Minha mãe me obriga a ir para a igreja

problemas religiosos e espirituais

Depois que minha mãe se tornou evangélica, ela sempre me obriga e até me ameaça para ir na Igreja e cada vez mais isso me deixa desconfortável :/
Eu já disse inúmeras vezes que eu não sinto nada indo para igreja, na verdade, eu só me sinto desconfortável e mal por mentir para as pessoas de lá e dizer que sou “100% Cristão”.
Já tentei conversar com ela sobre isso, mas ela sempre parte para as ameaças e me xingar, então só desisti e continuo indo com ela

3 COMENTÁRIOS

  1. minha mae tbm era assim,me obrigava,mas ela fazia isso com o intuito de me afastar de mas influencias.tente entender o lado dela e pergunte porque ela quer tanto que voce va para la,ah e nao seja infantil e nem emocional,argumente com ela sem exaltacoes pois isso so piora ainda mais e faz vc parecer “uma rebelde q precisa de de conversao” entende…..mostre para sua mae que voce nao precisa de uma igreja para ser uma pessoa legal e do bem.(mostre isso com acoes e nao palavras)

  2. Fui criado em igreja evangélica, somos em 7 irmãos, só eu me livrei dessa aberração.
    Sou totalmente contra qualquer tipo de imposição religiosa, meus filhos terão a religião que quiserem, quando quiserem. Tenho 3 filhos, nenhum envolvido com coisa errada e nenhum enfurnado em igrejas, sustentando pastores vagabundos!
    A tendência desses novos convertidos é acharem que são os únicos seres humanos que vao pro céu por serem honestos!
    A realidade é bem diferente, ja que tendem a serem moralistas, desonestos e hipócritas ao extremo. Você precisa se impor e não deixar que te domine. Deixe-a falando sozinha! Seja forte!

  3. Penso que você deveria ter um diálogo com a sua mãe e dizer que você não vai mais acompanhá-la nos cultos, pois o lado espiritual não se constrói pela imposição, mas sim pelo livre arbítrio da escolha e que ser forçada a uma situação, não irá construir uma conexão, ou seja você só estará apenas de corpo presente, mas não pela sua fé.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here