Estou farta dos meus pais

Eu tenho 18 anos moro com meus pais desde cedo sempre tentei ser uma boa filha,sempre fiz o que eles queriam na escola boas notas sempre media 9 e 10 e estou farta dos meus pais
Na rua a menina educada,sem mal criações,sempre a que todos elogiavam.Quando criança minha mãe nunca deixava eu ser amiga de meninos o que hoje em dia é um trauma não consigo ter amizades com meninos,nem me aproximar não fosse minhas amigas e minha vontade própria de me libertar disso tudo ate hoje não teria beijado o que comigo só aconteceu aos 13anos através de muita ajuda das minhas amigas e uma boa vontade de um colega de classe que me beijou.
Esse ano fevereiro 2012 fiz 18anos e tive a ilusão de que seria diferente poderia deixar de ser quem eles queriam e ser quem eu sou pura ilusão.
Queria ir pro RJ estudar consegui uma vaga numa boa faculdade particular do RJ ir atrás só meu sonho cursar Arquitetura e Urbanismo e ser feliz finalmente e eu burra fui toda feliz contar prós meus pais achando que ficariam felizes por mim iriam me ajudar a mudar para capital(rsrs)vai nessa a primeira coisa que ouvi jamais você vai ir pro RJ lá é diferente daqui você não vai morar com filho dos outros VOCE NAO VAI banho de agua fria total.Nem ia a shows aqui na minha cidade posso não mesmo jamais…
Por que ser assim eu sempre fiz o que eles queriam como queriam,sempre que queria algo era a mesma resposta agora não da,não pode,aquele é o mais adequado e blablabla.O fato de vocês (meus pais) serem evangélicos será o motivo estou muito brava.Eu sei me cuidar e se não souber é a vida gente preciso saber como andar com minhas pernas,não vou tê-los para sempre e quando vocês partirem como fico se me querem totalmente dependente de vocês?
Nem posso falar como me sinto para vocês afinal não tenho nem liberdade de falar com vocês como sinto ou das diversas vezes que pensei em fugir de casa;apenas SIM Sr. e Sim Srª me são permitidos dizer,não é?

Ler
será que minha sobrinha não gosta de mim?

Obs.: Só para saberem umas coisinhas sobre mim:EU NÃO SOU MAIS VIRGEM o_o kkkkkkkkkk é não sou e perdi para um cara que conheci na internet só o vi uma vez,já chupei uns 3 caras diferentes (me disseram que mando bem tá) e por fim vocês podem ser meus pais mais isso não quer dizer que eu os ame incondicionalmente assim como o respeito o amor de filho também se é conquistado portanto também acaba um dia e o meu por vocês não sei acho que já na UTI respirando com a ajuda de aparelhos.
Com muito remorso,raiva e desapego
a sua verdadeira filha c.l.s

7 Comentários

  1. Nossa eu qeeria ter uma filha dessa.ja que seus pais não te disseram isso eu vou dizer..parabens você é uma garota exemplar, não mude por
    ninguem seja você mesma, uma boa pessoa e honesta..
    um conselho estuda para concurso publico que você vai passar
    ter um bom salario e estabilidade..o primeiro passo é esse ai
    ter liberdade financeira..segundo é não ignorar mas falar menos
    com seus pais tipo fingir que está tudo bem e aos poucos você ir organizando
    sua vida e o 3 passo é alugar uma casa ou ir morar com algum
    amigo ou parente que morre perto do seu trabalho..
    so tenha paciencia ..nossa seus pais são burro por tratar uma
    filha tão exemplar bem assim.
    boa sorte espero ter te ajudado..

  2. Queria, pense assim..

    Veja as meninas de 14, 15 anos reclamando dos pais. E o que você vai dizer? Que isso é uma fase.

    Se eles não te deixaram ir para o RJ, é porque teêm medo de que algo aconteça com você.

    Você não é a única que passa por essas coisas. Mas antes que você diga que seus problemas são maiores, pense no seu futuro. Imagine você no rio daqui 5 meses, pense daqui 2 anos, e pense daqui 5 anos.

    Pais evangélicos sempre são mais severos.

    Mas será que você também mereçe ter a vida que quer?
    Será que uma menina que perde a virgindade com um qualquer, e diz no texto (sobre os pais) que jáchupou 3 caras e manda bem. Será que uma menina assim mereçe ter o que quer?

    Você escreveu a frase “assim como o respeito o amor de filho tambem se é conquistado portanto tambem acaba um dia e o meu por voces não sei acho que já na UTI respirando com a ajuda de aparelhos”

    Uma flha que diz isso, só porque os pais a prendem em casa, não mereçe MESMO sair de casa.

    Quem sente ódio, mereçe o perdão de Deus, não dos pais.

    Não sou evangélica, sou católica de ir na igreja de 3 meses em 3 meses.

    Como eu disse no começo, hoje as meninas de 14 anos passam por fases, as de 25 veê, você também como uma fase.

    E digo! Não é porque é uma fase, que não tem que ser levada em conta! Doi sim, encomoda sim!

    Tente conversar com eles, e ver o que eles acham de você.

    Até agora você deve estar pensando: Quem é essa velha idiota que comentou?

    Tenho 19 anos, meus pais não são evangélicos. Perdi a virgindade com um amigo, e transei com uns 8. jáfiquei em casa durante 6 meses TOTALMENTE PRESA. Ia para escola de carro, voltava de carro, e era trancada, nem no quintal eu saia. Tudo porque eu namorei um marginalsinho de favela.

    Nunca podia sair, hoje conquistei a confiança engulindo tudo que ouvia, e mostrando que posso sim fazer as coisas.

    Namoro a 1 ano e 7 meses, posso viajar com ele sem problemas. Estudo a 2 horas da minha casa mas jamais meus pais me deixariam estudar no Rio. E TAMBÉM consegui uma vaga na UFRJ para Arquitetura, mas eu mesma vi que eu não ia me manter la. Morando sozinha, e fazendo faculdade? Eu preferi ficar. Meus pais nem sabem da bolsa porque iam rir de mim se eu pedisse.

    Repense. Não estou criticando. Pense se realmente você mereçe. Coloque na balança. E PELO AMOR DE DEUS, jamais diga que tem ódio. Deus vê isso.

    Eles são seus pais. A dor da perda de um filho dói mais do que a de um pai ou uma mãe.

    Antes eles te prendendo do que te ignorando.

    Ao invés de reclamar, mostre, com maturidade, que você pode!

    Beijos!

  3. Acho que você tem uma visão distorcida de si mesma:
    1 – Diz sempre ter tido notas 9 e 10, mas arranjou vaga em uma faculdade particular? Estranho! Alunos de média 9 e 10 passam fácil numa pública.
    2 – Diz ser traumatizada e ter dificuldade até mesmo para se aproximar de garotos, mas perdeu a virgindade com um estranho achado na internet e se diz uma boa “chupadora”.
    3 – Diz que precisa saber andar com as próprias pernas, mas aparentemente não faz nada concreto para se tornar independente.

    Eu sugeriria que primeiro você se aceite como realmente é. Pelos fatos que expôs, não me parece que você seja a melhor das alunas e a melhor das filhas. E não tem absolutamente nada de errado em não ser. Como qualquer outra pessoa, possui qualidades e defeitos e não precisa corresponder a todas as expectativas e idealizações de seus pais.

    O primeiro passo para conseguir o que você quer (estudar no Rio) é se aceitar e admitir quem de fato é. O segundo, é ir à luta para atingir o objetivo.

    Querer se mudar para o Rio para estudar em uma “facudeca” e curtir a vida com os pais bancando tudo não é uma atitude muito madura. Se quer ser respeitada por eles, construa sua independência. Estude (de fato) e passe no vestibular de uma Universidade Federal; arrume um emprego e tenha como se manter lá sem a ajuda deles. Isso é se tornar adulta (ter a atitude de uma). Completar 18 anos é apenas fazer mais um aniversário, a única coisa que isso significa é que você já pode ser presa caso cometa um crime.

    Trabalhe, estude, e poderá fazer da sua vida o que bem entender. Legalmente, seus pais não podem impedi-la de fazer nada.
    Faça-se digna de respeito e confiança e, mais cedo ou mais tarde, os terá.

    Se continuar agindo como uma criança mimada, continuará sendo tratada como uma.

  4. Depois de fazer ou pelo menos tentar fazer o que te falaram nos dois comentários anteriores ouça a musica A Janela do Roberto Carlos, presta atenção na letra. Não vai piorar o que já não esta bom.

  5. Eu fugi de casa porque não suportava meus pais, e apanhei com a nova vida.
    Fui vitima de violência (estupro) fiquei surda.
    Claro, isso foi comigo, cada caso é um caso né?
    Mais foi uma liçãozinha de moral, estando na casa dos pais é uma beleza, você estará protegida por eles.
    Fora, você terá que arcar com tudo, e se os seus pais não tem condições financeiras de pagar um aluguel, comida, materiais, livros, e se você pensa que ira achar um emprego (assim como eu achei que fosse facil) não se iluda…porque a realidade é outra.
    Emprego para quem nunca trabalhou na vida está dificil, e se conseguir é uma merreca, não dá nem para pagar um aluguel e como você vai comprar moveis, pagar contas, e se manter criatura?

    Pára com esta ilusão, agüente mais um pouco aí, estou falando em prol do seu futuro, estude..
    Seus pais só querem o seu bem, nunca o seu mal.
    E nunca faça a sua vontade, porque a vontade tem que ser de Deus em primeiro lugar, porque Ele sabe o começo, meio e o fim de nossas vidas, então para que quebrar a cara?

  6. Aqui vai para para Rio vira garota de programa voc~e e safada mesmo né! Vai ganhar dinheiro para pagar apartamento etc..e pode estudar e simples .

  7. Garota, você já é maior de idade e tem o dever de ter juízo e de ser grata aos seus pais – pois deram eles a você um lar, a protegeram e a educaram.
    Quem quer estudar, estuda em qualquer escola. Porque quem faz/cursa o curso é o aluno, e não a faculdade. O que você queria talvez era o ‘passaporte da alegria’ pago pelos seus para ir à capital se esbanjar nas baladas.
    Não deu certo. Nem devia dar. Seus pais foram sábios, embora não tivessem percebido essa talvez oculta intenção sua.
    Mas isso não importa. Importa é que safou-se de eventuais cabeçadas graças a seus pais.
    Ninguém tem a obrigação de ser perfeito, mas o dever de aperfeiçoar-se sempre em todos e quaisquer aspectos pessoais. E se precisa de ajuda para sentir-se melhor ou mais grata à vida que possui, pode e deve procurar ajuda profissional terapeutica. Seu médico de confiança pode fazer a indicação do nome.
    Fale com os seus pais se preciso. Não é vergonha alguma. Ao contrário, seria medida de sabedoria, humildade e um caminho para perceber que você tem qualidades que talvez não esteja vendo agora, e defeitos que podem ser aplainados e substituídos por coisas mais proveitosas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar