Contei para minha mulher que sou bissexual

Vamos lá. Nunca pensei que chegaria a este ponto. Fazer um desabafo virtual.
Mas, bendita instrumentalidade moderna.
Tenho 28 anos e sou casado há oito.
Tenho uma esposa linda, de invejar qualquer homem, e um filhinho lindo e conversador.
Há dois anos atrás cometi um dos maiores erros da minha vida.
Contei que era bissexual para minha esposa.
Na época contei, porque percebi que meu interesse por sexo hétero estava diminuindo, fiquei frio e indiferente, não porque eu queria, mas porque eu estava.
Cheguei a pedir separação acreditando que seria melhor para ela conhecer um outro homem que pudesse fazê-la feliz, dar satisfação e atenção que ela merecesse.

Também não queria queria trai-la com ou outro homem.
Fiquei profundamente deprimido com aquela situação.
Quando contei para ela da minha bissexualidade, ela chorou muito, mas disse que iria lutar por mim.
Porém, percebi que o comportamento dela se tornou possessivo e alarmado qualquer homem que se aproxima de mim, ela fica com ciúmes e me trata com ironia e repugnância.
Neste últimos dois anos, eu tive inúmeras conversas sobre separação. Explicando que seria melhor para nós dois. Mas ela sempre repudia a ideia e chora.
Sei que ela me ama muito e quer manter a família (que aparentamos ser feliz). Eu a amo também, mas não sinto mais vontade de tê-la como mulher.
As vezes choro escondido no banheiro ou no carro. Não queria sentir desejos por homens, não queria ficar escravo por este sentimento. Infelizmente, o pior, que agora somos três.
Tenho mortificado meus sentimentos e desejos em sacrifício da família. Mas não há uma dia se quer, que meu coração não chore e doe. Não quero ficar longe do meu filho, e por isso, tenho ficado longe de mim mesmo. Muito longe.

46 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Bruna
9 years ago

Sinceramente, sua família em primeiro lugar.você casou e a engravidou porque quis, agora é seu dever lhes dar suporte. Controle seu desejo por homens.

s
9 years ago

Não pode continuar sentindo essa opressão sozinho. Vá ao seu urologista, relate tudo a ele e certamente obterá sugestões valorosas em favor dessa situação. Pode inclusive pedir a ele a indicação de um psicólogo para lidar com essas emoções mais emergentes de agora, a modo de obter alívio e controle para administrar-se e à situação como um todo.
Faça isso. Não há o que perder. E pode ser de grande valia.

Naty
9 years ago

Você não a ama mais,também não sente mais atração física por ela.Acho que acabou, não?Se você tiver certeza de que sim, então é hora de parar de se sacrificar.A vida é uma só.Só temos ela para ser feliz.Seu filho vai continuar sendo seu filho,nada poderá mudar isso.
Você está vivendo um casamento de conveniência, sua mulher quer manter as aparências, mas uma hora tudo cansa.Ela também não deve estar feliz ao seu lado.No tempo necessário,vocês dois vão tomar a decisão que será melhor para ambos.

Cacau
9 years ago

Querido. que situação. Mas não se desespere! Não é o fim do mundo, nem para você nem para ela nem para o filho de vocês!
Bom, eu não sou psicóloga, mas até que entendo bem da mente humana. E, do meu ponto de vista, você deve ser um daqueles caras que são homossexuais reprimidos, daí se chamam de bissexuais. Porque no fundo, você gosta de homens, mas tem medo de assumir isso para o mundo, para família. Tem medo do preconceito. Você mesmo disse que é bissexual, mas que não gostaria de ser, que não queria gostar de homens. Mas aceite isso. Se aceite do jeito que você é. Você é assim. Você sente atração por homens e ninguém pode mudar isso. Então se aceite e tente ser feliz dessa forma! Não se reprima!
Eu acho sim que você ama a sua mulher, afinal está há 8 anos com ela e desse relacionamento nasceu um fruto, mas assuma que você não a quer mais como esposa, como mulher. O que você sente por ela é carinho, respeito, admiração. Mas e a paixão? Não existe mais, porque ela não é o que você quer.
Se divorcie dela. Mesmo que ela chore, que implore. Vai doer, não vai ser fácil, mas é a única saída que vocês têm de serem felizes, é separadamente. Isso não vai te impedir de ver o seu filho, de sair com ele. Ele provavelmente vai ir morar com a mãe, mas você tem o direito de vê-lo sempre que quiser.
Pense nela também. Ela terá mais chances de ser feliz com um outro homem.

Albino J. Maúte
9 years ago

Realmente é 1 caso bastante complexo, eu acho que tudo isso é mais uma tentacao de Satanas, você sabe que ele procura contrariar e inverter o que Deus bem fez. Se o sr for 1 pessoa que reza não só em casa mas tbem vai a igreja, faz oraçoes, e depois vai pedir ajuda ao sacerdote (pastor ou padre ou 1 anciao da igreja) a igreja existe para isso. Em seguida consulte 1 psicologo ou mesmo 1 psiquiatra (psiquiatra não só atende dementes, tambem atende pessoas que precisam de 1 ajuda, de 1 motivacao, de 1 razao para a vida), não tenha vergonha nem preconceito. Olha so, a sua esposa esta a tentar ser seu anjo. Imagine que depois de você se entregar a essa “malicia” e humilhar diante de Satanas, ir a cama com outros homens, você perceba que foi uma mera tentacao e não tem nada de bissexual, é 1 homem de verdade (macho), quanta forca, coragem, tempo e demais coisas tera de investir para recuperar a sua auto-estima, estabilidade e confiança da sua familia, amigos, conhecidos? Seja heroi de si mesmo, conquiste sua gloria meu irmao. Desejo-te muita coragem, forca e boa sorte. NB: Não se rende, não se ajoelha e não responde a Sata. Abraco

Agnaldo Caló
9 years ago

Já passei por 1 tentação dessa natureza por influência de 1 novela baixa (desculpe pela expressão) brasileira chamada Beleza Pura exibida na Soico Televisão (STV) – Moçambique, Naquela novela como noutras que esta tv e outras que temos na praça tem exibido, indirectamente propagava-se homossexualismo. Na tal novela, tentava-se influenciar o dr Renato que achava que era macho mas o seu conselheiro espiritual dizia insistentemente que não, ele só podia se dar bem com homens e não com mulheres. Dai, comecei a apreciar lábios, peitos e músculos de outros homens, eu admira-os. Eu chorava sozinho, protestava contra esse desejo, deixei de curtir aquela novela, sabe, eu me sentia isolado tomar banho com outros homens, tinha medo de olhar para os corpos deles, e meu coração batia forte e tinha vontade e medo ao mesmo tempo de ser tocado por meus colegas de trabalho. Procurei um irmão da igreja católica, que deu-me como receitas citações bíblicas, revistas, livros e conselhos, ai me libertei e hoje assisto coisas que interesse para mim e ignoro que é mau ensinamento e conselhos baixos. Agora sou bem seguro e feliz com a minha esposa e meus filhos.

Eduardo
9 years ago

Como você pode fazer feliz a sua família, se você não esta feliz; Meu caro, você é responsável por você mesmo, já errou uma vez em se casar, e que continuar a insistir no erro? Saia fora e permita~se ser feliz. Com certeza sua esposa, que ainda é jovem, encontrará uma outra pessoa que lhe dê o que você não pode dar. Seja honesto com sigo mesmo. A fila anda.

Lucas
9 years ago

Não se separe dela, resista, quem é que manda, sua carne podre ou sua razão lógica?
Ore ao Senhor, ele não fez o homem para o homem, mas para a mulher. Ignore as comentários ignorantes daqueles que te induzem ao divorcio. Sejas sóbrios, ou você desejaria seu filho em uma relação homo afetivo? Homessexualismo é comportamental, não existe esta raça.

Sérgio Carioca
9 years ago

Pô irmão não sei se você já resolveu,este seu problema na sua vida.
Mais vou te aconselhar,isso é um problema espiritual,querem acabar com o seu casamento,e fizeram um trabalho,feitiço,pra você largar sua esposa e filho,na verdade,destruir sua linda família.
Te aconselho procurar,uma igreja de preferência,uma Assémbleia de Deus,vá numa reunião,e chame um membro dessa igreja,e peça a ele para falar com o pastor ou um dácomo ou presbitero da igreja,conte a ele,o que esta acontecendo com vc,não sinta vergonha em expor seu caso,pois ele é um homem de Deus,e já esta acostumado com todos os assuntos.
Te garanto,que se você quer salvar a união de sua familia,depois que você fizer isso,será a última vez que você sentirá atração por homem,e você sentira um amor tão grande pela sua esposa e filho,como você nunca sentiu antes,acabe com o seu choro e da sua mulher,e o choro que no futuro seu filho também passará,pela ausência de um pai ao seu lado todos os dias.
Não sou crente,sou cristão,eu já aceitei Jesus,numa igreja Assembléia de Deus,mas não fui batizado.
Estou afstado,e voltei fazer várias coisas erradas também,como ficar vendo pornografia na net e outras coisas,mas todo dia peço perdão a Deus,e peço que ele faça sua obra na minha vida e mude meus pensamentos errados,pois somos muitos falhos e fracos,e se esperarmos que nós vamos conseguir nos alinhar,e parar de fazer coisas erradas,nunca conseguiremos,pois isso,é muito difícil,pra nós simples,humanos,temos que deixar nas mãos de Deus.
Fique com Deus e boa sorte,e nunca troque a sua família por nada!

Eduardo
9 years ago

Meu amigo, sou absolutamente solidário à sua angústia!
Também tenho 28 anos e sou casado há quatro anos. No total, tenho 7 anos de relacionamento com minha esposa, contando o namoro.
Os 5 primeiros anos de relacionamento (que incluem 2 anos de casado) foram perfeitos, no que diz respeito ao sexo.
Contudo, de uns dois anos para cá, eu venho sentindo uma estranha “bi-curiosidade” e isto vem afetando meu desempenho sexual. O problema é que esta curiosidade vai ficando cada vez mais forte e, por mais que eu esteja determinado a não ceder às tentações (e de fato o estou), a cabeça fica maquinando e eu já não consigo mais desejar minha esposa como antes. Ela é fogosa (sempre gostei disto) e agora estamos há quase duas semanas sem sexo, não por falta de vontade dela, mas por falta de vontade da minha parte. Não sei até quando isso vai durar, não sei até quando vamos aguentar, é uma angústia danada!
Há um mês eu entrei na psicanálise por conta disto. O psiquiatra disse que há um tratamento, que provavelmente esta minha “bi-curiosidade” surgiu por conta de um momento de crise no casamento e “confusão cerebral”, mas eu tenho lá minhas dúvidas. Só quero voltar a desejar minha esposa como antes! É pedir demais?
Quero ter filhos, quero ser feliz!

Guto
9 years ago

Temos o direito de expressar o pensamento. Temos o direito de fazer nossas escolhas e criar nossa moral, seja ela baseada numa ética religiosa, laica, materialista, espiritualista, enfim temos a nossa mão um leque de possibilidades a nossa escolha para criarmos o nosso mundo e tentarmos ser felizes.
Começamos em parte a cair no erro quando nos deixamos ser oprimidos pela moral que não nos pertence. Passamos a fazer as escolhas para sermos felizes de acordo com padrões dominantes. Ninguém é uma ilha, então viver como se não existisse o outro, também é um erro.O equilibrio, é sempre salutar.
Você hoje vive o resultado de suas escolhas. Não há uma receita que te diga quais serão os próximos passos. Compreenda que qualquer um dos caminhos que escolher terá pontos positivos e negativos. Contar para sua esposa, segundo você mesmo disse, foi um dos maiores erros que você já cometeu. Entenda que o estado das coisas são impermanentes. Podemos passar por um momento ruim durante um longo período, e esse tempo ter sido apenas um período que nos impulsionou a um outro estado. Portanto, perceba que essa sua decisão não foi um dos maiores erros cometidos por você, mas momentaneamente, ela está sendo ruim. O tempo poderá modificar esse estado transmutando-o em felicidade.Também vivo meus problemas, também sofro e desfruto das escolhas que faço. Também estou na “fase ruim”, mas creio sempre no bem, e me seguro nele. Acreditando que a felicidade é uma busca contínua eu vou seguindo.
Encontrei seu desabafo simplesmente porque estava procurando ajuda para fazer minhas escolhas. Você não está só.

Marcelo
9 years ago

Cara, eu sou casado há 10 anos e cheguei no meu limite, tbm vivo o mesmo drama, não é opção (opção é quando podemos escolher) não gosto de ser assim, queria muito ter filhos, mas não sinto mais desejos.. estou ficando quase louco, não sei se eu conto para ela ou se simplesmente me separo e não dou motivo nenhum, eu amo minha mulher e ela me ama. Nós sonhamos em ter um filho, ela játem quase 40 anos e o tempo esta se esgotando. Tenho medo de contar e acabar com nossas vidas.

Miguel
9 years ago

Estou numa situação identica sou casado tenho uma filha com 7 anos e desgraçadamente faço uma vida dupla que me esta a tirar do sério tenho um amante a 4 anos ele é gay assumido vivemos um pouco distantes mas encontramo-nos com alguma frequencia as vezes pregunto a mim mesmo será possivel amar duas pessoas ao mesmo tempo um homem e uma mulher? eu amo minha mulher e sinto uma coisa muito forte por ele pensso mais nele durante o dia do que propriamente na minha mulher mas a situação esta complicada para nos encontrarmos ele é assumido e eu tenho receio de um dia ela vir a desconfiar ou até mesmo descubrir esta situação derivado as minhas saidas de casa sempre com desculpas do emprego mas que é que me pode ajudar?Eu conheço casos assim pessoas que vivem anos nesta situação será que eu vou aguentar ou isto acaba eu nem sei pá eu preciso destas duas pessoas na minha vida não sei viver sem ela e muito menos sei viver sem ele estou desesperado

Flávio
8 years ago

Quando me libertei da culpa e da autopiedade através da espi-
ritualidade [“fé raciocinada”] consegui ser feliz. Este é o princípio
libertador: A culpa nos torna fracos e sem ação. Pense nisso e
boa sorte.

Rafa
8 years ago

Olá. Sou casada há 10 anos e meu marido revelou ser bi. Seria ótimo poder conversar com homens casados com essa orientação para me ajudar a entender o que está acontecendo.

Dionisius
8 years ago

Rafa, não sei se você ainda vai ler isso um dia, mas sou bissexual, minha esposa sabe, e não temos problemas com isso.

Já tive inumeros casos com homens e com mulheres, e já fiz uma longa caminhada de autoconhecimento para entender o que se passa comigo.

Hoje estou bem, amo minha esposa e acredito que seja algo normal ter desejos por outros homens e outras mulheres, mas sou fiel.

Dionisius
8 years ago

Acredito que por ter buscado terapias, entendido os processos psiquicos, e por ter aceitado que isso também é natural, pude passar a ter relações com outros homens sem neuras, e quando me permiti viver isso acabei, junto com as terapias, acalmando o desejo em mim. Hoje tenho uma vida sexual maravilhosa com minha esposa, e por ter vivido a fase putão, consigo ser só de uma pessoa.

Bruno Pontes
7 years ago

Olá! Olha, vivi a mesma situação num primeiro casamento. Quando o casamento acabou eu vivi algumas relações com homem, mas cara, se você é bisexual é porque gosta dos dois e não vai ser feliz só com homem também, porque eu senti falta de mulher e fui atrás. Acho que das questões de gênero, a mais complexa é a bissexualidade! Mas enfim, hoje sou casado com uma mulher super mente aberta, que sabe que sou bi. É muito gostosa e completa nossa relação. As vezes transamos hetero, mas quando temos vontades nós brincamos de inversão. Quando saio com algum carinha é com o consentimento dela e por duas vezes eu também já consenti ela sair com outro cara e foi super gostoso, porque ela não reprimiu e quando chegou em casa foi me contar detalhes e nos amamos loucamente nessa hora. Resultado: temos um casamento invejável, sem brigas, com muito amor e companheirismo, regado a uma vida social que não expõe nossas intimidades. Somos felizes! Temos nossa filhinha hoje com 6 aninhos que é tudo para nós. O que vocês precisam é disso! Compreender um ao outro e ser companheiros inseparáveis. Só assim serão felizes. Beijos e boa sorte!

Mascos
6 years ago

Ola Sou solidario a todos voces, eu sou casado há 14 anos amo e desejo muito minha esposa e de um tempo para comecei a ter vontade de transar com homens. Sempre tive tesao em sexo anal e até fazemos inversoes de vez em quando, ela não curte muito, mais aceita de boa sempre conversamos muito. Entramos para o meio swing pois ali podemos realizar todas nossas fantazia, eu adora e morro de tesao de ver ela transando com outros homens. Não tive coragem ainda de falar para ela que estou com tesao por homem, OU penis, Não me sinto atraido pelo corpo, ou pelo rosto masculino, me sinto atraido mesmo pelo Penis. Já falei para ela que morro de tesao de travesti pois tem corpo feminino e penis. Quando contar venho aqui posta

Rm
6 years ago

O compromisso com o filho você terá para o resto da vida. Como fará sua mulher feliz se você não está feliz? Mesmo se após explicar a situação ela não entendeu, explique o que isso poderá acarretar e imponha algumas regras. Ou vocês poderão viver uma vida de casal ótima ou ela vai acabar entendendo e buscando sua felicidade também. Como bem sabemos, filhos não impedem nada, é claro que nos ajudam a ponderar, mas tem situações que são inevitáveis.

esdsantos
6 years ago

Meu caro, sou bissexual solteiro e estudante de psicologia. Ninguém sabe da minha bissexualidade, somente meu psicólogo, pois a sociedade, apesar de historicamente conviver com isso, não está preparada para nos compreender e ainda rotula bissexuais como homossexuais e como afeminados. Vou casar e ter filhos, porque este é meu projeto de vida, e minha bissexualidade não interferirá no meu amor e na minha escolha de estar casado. Mas, para chegar nisso, ainda vai um longo caminho. Minha vida é diferente da sua, mas você e todos os que relataram os casos aqui precisam buscar ajuda psicológica para saírem do sofrimento sobre algo sobre o que não há controle, que é a orientação sexual. Posso ajudar indicando bons profissionais, se quiserem, mas em suas cidades deve haver bons profissionais. Dividam esse fardo com eles, e sairão muito melhores destas situações. Abraço!

Newman
6 years ago

Bom, a orientação sexual é programada, assim como o caráter de uma pessoa.

Quando nascemos temos “generos” (masculino/feminino) e isso não quer dizer nada além de pênis ou vagina.

Por natureza somos bi-sexuais, a sociedade é quem programa a orientação sexual de uma pessoa, se você se libertar destes estigmas, você vai se revelar bi-sexual, e não há nada de errado nisso.

Sou casado há 8 anos, tenho 2 filhos lindos, uma esposa gatissima, e adoramos o meio swing que é onde realizamos nossas fantasias, onde ela também se revelou bi-sexual.

Já tive fases de dar, de comer, de assistir, e ela também, enfim, vivemos nossa sexualidade intensamente, somos cumplices de nossas fantasias e hoje vivo um relacionamento com minha mulher onde a confiança e a cumplicidade nos permite tudo, sem estigmas, deu vontade, fazemos!

Mas vejam que separamos muito bem o sexo dos outros aspectos da nossa relação, eu não sinto afeto/amor por homens ou travestis, apenas tesão, igual outras mulheres, e a pessoa que eu quero do meu lado afetivo é minha esposa.

Somos eternos amantes e celebramos a nossa sexualidade da maneira que os nossos desejos aparecerem.

Aleandro Stevem
6 years ago

Pior latada da sua vida em contar para ela que você é bi, eu sou solteiro e bi também, tenho 25 anos. Experiência própria já contei para duas narmoradas que sou Bi, resultado?! Os relacimentos não foram para frente, elas me deram uma desculpa e terminaram comigo. O que eu quero dizer é, contar não é Melhor saída, ‘elas não aceitam, não entendem’. Forças ae e tudo de bom, torço por tu parceiro.

Aninha
6 years ago

Muito triste tudo isso.. estou noiva e descobri que meu noivo játeve relação com um gay e hoje ele ´2 travesti e muito bonita, morro de raiva porque amo ele e amo sexo, hoje não tenho paz e ele insiste em casar e não quer separar disse que nunca mais teve envolvimento e via videos e fotos, não sei o que fazer. Tenho medo de voltar a confiar nele.

Luis
6 years ago

Ha muito tempo neguei para mim mesmo ser bi. Tive relacionamento com um rapaz quando era novo, depois adormeceu esse desejo. Namorei, casei com uma mulher, me divorciei, parti para a balada e “pegava” muitas gatas.
Até que encontrei uma namorada que era bem safada. Ela tinha muito tesao em usar uma cinta peniana para me penetrar. No início eu ficava muito constrangido, e como coisa do destino, ela mesmo começou a pedir para assistir filmes bi, me falava para fantasiar que era um homem, etc. Esse relacionamento apesar de sexualmente ter sido perfeito, acabou.
Conheci minha atual esposa e depois de uns 5 anos ela também partiu para esse lado. Tudo começou com uma penetrarão com dedos, até brinquedos, culminando com uma cinta peniana muitíssimo realística. Um certo dia confessei a ela que quando era adolescente mantinha relações com um garoto mais velho. Ela aparentemente aceitou na boa.
Eu sempre assisto filme gays sozinho, sinto muito desejo por ela, e temos uma vida sexual “normal” super ativa. No entanto agora me sinto confortável para confessar a ela quando estou com muita vontade de dar. Não assumi completamente, ao ponto de falar que sou bi mesmo, mas encontrei na inversão de papéis, também conhecido como pegging, a forma de me manter fiel.
Não tenho atração romântica por homens, para mim é mais ser penetrado. Depois que ela me penetra, sinto uma excitação descontrolada e partimos para o normal.
Tem dias que sou dominado, tem dias que eu domino. Quem sabe não pode serviam saída.
Para mim o mais importante é não trair.
Boa sorte.

