Fui assaltado e estou com medo de sair

Bem isso ocorreu em dezembro estava voltando para casa do trabalho e fui abordado por dois rapazes em uma moto, apontaram a arma para mim e tive que dar meu celular e carteira, minha sorte é que eu sempre ando com um celular antigo e pouco dinheiro na carteira e deixo cartão de débito e crédito junto com meus documentos em um bolso interno da calça justamente para esses casos, ele pareciam ter bastante pressa e foram embora logo em seguida, cheguei em casa e minha fixa caiu tranquei todas as portas, portões e janelas e não consigo dormir a noite inteira desde então, desde então ir e voltar do trabalho tem sido uma tortura ultimamente não houve tanto problema devido a situação atual fiquei fazendo home office, porém antes disso fingia ter algum problema fingi ter uma infecção e faltei 1 semana, por sorte meu chefe é um homem bom e generoso e me perguntou se estava tudo bem e não reclamou pelas minhas faltas, já fui em alguns psicólogos e isso tem me ajudado um pouco, porém tenho tido pesadelos em que minha casa em invadida e também acordo sem ar de madrugada, alguém já passou por algo parecido? obrigado a todos.

0 0 votar
Avaliar Desabafo
8 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Denise
3 months ago

O seu trauma é normal! Afinal passou por um susto e o medo de algo pior acontecer. O melhor tratamento é justamente o que você diz já fazer, terapia! Claro que não será automático, talvez o tratamento com um psiquiatra para uma medicação para ansiedade ajude, discuta isso com o psicólogo. E não pense que quem vai no psiquiatra é doido! Muitos tem esse preconceito (eu já tive) mas as vezes precisamos da ajuda de medicação para superar traumas.
Procure sempre ficar mais atenta nos pontos de ônibus, por vezes (não digo ser o seu caso) nos distraímos no celular, ou lendo algo, e não percebemos o risco chegar. Também sugiro fazer defesa pessoal (você aprende a ficar mais alerta para os perigos do cotidiano), sugiro Krav Magá. Melhoras e sucesso em sua retomada da confiança!

Simplesassim
3 months ago

É “normal” se sentir assim, você está traumatizado.
Meu esposo também já foi assaltado,e depois disso, sinto que ele não é mais o mesmo. Ficou bem estressado.

Enfim,procure ajuda de um profissional.

Acesse o site CVV, CENTRO DE VALORIZAÇÃO DA VIDA.
São profissionais voluntários que atendem 24 horas por dia e 7 dias na semana. Mesmo em dias de feriado,
Entre em contacto com eles,te ajudarão quanto a isso.

O atendimento é gratuito.

Isabela
3 months ago

É normal você ficar traumatizado, porém você ficou com síndrome do pânico, a síndrome do pânico é um distúrbio que pode ser ocasionado após a pessoa sofrer um episódio de violência, os sintomas são esses mesmo: você não consegue sair mais de casa, acha que estão te perseguindo, tudo o que você disse, a pessoa ser assaltada e ficar traumatizada é normal, mando seu caso, você desenvolveu esse distúrbio( o que também é muito comum) você deve ir ao psicólogo, terá que fazer terapia, pode ser que te passe até medicamento, faça logo uma consulta e fique bem!

GuilhermeGIH
3 months ago

Oi, tudo bem?
Que bom que foi atrás de ajuda profissional,O que está sentindo é devido a algum tipo de trauma, principalmente se você já tivesse algum transtorno antes,Eu sei bem como é. Sair de casa se torna uma tortura,O tratamento é essencial, e é o que vai te ajudar a sair disso verdadeiramente, o que eu posso te recomendar é, procure formas que te deixe mais confortável. Diga a alguém ( que não sejamos nós) o que sente, e veja se tem a possibilidade de você pagar alguém para te levar e buscar, ou pegar uber, É melhor se sentir confortável,converse com as pessoas!
Espero se verdade que melhore!
Não se esqueça de prosseguir o tratamento!

Observador
3 months ago

Você ficou com algo do tipo transtorno pós traumático. O celular meu é como telefone fixo: deixo em casa porque sei que é o alvo dos ladrões. Dia 31/03 só faltou a arma porque o cara que me abordou fez que era meu conhecido e o pai pescador e ligou como se fosse para o pai dele mas deduzi ser comparsa dele que deve ter chegado por tras de mim: o cara “conversava” comigo olhando para trás de mim e como percebeu prédios ao lado, foi me levando ao banco para sacar dinheiro: fui “salvo” porque havia fila para entrar no banco e olharam para o cara e o suposto comparsa dele atrás de mim, o que desmotivou ele. É uma sensação terrivel mas temos que ter Fé e Jogo de Cintura!

ana lucia
3 months ago

Infelizmente. você desenvolveu algo parecido como uma síndrome do pânico, por ter passado por um elevado grau de stress. Eu já fui assaltada 6 vezes, sendo que em três situações os marginais usaram arma de fogo, uma foi usado um caco de vidro apontando para o meu pescoço, dentro do carro e 2 assaltos em uma situação indireta, ou seja haviam outras pessoas comigo, mas os bandidos estavam também armados. Sendo mulher, com menos força física, tendo que trabalhar como representante coml, visitando diversos bairros, alguns inclusive com alto índice de violência, imagine o quanto vivia apreensiva, na hora de entrar e sair do carro, ou das empresas que ainda até os tempos atuais, ainda as visito. O que me ajudou, foi ter praticado artes marciais, pois é impressionante como essa iniciativa me deu uma enorme força interior, uma coragem que eu nem sabia que tinha. Hj se fosse novamente assaltada, tenho a certeza de que ficarei bem mais equilibrada no meu emocional, sabendo ser mais racional. Entendo a sua sensação, pois o que senti nos meus primeiros assaltos, foi uma sensação de quase morte, um torpor quente no meu rosto, uma impotência que se fica sem saber o que fazer, seu corpo fica em total descompasso, por estar sob forte tensão. É importante psicólogo, mas o que irá te ajudar mesmo é você conseguir enfrentar seus medos e isso as artes marciais, irão te ajudar e MUITO. Escolha Krav Maga ou jiu jitsu

Bella marr
3 months ago

muito triste isso, eu também já passei por isso e ainda estou abalada.

Adria
3 months ago

É Normal agente ficar assim, Passei por isso também, até hoje tenho trauma todas as motos que passam por mim já acho que é assalto. Lhe entendo muito Bem, e isso Realmente é uma Tortura.

Botão Voltar ao topo