Minha mãe está me expulsando de casa

Tenho 21 anos, trabalho, estou no último semestre da minha faculdade, nunca dei nenhum tipo de trabalho ou problema para os meus pais durante minha adolescência. Estou namorando há quase 3 anos e não possuo a aprovação da minha mãe sobre isso. Entendo o motivo do “medo dela”: ele acabou terminando de uma forma digamos “infantil” há um ano atrás. Mas acabamos que não passamos nem um fim de semana separados. Consegui perdoá-lo e entendi a razão por trás do acontecido. Mas ela não. Sou filha única, então sei que envolve ciúmes, sensação de perda e cuidado comigo, mas nos últimos tempos ela se queixa que os momentos que estou sozinha com ela, eu não fico feliz, apenas me alegro ao lado dele e não faço nada com ela. Procurei mudar a forma como levava o meu relacionamento dentro da minha casa e de nada adiantou. Agora tudo é motivo para brigas, insinuações, ofensas e até agressão física. Ela já foi diagnosticada com depressão, meu pai por trabalhar fora da cidade fica muito tempo fora e ela acaba sozinha. Porém, não quer ajuda (terapia, por exemplo), acha que apenas remédios ajudam e com o rumo que as brigas estão levando, quer que eu saia de casa. Mas ela quer que eu saia, me acusando de escolher ao meu namorado do que ela, que eu estou causando problemas de saúde à ela, que tudo é minha culpa e meu pai, infelizmente não consegue fazer muita coisa. Meu namorado acabou por tomar as dores e busca me ajudar, ficando do meu lado, me levando para a casa dele quando ela briga e diz que não me quer perto. Ela não é sincera sobre o que pensa dele, faz uma série de insinuações e acha que eu vou causar vergonha para eles saindo de casa. Coisa que eu mesma, nunca quis. Agora eu não sei o que fazer. Até terminar esse namoro para vê-la feliz e ficar longe dele eu já cogitei. Mas ela chora e diz que eu vou culpá-la por abrir mão da minha felicidade por causa dela. Eu estou desesperada, não sei por onde agir e tudo o que eu faço estou errada. Machuca a mim, a ela, ao meu pai e também meu namorado, que busca respeitá-la ao máximo mesmo sabendo de tudo o que acontece dentro de casa. Eu não sei por qual caminho seguir.

6 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
ana
4 years ago

Infelizmente a sua mãe está colocando toda a carga emocional em cima de vc, pois a mesma está totalmente fora do seu equilíbrio emocional, mentalmente instável e ao meu ver necessita urgente de ajuda psiquiátrica, para ser medicada com anti depressivos e no paralelo realizar algumas atividade para ela sair da rotina da casa. Algumas opções que iria ajudá-la muito, é fazer uma hidroginástica, pilates, Yoga, além de alguns cursos para distraí-la. Ela precisa se relacionar socialmente, pois o nível de carência dela a está levando a um quadro de depressão. Nada disso é culpa sua e nem pense em terminar seu namoro por causa dela, pois essa ideia é absurda. Ela terá que se ajudar, procurando sair da sua concha e encontrar novas motivações, sem precisá-la inclui-la nos planos dela. Vou te dar uma ideia, arrume uma academia bem descolada, que tenha bastante atividades, coloque a sua mãe em hidro e você faz outra coisa atividade qualquer, para suas escolhas serem diferentes, aos poucos vá mudando os horários, para fazer a sua mãe ir sozinha, para ver se ela arruma umas amigas. A hidroginástica é EXCEPCIONAL para melhorar a depressão, pois fiquei 2 anos com depressão tomando remédios, quando comecei na academia, em 20 dias, retirei os remédios, pois me sentia super bem. Nunca mais tive depressão. Vá ser feliz e ajude a sua mãe na medida do possível, mas NÃO seja a bengala emocional dela. Ajude-a a andar com as próprias pernas. Arrume algo para ela se ocupar, FORA de casa.

Bruna Veneziane
4 years ago

O problema dela é psicológico, cogite procurar um auxilio para vc, assim sua cabeça permanece no lugar e vcs(um profissional, você e seu pai) chegam à alguma forma de tentar convence-la e ajudar a reverter essa situação. Ñ dá para você mudar seus planos, seu relacionamento por ela, siga sua vida.

Jasmine
4 years ago

Quem está depressivo, costuma ver pequenos gestos como grandes coisas. É como se os sentimentos negativos estivessem mais sensíveis à ela. Então tudo pode sim ser uma “tempestade em um copo d’água’, infelizmente. E nesses momentos, as pessoas dizem coisas que na verdade não expressam os seus desejos verdadeiros. Mas acredito que você já saiba disso, né? Além entendê-la, estar perto dela é importante. Tente só ouvi-la, e terminar o monólogo com um simples abraço. Sua mãe, nesse momento, vai ouvir apenas o que ela quiser. Mas abraços falam muito, gestos. Abrace mais sua mãe. De manha, de um beijo na testa e diga que a ama. Compre uma flor. Leve ela para tomar um café. Eu acho que ela precisa se sentir amada. Tente dormir com ela, algum dia. Ore, reze, busque Deus, medite. Procurar ajuda com um psicólogo é muito válido. Acredite que as coisas vão mudar, e vão melhorar, ok?

general.3rios@gmail.com
4 years ago

E você está esperando o que para assumir sua vida? Pelo menos os casos em que vivenciei, na maioria das vezes que a sogra diz que o genro não vale nada, com o tempo, isso acaba se confirmando, já que você mesmo disse, que você perdoou mas, sua mãe não, isso vai lhe causar uma tremenda insegurança em sair de casa e cair nos braços desse seu namorado, mas, enfim, siga as suas escolhas, lá na frente sua mãe vai dizer, VIU, EU TE FELEI, mas, vai te receber de braços abertos.

Raiana
3 years ago

Estou passando por uma situação quase idêntica a sua. Super entendo vc. Só que eu tbm não sei o que vou fazer.

MilitaryGirl
4 months ago

(f-fTy_U) Olá, eu da Ucrânia, estou procurando opções de realocação, se você quiser me ajudar, aqui minhas fotos e vídeos: >>>ujeb.se/7LUqxi