Elisa
5 years ago

Oi colega, tudo bem? Pelo que eu entendi aí, não acredito que você seja bissexual, mas gay. Isso porque, como você mesmo disse, está sendo um suplício para você o sexo heterossexual (um bissexual não veria problema nenhum). Acredito que o seu caso seja o de muitos gays. Muito provavelmente, você se encantou (ficou admirado) pelo jeito de ser a sua esposa e interpretou que isso fosse paixão.não me admira que ela deve ou devesse ser até saber da verdade, um doce com você. Infelizmente, você ficar nessa situação só vai fazer as coisas piorarem. Se agora, com 8 anos de casado, você já está em depressão e angustiado imagina se forem 10, 15, 20 anos. Me desculpe, mas você não vai aguentar. vai ficar cada dia mais tarado por homens. Digo isso porque sou lésbica e sei as consequências de se autoreprimir. O melhor (não digo que o mais fácil) é que você se separe da sua mulher e vá viver sua vida sem negar sua natureza. Infelizmente, por causa do seu filho, você terá que conviver com essa situação chata a vida inteira, ou melhor, até ele ser maior de idade. Muito provavelmente, sua esposa vai criar o maior alarde, se fazer de vítima e tentar jogar seu filho contra você. Nesse caso, a Justiça tem mecanismos que buscam impedir a alienação parental, procure se informar com um advogado, ele poderá te ajudar. Ah sim, acho que também um psicólogo seria uma boa.

aldo
5 years ago

arruma um homem para você e ela os três na cama juntos vai salvar seu casamento e o dela pode ser um amigo sejam felizes.

Henrique
5 years ago

História interessante. Vou relatar meu caso:
Tenho 30 anos. Até mais 23 mantendo relacionamentos com mulheres. Até que gostava, sentia pequenas atrações. Mas na hora H era bem complicado. Não conseguia chegar ao “alge” 100%. Saia com elas na rua, mas quando via um homem charmoso e bonito o olhar certeiro estava lá. Fiz várias mulheres sofrer e muito. Despertei o amor sem ter a intenção de ama-las. Até meus 25 anos não me envolvi mais com mulheres (somente homens). Consegui me assumir para família e amigos íntimos, foi uma barra sofrida. Pressões e pressões. Mas hoje me sinto livre. Tenho um bom relacionamento homoafetivo e hoje muito bem e feliz. Abraços.

5 years ago

Existem várias fórmas de amor: amor de pai/mãe, amor de filho, amar um amigo (amizade sincera) e amor conjugal. Você ama a mãe do seu filho, mas não a ama como mulher, póde ter havido atração, pela matemática você casou com 20 anos. Seja feliz, busque uma união com homem: deixe de reprimir sua sexualidade. Deixe de sofrer. Busquei por décadas evitar estar com homem, sexualmente falando, mas percebo que é um homem que poderá me fazer feliz: deixei passar a minha juventude, não quero deixar passar esta fase de maturidade (coroa). Beijo em seu coração. Seu filho será sempre seu filho e o tempo ajudará ele compreender a razão dos pais terem se separado.

Ricardo
5 years ago

Ricardo, Fica tranquilo irmão, não larga da tua família, tua esposa te ama, se relacionar com homens não vai te levar a nada, vai arrumar é dor de cabeça, você vai voltar a sentir atração sexual pela a esposa, o problema é você ficom em cucado, isso passa, daqui a pouco está tudo bem. provavelmente vai continuar sentindo aquilo por homens, e daí?, segura a onda, fala tenha um diálogo abertamente com a sua esposa, quem sabe o que você tem vontade de fazer fora do casamento pode ser resolvido entre vocês dois?, você entendeu o que eu quis dizer né?, é só conversar, entre o casal se tiver entendimento, entre quatro parades vale tudo, desculpe se peguei pesado, mas, quero te ajudar, fica com a família, abraço.

Cesar
5 years ago

Os comentários revelam que muito se confunde bissexualidade com a capacidade de uma pessoa homossexual se relacionar com pessoa do sexo oposto ou uma pessoa heterossexual se relacionar com uma pessoa do mesmo sexo.

Eu tenho um parceiro há seis anos, e o que me levou a ter a primeira experiência homossexual foi curiosidade. Se hoje transo com ele é porque é prazeroso e não porque eu seja apto a me relacionar afetivamente com homens e mulheres. Fazendo uma comparação com massagem, que também proporciona um bem estar em uma pessoa, se um heterossexual ou homossexual for massageado por um homem ou por uma mulher a satisfação vai ser semelhante. No sexo, se a pessoa se liberta das travas psicológicas culturais de nossa sociedade, qualquer ser humano teria capacidade de ter uma relação homossexual sem culpa e com prazer. Duvida? Então, imagine-se deitado nu em uma cama, com um homem e uma mulher em pé na beira da cama, ambos com beleza acima da média. Você evidentemente vai olhar para a pessoa que lhe desperta desejo e o visual vai te despertar um impulso sexual. Os dois se aproximam de você e colocam uma venda. Em seguida, você sente que um dos dois começa a lhe fazer sexo oral. Você acredita que a dúvida lhe tiraria o prazer? Vou adiante. se você perceber que não um, mas ambos começaram a lhe fazer sexo oral alternadamente, acredita que o prazer vai ser prejudicado?

M.A.
5 years ago

Aconteceu comigo recentemente. Meu marido confessou que me traía, desde sempre, e que não tinha uma pessoa específica. E que não era com mulheres. Doeu muito ouvir essa verdade e sua voz ainda ecoa em minha mente toda vez que fecho os olhos. Fiquei sem chão. ainda mais eu que sou cristã e acredito que o casamento é para sempre. meus olhos enchem de lágrimas enquanto escrevo. É uma situação muito complexa, e eu até afirmei para ele que estaria disposta a continuar casada com ele e ajudá-lo nessa jornada, porque é um conflito de identidade. Embora tenhamos um bom relacionamento, estamos separados, ainda não divorciados, mas ele resiste me buscar ajuda. Ele está sofrendo, principalmente pela dor que me causou e diz que sentia prazer em nossas relações sexuais. Não sei se ele diz isso para me dar um certo conforto, ou se é verdade mesmo. depois de tanto tempo mentindo para mim, fica difícil acreditar em qualquer coisa que ele diz. Tenho acessos de raiva algumas vezes, porque estou muito ferida, mas tento sempre compreender o lado dele. Manter o casamento, só se for à base de muito aconselhamento, terapia de casal, e de muita vontade por parte dele de lutar por nós dois. Ele também diz que ama a minha pessoa, mas não mais como mulher, sexualmente falando. dói tanto ouvir isso. estou em pedaços.

SANTISTA
5 years ago

Boa tarde a todos, esse conflito realmente é complicado fui casado por qse 30 antes de casar sentia desejo sexual por outro homem mais nunca tive coragem de procurar, enfim casei e em 98 entrei em depressão e comecei a procurar em salas de bate papo homens mais novos para sair mais na hora H desistia, até que um dia sai com travesti e dai para frente comecei a tomar coragem hje sou divorciado e saio com um rapaz bem mais jovem porem bi tbm e até hje ainda me sinto angustiado e me culpo posso entender o que esta sentindo são 24hs do dia de acusações.

MAGDA
5 years ago

Porque homossexuais se casam com mulheres?
Porque não saem do armário de uma vez por todas?
Porque mentem?
Porque fingem?
Depois que se envolvem as mulheres tem filhos, é uma família que vocês arratam para o sofrimento. Pelo amor de Deus não façam isto se é gay assume, mas não se casem com mulheres se vocês gostam de homens deixem de ser egoístas e se assumem. Não façam isto de enganar as mulheres fingindo o que vocês não são. Lá no fundo vocês sabem que nasceram gays. Assumem isto ;

brian
5 years ago

passo pela mesma coisa, mas não tenho coragem de contar, vou morrer sofrendo com isso sem nunca ter sido feliz.

mr zaraki
5 years ago

acho que alguns vem descobrir sua verdadeira sexualidade depois do casamento, afinal penso que neguem tem o interesse duentil de viver infeliz e fazer alguém infeliz, sim muitos se casam para manter aparência por conta da família mais isso não que dizer que todos são assim,

Mel
4 years ago

Não fique triste por sentir desejos sexuais por homens. Nisso não há nada de errado. Ela pelo menos está tentando lutar. Converse com ela sobre a maneira de como ela está agindo. Um divórcio repentino pode piorar a situação.

Eduardo
4 years ago

Não sei se verá esta resposta. Minha história tem um pouco a ver com isso.

Desde novo, não tive minha sexualidade muito bem resolvida. Apesar de não aparentar, tinha desejos sexuais por homens na adolescência. Porém, uma facilidade maior de ter sentimentos amorosos por mulheres.

Quando comecei a faculdade, me aproximei muito de um rapaz da minha sala e acabei me apaixonando mesmo. Com esse rapaz, que também não se dizia gay e na época tinha acabado um namoro com uma menina, tive minhas primeiras relações sexuais. Foi uma época intensa e de muito sofrimento.

Depois de 1 ano e meio desse “caso”, percebi que aquilo tudo era muito mais desejo do que qualquer coisa. Tive grandes desentendimentos com esse antigo amigo. Foi nessa época conturbada que minha esposa (na época amiga de faculdade da mesma sala) apareceu. Começamos a conversar muito, fizemos uma amizade forte. Eu não tinha esse desejo ardente sexual por ela, mas não havia ninguém mais no mundo com quem eu ficasse melhor, mais em paz.

Nesse meio tempo, continuava a sentir desejo pelo antigo “amigo”. Foi difícil superar. De qualquer forma, eu e ela começamos a namorar. Logo, contei o que eu havia vivido e tudo que tinha passado. Ela ficou desconfiada, não sabia o que pensar. Mas resolveu dar um voto de confiança à nossa relação.

Eduardo
4 years ago

O namoro foi maravilhoso e o casamento é também. Isso não impede, claro, que eu sinta atração sexual ou algo esquisito por outras pessoas algumas vezes. O desejo faz parte da existência animal do ser humano. Mas também temos o poder de exercer o controle.

Hoje, eu vejo que muitas pessoas não estão sabendo lidar com seus próprios quereres. Não estão dispostas a lutar pelo que acreditam, a lutar por um amor. Eu escolhi lutar pelo meu. Hoje temos um lindo filho, que é nossa preciosidade. Nunca um desejo pontual vai me fazer estragar isso.

A resolução do seu problema, ao meu ver, passa por sinceridade e espiritualidade. Aqui não falo sobre ‘trabalhos’ ou qualquer outra besteira. Mas sim daquela conexão sincera com Deus, que fortalece não só o indivíduo como a família. E também a desconexão com tudo que te leva a superestimar os desejos que sente. Quanto mais voltados para a terra estamos, mais impregnados pela sujeira estaremos.

Que seu caminho seja iluminado.

JB
4 years ago

Rapaz, se você está deprimido porque gosta dos dois (H e M), imagine eu que sou broxa! Não consigo nada com ninguém. Levante a cabeça e vá em frente, moço!

Lion
4 years ago

Nossa juro pela minha vida que chorei lendo seu desabafo fiz 18 recentemente e contei para umas pessoas que sou bi algumas aceitaram mas outras falaram que e só uma só fase, sei e difícil ser bi.
Pelos comentários anteriores eu estou bem atrasado para responder esse desabafo mas só me descubri a pouco tempo e vim atrás de informação espero que você esteja bem hoje em dia

Amigo
4 years ago

Cara, procura ajuda psicológica. Uma segunda, terceira opinião. Cada um tem uma história e não existe receita de bolo para essas coisas. Invista na solução mais sustentável, para minimizar as consequências, que de uma forma ou de outra ocorrerão. Então, mova-se!

Sucesso.

eleDesabafou
3 years ago

O que você fez?
Como estão as coisas agora?
Estou na mesma situação, sendo que tenho 25 anos, uma menina de 2, falei no passado para minha esposa que tinha ficado com um transsexual sendo ativo e passivo e quando era criança falei que fazia umas ousadias com outro menino. Fiquei 1 ano e pouco segurando a vontade, mais tenho desejo enorme de ficar com transsexuais e agora ultimamente. de ficar com alguns homens mais maduros, bonitos e estilosos que são assim também.
Sinto vontade de está com os dois ao mesmo tempo.

Swingehvida
3 years ago

A solução para o seu caso chama-se swing, menage e troca de casais. Venho praticando com minha esposa e abrindo nossa bissexualidade aos poucos. Gosto de ver ela com outros e eu participar. Tb fico com outra e ela participa. Nosso relacionamento melhorou muito, não temos desejos reprimidos e não pulo mais a cerca (para sair com outras mulheres e outros homens).