altura do campeonato, vc não irá conseguir mudá-la, pois foram muitos anos de educação recebida nesse formato e o que para ela é a forma como ela se entende. A forma de vc diluir essa dor, é tentando compreendê-la, pois muitas pessoas são da forma que aprenderam ser. Ela não é uma mulher que vai conseguir se modificar, pois provavelmente o universo dela se restringe as fronteiras do lar. Não sei até mesmo se ela tem amigas, atividades fora do lar, pois quando as mulheres passam por experiências diferentes, onde envolve trabalho, interação social, acesso a meios culturais, elas passam a ter uma visão mais moderna e diferente sobre as relações humanas, até mesmo quanto a educação dos filhos. É quase que uma regra, as mulheres machistas, sempre exigirem mais mais das filhas mulheres do que a dos homens. Se algum dia vc for mãe, desde cedo ensine o seu filho a ajudar em casa, ser participativo, cozinhar, saber dividir responsabilidades e vc verá como será recompensador. Eu fui criada por machistas, mas meu filho homem, aprendeu a fazer tudo isso e vc precisa ver que cara legal é ele. Eu o preparei para o mundo e tenho a certeza que quando ele se casar, vai ser um bom marido, pois saberá ajudá-la e apoiá-la nas responsabilidades de uma união.

    Resposta
    • decifrada 24 de setembro de 2018

      meu amor o jeito é vc investir na sua qualidade de vida, trabalhar, estudar, fazer academia, e procurar ficar em casa o menos tempo possível até se torna independente ou a poeira baixar, já vi muito isso acontecendo e é puro machismo inclusive esse postura competidora que sua mãe esta tendo com vc, quem se sente seguro não precisa ficar competindo, não deixe ela diminuir sua auto estima, o seu valor e vc que se da não a sua mãe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *