Sou casada e minha mãe veio morar comigo, agora meu irmão também veio

desabafos sobre problemas e dramas familiares e do dia a dia em familia

Sou casada há 10 anos, vivo muito bem com meu marido. Há 2 anos minha mãe veio morar conosco, e agora meu irmão separou e pediu abrigo em minha casa. Ele vem poucas vezes em casa, pois trabalha viajando. E os conflitos com minha mãe começaram por causa de valores na ajuda com as contas da casa. Minha mãe já contribui e muito irmão também. Mais pelo fato dele viajar e vir em casa poucas vezes. Não estamos nos entendendo em relação a valores. Ela quer que meu irmão só contribua com 100 reais por mês. Mais mesmo ele vindo pouco em casa acho pouco. Ele ganha muito bem e gasta tudo com as filhas e a ex mulher que o expulsou de casa. O que faço?

6 COMENTÁRIOS

  1. Primeiro nem sua mãe e nem seu irmão deveria está morando com vc e seu marido, alias sua mãe e seu irmão deveria arrumar um casa e morar os dois juntos, acaba o problema, só pra constar toma muito cuidado esse tipo de dinâmica familiar destruí muitos casamento.

  2. Amiga, vamos separar as coisas aí. A casa é sua e não da sra sua mãe, embora respeito a ela deva ser sempre ser prestado. Porém, respeito à pessoa dela não é necessariamente dar a ela a condução econômica da sua casa e muito menos o direito de estabelecer regras e valores a respeito disso. Isso compete a você e ao seu esposo, e a ninguém mais. É preciso que isso fique claro em casa para todos: sua casa, suas regras; sua casa, sua a administração das contas junto com o seu esposo.
    Estabeleça isso juntamente com o apoio do seu esposo ou o seu casamento corre sérios riscos. O seu marido acolhe à sra sua mãe, embora ela colabore, e agora ao seu irmão. Perceba que se além disso a sra sua mãe começar a ‘dar as cartas’ o seu esposo vai se sentir um nada aí dentro e pode pensar que está você, mediante silêncio, em concordância com terceiras pessoas na administração do lar que é dele e seu.
    Pense ainda em sugerir que o seu irmão que se hospede numa Pensão. Lá as contas mensais fluem tranquilas e ele não será motivo de desavenças.

  3. A sua mãe não tem direito de definir as regras dentro da sua casa, aliás, nem deveria estar morando com vocês, pois interfere na privacidade do casal. No site desabafa, já li diversos posts e os seus comentários , em que fortemente desaprovam esse formato de convivência, muitos inclusive expuseram as suas experiências pessoais, sempre negativas,
    portanto muito cuidado, pois Isso poderá acabar com o seu casamento. Procure uma solução urgente, proponha para o seu irmão que alugue um imóvel, já que está separado e que vá morar com a sua mãe. Eles estão simplesmente transferindo os seus problemas para você. Outro detalhe, r$100,00 é valor de esmola, pois mal paga parte da conta de luz e nem ele se fosse morar embaixo da ponte, conseguiria sobreviver com esse valor, pois o preço dos alimentos estão proibitivos, fora as demais contas. A justiça ao definir a pensão para os filhos, já prevê que o homem terá que gastar o excedente com o aluguel e a sua manutenção, portanto, não tenha dúvidas que esse cálculo já foi feito e ele tem como morar sozinho, especialmente se somar a renda da sua mãe. O seu marido, em algum momento, irá perder a paciência e com razão, pois ele não tem obrigações com a sua família e se não ficar esperta seu casamento vai para o saco.

    • Concordo com você e vão conseguir arrebentar com esse casamento, pois a mãe uma vez instalada na casa dela, sempre ficará dando palpites, à medida que a filha propuser para que ela tenha o seu próprio cantinho para morar, vai se sentir rejeitada e no papel de vítima, rotulando a filha como ingrata, pois é perceptível que essa mãe nunca vai se tocar de que está se interferindo nesse casamento, até pela postura de superproteger, o filhinho separado, que está contribuindo apenas com a barriga, pois é ridículo dar apenas r$ 100 para a irmã.

    • Concordo com o Morfeu! Só ressalto um pequeno detalhe : os parentes vem junto no “pacote” com o marido ou a esposa, não tem jeito! Moça, quem casa quer SUA casa e não viver na casa dos outros. Sua vida estava boa, pq diabos está dando sorte ao azar? Não dá certo morar junto! Isso vai sim refletir no seu casamento e de forma negativa. Se vc tivesse dito que sua mãe foi morar na sua casa por problemas de saúde, dava até para compreender a delicadeza da sua situação. Mas se não tem relação com isso, pq raios ela está aí? Cada macaco no seu galho e cada um na sua casa. Seu irmão, então, nem se fala. Daqui a pouco nem vc e nem seu marido vão conseguir lidar com essa situação. A diferença é que vc não tem como renegar sua própria família, mas ele pode deixá-los sim e deixá-la também. Pq não sugere que seu irmão e sua mãe more juntos em outra casa? Seria melhor..

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here