Fui ignorada pela minha própria família

desabafos sobre problemas e dramas familiares e do dia a dia em familia

Estou chateada com a minha família, pois, vou me casar este ano e fiz uma vaquinha virtual para arrecadar fundos porque eu e meu noivo não temos condições no momento. Divulguei no grupo da família e nenhuma alma deu atenção nem ao menos um parabéns. Achei muita falta de sensibilidade para comigo, o mais bizarro é que pessoas que eu nunca vi na vida ou que quase não tenho contacto irão me ajudar financeiramente ou de alguma forma. Para mim tudo isso diz respeito ao que eles realmente dão valor, pois, são pessoas interesseiras e só dão valor ao que as pessoas tem e não ao que são apesar de terem vindo de uma origem pobre. Até mesmo minha mãe disse que se eu fosse uma servidora pública estariam babando ovo.

13 COMENTÁRIOS

  1. Como assim vc vai se casar e nem dinheiro para custear a sua cerimônia vc tem??! É sério isso?!! Já tá começando errado esse troço aí, me desculpe. Daqui pro futuro é bem capaz de voltar pra casa dos pais pq nem condição pra se manterem terão. Não faça isso com vc e com as famílias de vcs. Vá ganhar seu dinheiro primeiro, seu noivo também e se vc ficar “revoltadinha”, pague uma festa só pra vcs dois. Mas tenha o SEU money pra fazer SUA festa e não conte com o dinheiro dos outros. Nesse ponto, eles estão certo em não dar bola pra vc.

  2. Casamento envolve planejamento financeiro, para se construir uma estrutura mais sólida e jamais depender da ajuda de terceiros. Quanto a sua iniciativa de realizar uma lista de arrecadação de recursos, pode ser interpretado por alguns como um gesto de intimidação, pois a maioria das pessoas gosta de se sentir a vontade definir a forma como irá presenteá-la no dia do seu casamento, cada qual mobilizando os seus recursos que se adequem nos orçamentos para a compra do seu presente. O ambiente em que essas listas poderão funcionar melhor, é no ambiente de trabalho, uma vez que os colegas se sentirão na obrigação de participar, pelos seus INTERESSES em manter um clima positivo profissional, mesmo que intimamente, alguns sintam-se forçados em abrir a carteira, outros que eventualmente ajudam são os amigos mais íntimos, mas quando envolve a família tradicionalmente eles gostam mais de dar presentes na ocasião em que haverá a formalização da União, na igreja ou no civil seguido de festa. Se vc decidiu se casar, não tem que ficar envolvendo outras pessoas pedindo ajuda, tem que garantir a sua própria autonomia de recursos, justamente para não ter que lidar com negativas e ficar de nariz torcido com a família.

  3. Verdade, o que vc disse. KKK e acrescento que a grande maioria só irá abrir o bolso com mais vontade se tiver casamento acompanhado de festinha, mas ainda assim irá ganhar muitos presentes, cujo valor não paga nem os sanduíches de carne louca que um respectivo parente, com seus filhos e esposa, irá comer na festa.

  4. Olha no meu ponto de vista, não vejo problema em você pedir ajuda, desde que sua família se importe com você e te considere o suficiente. É obvio que o ideal sempre é que você mesma e seu noivo arcarem com a despesa do casamento de vocês! Porém já vi muitos exemplos de famílias que se solidarizaram e realmente ajudaram de toda forma ( não somente financeiramente) a realizar o sonho do casal.
    Você afirma que nem ao menos um “parabéns” te deram, percebe-se que sua família realmente não se importa com você ou não gosta do seu noivo.
    Se pessoas de fora da sua família se dispuseram a ajudar então conte com eles e faça a sua festa ou espere um pouco mais até que as coisas melhorem financeiramente pra vocês. Mas tente superar essa rejeição familiar. Boa sorte!

    • eu concordo com a sherlyn! nÃo tem problema nenhum.
      se quiser posso participar da vaquinha tambÉm dondo. passa agÊncia e nÚmero da conta aee

  5. se vc sempre ajudou a sua família tem razão de ficar chateada com eles, agora que se vc faz aquele tipo que nunca fala nada, nem manda parabéns no dia do aniversário, se sabe que tem alguém doente e nem vai atrás, e a sua única conversa no grupo da família foi pedir dinheiro, dou razão total para eles. Eu ficaria chateada se uma prima minha, que mal fala comigo, viesse pedir dinheiro pra casar, só pq temos lanços sanguineos, eu nem ia dar moral, ia deixar para lá e nem questão de ir na festa eu faria. Na maioria das vezes, a gente recebe o que dá! Mas se sua família é do tipo invejosa daí foi tolice de mandar no grupo pq ele não iriam ajudar msm.

  6. QUE BOSTA, MEU !
    Você acha mesmo que as pessoas se sentem na vontade de bancar casamento? Festa? Ah pelo amor de Deus, tua família é sensata isso sim. E agora você fica aí se achando a ignorada… Cresce fia! Acho que com essa cabeçola você nem tá preparada pra casar ainda, pois tem mentalidade de 13 anos.
    Fia, quem deveria bancar festa e casório seriam tu e teu noivo, ninguém mais. Não tem grana? Simples não faça. Acabou. Faz questão de casar com festa e pompa? Guardem pra isso então, casa quando der.
    Ah, não! É cada bosta que eu leio de gente mimadinha que a miopia até dói.

  7. Oi. Primeiro que o anúncio de um casamento deve ser feito de outra forma, não por um aplicativo de conversa. Segundo que o convite de um casamento deve vir com o pedido de participação da pessoa no momento e não sua participação financeira. Quantas vezes vc recebeu um pedido de vaquinha para um casamento e quantas vezes recebeu um convite? diferente né. Então embora seja um momento legal, onde decidiram juntar as escovas de dente vc deve segurar a ansiedade e tratar a situação como ela deve ser tratada. Veja que há momentos, como este, que a forma de abordagem deve ser outra. Um segundo ponto é que se vcs querem se casar devem vcs mesmos bancarem as despesas, escalar os outros pra isso não pega bem, ou, se juntem, vão morar juntos e deixem a cerimônia pra um momento em que vcs tenham condições de bancar, veja que uma festa de casamento é para AS PESSOAS curtirem o MOMENTO DE VCS e não bancarem pra vcs um momento desses. Vai dar tudo certo, mesmo que seja simples, e um casamento, um momento tão importante, precisa ser tratado com um pouco mais de pessoalidade, bjs

  8. Ana, vc só faltou mencionar que muitas vezes esses tipos de filhos “jogam” as crianças pros avós criarem, o que é uma falta de vergonha! Uma pessoa na terceira idade ou próximo a ela, já não tem aquela disposição de correr atrás de criança, ter paciência pra aguentar choro e etc. É o que mais se vê hoje…

  9. Para mim é absolutamente surreal ,que você anuncie que vai se casar através de um aplicativo de conversa e não enderece um convite aos seus familiares. Por outro lado se você nem o seu noivo tem capacidade financeira para organizar a boda porque é que você vai se casar? Esse tipo de comportamento revela uma enorme imaturidade e infantilidade da sua parte e do seu noivo.

  10. O pessoal que leva tudo ao extremo, ao pé da letra. Mais atrapalha do que ajuda. O fato dela não ter uma boa condição não quer dizer que é mendiga. Eu e meu marido não tínhamos muito dinheiro quando casamos, era o suficiente pra nos manter e assim estamos até hj. Eles tem uma certa condição até pq estão bancando casamento, vai se virar, se manter mas a condição é básico. Pelamor vcs só destroem as pessoas. Toda família que se preze sempre ajuda pelo menos eu nos meus 46 anos de vida sempre vi assim.Enfim, infelizmente sua família não está nem aí, não quer ajudar mas não ligue pra isso não. Case, não se importe com eles e seja feliz.

  11. Pelo visto a grana é curta entao se querem mesmo casar, só morem junto. Foquem nas coisas essenciais. União estavel tb eh casamento… mais pra frente vcs casam com festa… Festa é desperdício de grana!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here