Problemas no Casamento

Meu esposo não me compreende

Não sei o que fazer. Meu esposo viaja a trabalho e fica de uma a duas semanas longe de casa. Moramos em um local isolado e eu não sei dirigir. Estou grávida de quase 8 meses e, dessa vez, comecei a me sentir sozinha, estou longe da minha família, não posso ir em um supermercado comprar algo que tenho vontade de comer, quis um vestido novo pois os meus estão todos surrados e não pude ir comprar. Resolvi desabafar com meu marido, e o que ele me disse é que eu deveria ter pensado nisso antes de casar com ele. Que eu sabia das expectativas de vida dele, que era casar e ir morar no campo. Que ele juntou dinheiro por 10 anos para isso. Mas ele não entende que não é essa a questão. Eu também queria ir morar no campo, apenas me bateu uma tristeza por estar me sentindo limitada nesse período tão delicado de fim de gestação. Estou casada com ele há 2 meses. Tentei explicar e ele não entende. Penso em me separar. Não sei o que fazer.

18 Comentários

  1. Nossa, separar neste momento? Esqueça essa hipótese! Suporta o q tiver de suportar, deixa essa criança nascer e depois vc vê o q faz! ♥️🙏🏻

  2. Complicado, mais nesse exato momento separação será péssimo viu… Sei que vc não está em uma situação muito difícil…. Deixa essa criança nascer, como disse Nayara pois depois vc ver como faz… Te desejo tudo de bom viu!!!

  3. Realmente você tinha que ter conhecido ele antes do casamento, já começou errado por ter engravidado antes de casar, casada a 2 meses e quer se separar? você precisa ter um diálogo com ele e explicar as coisas e se entenderem, casamento não é igual a namoro e agora vocês têm um filho, não estou dizendo que a criança é pra juntar vocês mesmo você querendo se separar, mas casamento é conviver com os erros e complicações dos outros, e se quer dirigir, faça uma auto escola e para de depender 100% dele, porque isso nunca é bom, espero ter ajudado

  4. Complicado! Eu passei por coisa pior, no meu caso meu ex marido me traia quando eu estava grávida e no resguardo. Me separei quando minha filha fez dois meses, pois ele me humilhava muito! Mas no seu caso eu faria uma tentativa, conversaria com ele primeiro, tentava achar coisas boas para fazer na relação e só depois que a criança nascesse e se não tivesse mesmo como melhorar a relação, então separaria!

  5. Eu sinceramente separaria se tivesse muito ruim para mim e eu tivesse apoio de uma mãe ou um pai, ou alguém. Não acho que você deve ficar com ele por causa do seu filho

  6. Acredito que não seja a hora de separar !! Espera passar esse período e assim que possível vai aprender dirigir e ter a tua autonomia !! Depender de marido pra ir e vir é o fim ! Com certeza vc vai se sentir mais confiante e quando se sentir sozinha, bater perna na rua e ver as amigas ajuda muito !!! Boa sorte !

  7. Uma solução melhor,seria conversar com ele e mostrar com consenso que as limitações que lhe concedem esse impasse,não está alavancando o relacionamento,mesmo no 8 mes de gestação,seria recomendável que vc viajasse de volta a sua familia e concebesse o seu filho la,e depois vc voltava a morar com ele normalmente.
    Uma separação,é a ultima opção viável nesse etapa do casamento.
    Um problema ainda maior seria arrumar um futuro relacionamento,na qual vc tem um fruto de outro relacionamento (kinder ovo surpresa),esse sim,seria um problemão…

  8. Olá! Mantenha a calma! Eu sei que não é fácil, mas primeiramente, se você tiver fé em Deus, ore incessantemente.
    Pense no seu bebê que precisará de pai e mãe juntos.
    Você se casou há pouco tempo.
    Você está em fase de adaptação ao casamento. Não sei se você já teve filho… se for o primeiro, pode ser que tenha insegurança. Mas se for o segundo, também, trata-se de uma outra experiência.
    Procure a equipe de saúde para lhe ajudar, não somente o médico, mas o apoio da enfermeira e psicóloga.
    Você não está sozinha!
    Cuide de você e do bebê.
    Talvez seu esposo, não tenha esta compreensão e conseqüentemente a sensibilidade para estar com uma mulher nesta etapa final da gestação.
    Eu sei que a realidade é dolorosa, mas busque força em profissionais de saúde e em Deus! Busque a compaixão pelo ser humano que seu marido é .
    Não solucione problemas que possam trazer consequências ruins para você e seu bebê.

  9. Aprenda e dirigir e ficará mais independente. Isso você consegue fazer até mesmo durante a gravidez.
    De qualquer modo este tipo de relacionamento é difícil de dar certo, pq quando casamos, queremos companhia.
    É normal bater a solidão. Aguente mais um pouco, pelo seu filho e vai conversando com ele sobre a possibilidade de arrumar outro tipo de emprego, para que ele fique mais tempo com vcs.

  10. Por que vc não vai ficar até o bebê nascer com a sua mãe, até porque quando o bebê nascer você vai precisar de uma ajuda, mas separar não é uma boa opção, isso mostra que vc é imatura, agora o seu marido também está sendo um pouco egoísta pois vc está grávida e sozinha, ainda mais nessa altura do campeonato onde tudo pode acontecer, converse com ele direito, se ele continuar com a cervjz dura, peça a Deus sabedoria, pra que ele possa ti mostrar uma outra solução, até vc ter o bebê, e passar o resguardo.

  11. Com 2 meses e já pensa em se separar! Só por isso você perdeu toda a razão e credibilidade. Você não sabe dar valor a um casamento, irá fazer mer/da mais pra frente e sofrer até aprender. Desse jeito, esse relacionamento não vai longe e a pessoa mais alienada e iludida é quem acaba pagando o preço mais alto. Você deveria agora provar para si mesma que estou enganado. 2 meses? É um casamento ou uma sociedade?

  12. A liberdade da mulher está na sua autonomia de vida, jamais se submetendo a depender totalmente do seu par. Antes de pensar de ter esse filho, deveria ter pensado em uma profissão, para preencher o seu tempo e ter os seus próprios recursos financeiros, para investir no seu futuro ou para a tomada de outras decisões para a sua vida, pois casamentos não tem apólice de seguros e nem garantia do tempo que irá durar, já deveria ter aprendido a dirigir para ter a oportunidade de se sociabilizar com outras pessoas, ainda mais vc que se decidiu de morar no Campo e vc já sabia que o seu marido tinha uma profissão que se exigia ausentar por alguns dias do lar, logo vc não tem como culpá-lo de que vc foi enganada. Se vc se separar, tem local para ir? Não terá que da mesma maneira cuidar de um filho praticamente sozinha? Tem quem te ajude financeiramente, da sua família? Lembrando que grana de pensão do marido, nem sempre é o suficiente para garantir a sua manutenção e a do seu filho. A melhor solução é vc aguentar um pouquinho mais, pois um filho irá preencher muito o seu tempo e a sua solidão, assim que ele estiver em uma idade que vc possa colocá-lo em uma creche, comece a correr atrás de um emprego, pois sem o qual uma separação só seria viável, se tiver ajuda da familia.

  13. Porque separar, e desistir assim tão facilmente, penso que deve repensar tudo, afinal todos temos dificildades na vida e talvez isso seja algo passageiro eu sua vida, alem de que vem uma criança por aí e precisará de ambos para seu desenvolvimento.

  14. Realmente passar por uma gestação é bem complicado,porque requer companheirismo principalmente de um parceiro. Eu entendo que ele precisa trabalhar principalmente para manter a vida de vocês e que você também se sinta sozinha,mas converse com ele sim sobre como se sente em relação ao trabalho dele e como se sente sozinha,tenta reconciliar uma coisa e outra. Se separar agora não seria uma boa porque vocês vão ter um filho, a não ser que você tenha para onde ir ou que tenha alguém. Mas peça para ele te escutar e converse com ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar