Cunhada morando comigo

Há dois meses minha cunhada veio para cá com a desculpa de ter uma consulta médica e está aqui até hoje.
Ela já morou com a gente por uns 4 anos e não deu certo, foi muito difícil, tudo o que eu fazia ela desfazia, como ela não trabalhava, eu achava que não tinha nada de mais ela fazer as coisas em casa, aí ela começou a falar que eu estava fazendo ela de empregada, foram muitas chateações até que meu marido falou com ela para sair daqui.
Ela continuou falando comigo e eu deixei tudo para trás, não quero o mal dela, só não deu certo morar junto comigo.
Acontece que quando tive o meu filho, a pessoa que ia me ajudar não pode ficar e ela se ofereceu, não queria aceitar, mas algumas pessoas falaram que eu poderia assinar a carteira dela para que ela trabalhasse para mim com qualquer outra pessoa, nós ajustaríamos o período e quando findasse, era só fazer o desligamento, que seria bom para as duas pois ela estava desempregada há anos. Assim fizemos, durante o período houve alguns aborrecimentos mas eu não deixava passar e falava logo e ia levando já que era por um período definido.
Quando terminou o prazo, paguei a rescisão, FGTS, deu entrada no seguro-desemprego, tudo certo, e ela foi embora. Só que 3 meses depois veio essa história de consulta, quando passaram 3 semanas após a consulta, meu marido falou com a mãe dele e ela falou que ela tinha dito que não dava certo ficar lá e que vinha para cá procurar emprego, ou seja veio com o intuito de ficar aqui e detalhe, segundo meu marido, não falou com ele e comigo muito menos. Só sei que essa história de emprego é só conversa, passou 4 anos aqui e não arranjou nada, passou 3 anos na mãe dela e não arranjou nada, vai arranjar agora? Nem sai para procurar. Eu até queria que ela arranjasse um emprego, arrumasse um canto para ela, mas não aqui na minha casa. Não é questão de ajudar na casa, porque agora ela faz tudo e mais um pouco, nem questão de ajudar nas despesas, caso arranje trabalho, a questão é que eu não quero. Me sinto tão mal, mas o passado foi tão desgastante. Meu esposo já disse que vai falar com ela e explicar que não dá certo ela ficar aqui. Ela vir para passear e quando tiver algo para resolver, não tem problema nenhum, mas morar não dá. Eu fico super mal, porque sei que não é fácil para ele e fico com ódio dela por criar essa situação. Não estou conseguindo nem olhar para a cara dela e o pior é que ela nem liga, vê que eu estou incomodada mas não está nem aí, fica como se nada estivesse acontecendo, conversando, rindo. Por que ela não pode morar com a mãe dela? Por que tem que se aqui? Por que comigo? Sei que têm pessoas que adoram ter um parente morando em casa para ajudar, mas eu não quero. Eu só quero cuidar da minha casa e da família sem ninguém morando aqui, nem circulando toda hora, será que eu sou tão horrível? Eu só sei que para mim é muito difícil ter alguém de fora morando aqui. Tô muito mal com tudo isso.

0 0 votar
Avaliar Desabafo
3 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Amanda
20 days ago

Vc não é uma pessoa ruim! Acontece que o casal foi feito para morar somente os 2 juntos e filhos se tiver. Qlq coisa fora disso, sempre vai causar desarmonia. Não dá certo morar com os pais depois de casada, nem com cunhada, nem sogra,nunca vai dar. Por mais que essas pessoas gostem da gente, não rola. Já vai causar uma desarmonia. Eu falo por experiência própria. Vim morar com meu noivo que mora e cuida da mãe dele, ela até gosta de mim,Eu achei que por ela se dar bem comigo ia dar certo mas não é assim. a gente não tem privacidade, ela é super curiosa, ocupa a sala só para ela e faz uma bagunça terrível na cozinha. Eu já não suporto mais! Casal foi feito para morar os 2 juntos, mas coisa fora disso não dá certo!

marina
19 days ago

Sinceramente, se eu estivesse na sua situação, ela não iria passar nem uma semana morando na minha casa. É evidente que você acolheu uma parasita, que encontrou hospedeiros para se acomodar,ou seja, você está criando uma filha adulta, que está vivendo as custas do seu suor e a do seu marido e ainda é desrespeitada, pelos seus olhares dissimulados e sorrisos sarcásticos nas suas costas. O desemprego no mercado formal, não é justificativa para uma pessoa ficar parada, pois existem muitas oportunidades na área de serviços, como autônomo, contratos temporário, bicos. Se ela não tem qualificação, é evidente que as dificuldades serão maiores para conseguir um emprego CLT, pois hoje essas pessoas irão concorrer as vagas com pessoas graduadas, pós graduadas, que falam idiomas estrangeiros e feras na informática, portanto, para essas pessoas que pararam no tempo, sobra mesmo os empregos que não se exige tantos conhecimentos. No tempo que ela ficou parasitando, realizou algum curso gratuito, pois tem setores como por ex o têxtil, que os empresários até pagam cursos de costureira, pela enorme dificuldade de encontrar essa mão de obra, além de outras áreas, como diaristas, manicures. Será que ela não pensa que a mãe dela não irá viver para sempre e como ela irá se virar no futuro? Irá ficar sempre de canequinha na mão pedindo ajuda para os outros.

Naná
15 days ago

Que situação! Sua sorte é que seu marido compreende e tenta dar um jeito, mesmo sendo uma situação desagradável ele pede ela para sair.
Bom, eu morei com minha irmã, eu tive um bebê, ela veio me ajudar, mas meu bebê faleceu e ela ficou porque onde a gente nasceu não tinha oportunidade de emprego mesmo e eu queria que ela fosse independente e tivesse responsabilidade. Não deu certo, quebrava minhas coisas, levava namorado para minha casa, não fazia as coisas, comia que nem lagarta, enfim,Meu casamento entrou em crise, ela arrumou umas amigas e ia falar mal de mim para as amigas e de meu marido. Quando estava insustentável, ela foi morar com essas amigas e advinhem! Não deu certo, e depois disso morou com tantas outras e em nenhuma deu certo, já teve caso até envolvendo polícia.
Muito problemática!
Jogue a real! Não quer na sua casa e ponto! Peça ela que saia e que pode vir como visita e não como moradora.

Botão Voltar ao topo