Quero-me separar mas tenho pena dele

Sou casada desde meus 18 anos, fazem 8 anos, resolvi morar com ele pois odiava viver na casa dos meus pais.

Com o tempo aprendi a gostar dele. É uma pessoa maravilhosa de ótimo coração. Sempre fez tudo por mim!
Com 3 anos de casamento eu o trai com um amigo ele descobriu e acabou me perdoando dizendo que ia tentar esquecer, pois me amava muito.
Nunca mais foi o mesmo se tornou um cara agressivo.
Com o tempo descobri que eu não amo ele de verdade nunca amei, só que cansei de viver nessa ilusão.
Nunca trabalhei fora nem estudei nos temos um filho de 4 anos.

Ele promete tudo que vai mudar vai tentar fazer que eu goste dele de novo, mas eu não consigo fazer mais de 1 ano tentando, sinto até nojo às vezes quando ele me beija.
Sexo só quando consumo bebida alcoólica muito raro.
Gosto muito dele como amigo nada além disso, mas estou cansada de vegetar não fazer nada não ser ninguém, quero viver ser livre e feliz com meu filho não tenho vontade de fazer nada estando com ele, ele nunca me incentiva também!
Porém, morro de pena dele pois sei que vai sofrer muito por ficar longe da gente.
Estou muito confusa não sei se devo ir levando esse casamento falido adiante ou se devo ser mais egoísta e pensar somente na minha felicidade!
É difícil saber que vou magoa-lo muito mas não sei se ele sente amor mesmo ou está acomodado.

Etiquetas
quero-me separar separação

66 Comentários

  1. Desfazer de um casamento de anos não é tarefa fácil.Mas se você não vê perspetiva de melhoras, das duas uma, ou você termina e vai viver sua vida (que minguem nessa vida nasceu para ser infeliz, sempre da para tentar mais uma vez), ou você assume esse casamento infeliz como um fardo e tenha fé de que UM Dia vai melhorar. Essa decisão só cabe a vc. Todos podem dar suas opiniões, mas quem sente é vc. Então siga seu coração. Não há nada de errado em pensar em si mesma no seu caso. Bjos

  2. Fui casada por mtus anos, ninguém morre por dó não! Acorda, para de ser egoísta! Afinal você não o faz feliz e mtu menos se faz, vai viver a sua vida com seu pequeno! Não viva de restos, e empurrando com a barriga se tu tem até nojo é porque realmente acabou. Boa sorte bju

  3. Você disse que tem uma criança pequena. Se pensa em separar-se, precisa ter alguma independência financeira, pois seria ilógico voltar à casa dos seus pais já que casou-se para sair de lá. Não sei se exerce alguma atividade remunerada, mas é preciso que planeje isso antes de pensar em separar-se.
    Quanto ao fato de sentir pena do seu esposo, parece compreensível que se preocupe com as emoções dele. Pois seja como for, sei que vê nele qualidades e que ele talvez de algum modo se esforce para que tudo dê certo entre vocês. O nome disso é talvez apreço e gratidão, e não pena, coisas que deve falar a ele que sente, dentre outras, se for o caso. Isso pode aliviá-la.
    E de todo modo, como deve primeiramente pensar na sua independência antes de separar-se, pode usar esse tempo para, em paralelo, dar ainda uma segunda chance ao seu casamento. Mas se o caso de empreender essa tarefa, o clima de paz entre vocês deve ser completo e sem brigas. Por isso deve pedir ao seu esposo, saiba ele ou não dos seus planos de independência, para que não seja agressivo em qualquer hipótese, explicando a ele como se sente quando isso acontece.
    Boa sorte!

  4. Em tempo: se percebe que o seu esposo embaraçaria o seus objetivos de buscar independência economica para separar-se, infelizmente talvez deva fazer isso em silencio. E de todo modo, caso não venha a separar-se, não seria perdido que tivesse alguma fonte de renda.
    Boa sorte!

  5. depende muito da situaçao! as vezes você acaba tendo pena de outra pessoa e nada de vc!

    tenho um relacionamento amorodo com uma mulher que foi casada e tem um filho de 5 anos.mas ela não trabalha e depende financeiramente do cara.e também teme em deixa-lo definitivamente com medo da reaçao dele pois ele é dependente quimico, mas ela é extremamente infeliz com essa vida que leva..pois ela não o ama, disse que acha que nunca o amou, não tem afetividade com ele, não faz sexo há anos com ele, nem beija, nem abraça, se dá bem como amigos, mas nem dormir juntos dormem há mais de 3 anos.mas não larga.isso empaca a vida dela.dele e consequentemente a minha tb.fora que coloca ilusoes na cabeça do filho.

    nao acho isso certo.ela precisa tomar uma atitude para melhorar a vida e ser feliz.nao falo nem isso por mim, pois sei que ela me ama e quer ficar do meu lado, mas com toda essa situaçao ela acaba sendo infeliz e eu tb.. fora que não consigo entender como que um cara mesmo amando se submete a viver de migalhas de sentimento, sabendo que nada mais rola e o casamento jáesta falido, mas ele quer se manter por perto pois é obssecado nela..mas ela por pena dele acaba cedendo a permanencia dele..ela esta acabando com a vida dela e de outros por tabelas.precisa de uma atitude já! se quiser mudar a vida.e isso só depende dela mesmo..pois a situaçao é tão comoda pela necessidade financeira que ela acaba perdendo oportunidades melhores na vida e vive esse inferno.

  6. Sergião,
    Se posso sugerir, permita que eu deixe aqui um site que pode muito ajudar a sua parceira (cifrarei):
    os 3 w’s ponto naranon ponto org ponto br
    É uma associação de caráter mundial, sem vinculação religiosa e gratuita, onde se mantém o inteiro anonimato dos interessados. É específica paraajuda a pessoas às voltas com conflitos sobre parentes e amigos dependentes químicos.
    Penso que ela (e você mesmo) poderia(m) fazer um contato e obter ajuda. Não há o que perder. Por que não tentar?

  7. ola, estou passando pelo mesmo problema, não amo mais meu marido, porem tenho dó de deixá-lo..mas sei que com certeza é o melhor para mim e meus filhos. Meu marido é muito ignorante, dependente quimico, brigamos muito, com gritos e até agressões, quando ele bebe ele fica mais louco ainda.

  8. Eu não amo mais meu marido não tenho vontade de ter relação sexual cm ele as vezes faço por obrigação, quero me separar mas não fiz isso até hoje por 3 motivos tenho pena dele, por causa do meu filho que tem apenas dois anos e tbm porque não tenho uma independência financeira estável e não quero voltar a morar cm meus pais, mas nunca trair e nem penso em fazer isso enquanto tiver cm ele, o que faço.

  9. nossa passo ó mesmo dilema sou gay – conheci este rapaz á um tempo ele é de belem do para e eu sou mineiro ele veio embora viver comigo aqui da primeira vez eu consegui me separar, mas depois de um tempo eu chegando do serviço supresa desagradavél ele tinha voltado sem fala nem nada – tipo tento me separar mais ele sempre da pit – se arrependimento matasse as vezes melhor viver solteiro mesmo

  10. Sou casada há 5 anos mas nunca amei meu marido a relação sexual é horrível por ele ter o pênis pequeno também mas sinto pena pois e um homem de Deus que apesar de meus defeitos me ama o que faço? Meu Deus.

  11. também vivo assim como você no meu caso ainda amo meu esposo estamos juntos há 11 anos temos 1 filha de 8 mas o que não aceito e que ele faz uso de cocaína não é continuo mas isso me incomoda e já prejudicou demais a nossa vida e penso muito na separação mas temo por ele pois não tem auxilio da família. Não posso nem te dar um conselho pois acho que e mais um desabafo mesmo

  12. Oi meninas .. sou casada há 12 anos, e temos dois filhos de 10anos..
    ele é uma pessoa maravilhosa, mas não me sinto bem ao lado dele..
    ele só me procura para satisfazer, seus desejos e depois fica dias sem ao menos nos falar..
    Não sei o que fazer..

  13. Não aguento mais viver casada com um rapaz que não tem responsabilidade, que não para em emprego, não tem compromisso com o filho. Mas ele está dentro de casa acabando comigo, que fazendo raiva não só a mim como a meu filho também, tenho 42 anos, faço direito, não consigo mais estudar, e um homem chula, tem que ter relação com ele para tentar que ele coloque algo em casa, Preciso de oração, não faço mal a ninguém só quero viver só com meu filho. Ele né da homem todos os dias, quando o menino está doente tenho que me virar. Não aguento mais e só tenho um apartamento que sei entrada com a herança de minha mãe, Ele disse que só sai se eu ser cem mil, devo noventa na cef, Ele quer que eu venda pois disse que quer me ver na miséria.

  14. meu marido tbm tem 11cm e só tem um testiculo, jáfui casada antes e meu ex tinha penis até gde, não sinto prazer com ele me penetrando, mas faço de tudo para ele ter prazer, por isso sempre exijo que ele capriche nas preliminares, então assim não sinto falta de nada, e não penso em trair ele por causa do tamanho.

  15. Sou casada há três anos quero me separar porque meu marido briga todos os dias comigo e moro com minha sogra. E senpre ele defende ela mais meu medo e de larga e não conseguir. Ficar com mais ninguém

  16. Eu moro junto marido faz 12 anos,tenho vontade separa mas tenho pena nele tenho dois filho com ele. O que eu faço?
    Antes era tão bon e hoje está diferente tudo para mim só pensa jogos Xbox dia todo. Os filho ama avó paternos que mora com ele. Mas como faço me ajuda

  17. Eu me casei aos 17 anos com um cara mais velho de 33, hoje tenho 19 e descobri que estou muito insatisfeita com meu relacionamento. Nós não temos filhos e isso deveria deixar as coisas mais fáceis, mas é o contrário, ele é um cara maavilhoso, faz tudo por mim e seria bem mais fácil se ele fosse um irresponsável ou agressivo, não consigo achar nenhum motivo nele para me separar além da minha insatisfação. Eu fui a primeira namorada dele e sinto que ele vai desmononar sem mim. Mas eu não aguento mais, quando ele me toca tenho vontade de gritar. Quero sair, ir para faculdade, conhecer outras pessoas, sair com os amigos. To em um dilema.

  18. São tantas pessoas querendo o mesmo né.
    Sou casada há 2anos e estamos juntos há 4. Não temos filhos, não somos dependentes financeiros um do outro mas nosso relacionamento é regado a brigas constantes desde sempre. O respeito está um pouco complicado. Eu tenho vontade de me separar e não há um motivo específico, não tem outra pessoa. Tenho um pouco de medo de me arrepender. De estar sendo a errada e ainda querer me separar. Tenho medo de não estar enxergando meus próprios erros. Por outro lado estou infeliz. Me sinto preza nesse relacionamento. Tenho um pouco de pena Tb. São sentimentos confusos. Não sei que atitude tomar.

  19. Eu sou casada há 13 anos. Separamos duas vezes e hoje temos um.BB de quase dois anos. Brigas e discussões fazem.parte deste casamento falido.
    Não nos amamos mais, apenas acostumamos com o outro.
    E dessa vez é decidir não querer mais, vou trab para cuidar de meu filho, e viver. Cuidar de mim, cansei de não ser valorizada.
    A vida é curta amiga.
    Da um basta..pense em VC si, seja egoísta..
    Só estou ainda na mesma casa que ele, aguardando a minha casa que ele está providenciando porque não quer sair daqui, infelismente.estou me apegando a Deus…para conseguir sair dessa o quanto antes e da melhor forma possível.
    Quero.alguém para amar, que seja família..q me ame.
    Eh difícil mais tem

  20. Oi pessoal, alguém me ajude.Estou em um relacionamento há 6 anos e morando a quase 2, temos um filho de 1 ano e meio.Após nosso filho nascer só tivemos relação 4 vezes e somente que o após eu ter uma conversa seria, Ele não me ajuda em casa e para ficar com o filho é maior conversa, só fica para brincar rápido e tirar foto bancando o super pai, não me beija e não transmite qualquer carinho.Estou sem saber o que fazer,quero me separar e estou insegura.

  21. ola tenho 20 e amo muito minha namorada se e que posso chama-la assim ela e casada de 30 anos sou completamente louco por ela faz um ano e alguns meses que estamos juntos ela tambem me ama muito só tem esse grande problema ela e casada com um cara que não a valoriza não a icentiva de forma alguma porem desde de esse tempinho comingo ela tentou separar duas vezes e na primeira vez ela não deu certo e logo depois ela ficou gravida de mim dai fiquei com medo demais de rolar briga ao ponto de morto acho que passei tanto medo para ela me arrependo disso que ela perdeu nosso filho de 9 meses desde de então foi planejado da um fim de vez na casamento dela no fim do ano e não deu certo outra vez ele todas as vezes da a louca diz que ama mas não faz por onde não transmite isso para ela fingi que e um casal maravilhoso na frente do outros mas na real e mentira eu e ela as vezes e difícil nos encontra e etc mas quando dar sempre pesso para ela não manter relaçao com ele ela me diz que essa parte e fácil porque ele não procura preferi tocar uma hoje em dia ela ela tentou outra vez dai ele não cai na real ela esta tão mais que desconta em nosso relacionamento ela diante esse decepção esta muito mal entretando quando euu entro em contado com ela sugiro para ligar ela acho que estou pressionando ela ultimamente ela esta tão fria comigo que não como lidar com isso tento conversa fazer ela se sentir bem para falar a verdade ela e mulher de um parente meu e eu e ela temos plano jjuntos não sei o que fazer e isso e só o começo muitas outras coisas ela me ama muito eu sei disso da para ver quando nos olhamos quando estamos perto um do outro e de vez enquanto discutimos coisas bobas dai ela jáexplode (ela e bem brava e eu sou muito paciente) fala muita besteira e sempre bate na tecla que estamos em fazer diferentes da vida e etc
    nao sei o que fazer a amo muito mesmo nunca amie uma mulher na minha vida como amo ela porem ela e casada e toda vez que nos vimos pessoalmente eu sem sequer dizer nada mesmo ela fica mança faz carinho nela constante chamo de amor as vezes tambem ela e muito grossa comigo

  22. Aff vivo essa mesma situação porém eu que sair daminha cidade para morar com um rapaz

  23. Aff vivo essa mesma situação. porém eu que sair de casa para vir morar em outro estado com um rapaz que não amo

  24. Passo por uma situação complicada também. Recentemente me separei do meu (ex) marido, jáque desta vez, não sendo a primeira, ele resolveu me agredir de uma forma muito cruel, me atacou com um cabo de vassoura e me deixou com vários hematomas. Vivemos 4 anos juntos e temos um filho de um ano e meio. Desde o inicio sempre o amei e o respeitei muito, principalmente se tratando de fidelidade, algo que prezo muitíssimo. So que superei muitos obstáculos criados por ele em nosso relacionamento, mentiras, mensagens de mulheres, números com nome trocado. Sempre pondo em minha cabeça que desta vez seria diferente, e sempre foi, só que cada vez pior. Durante três anos ele nunca levantou um dedo para me machucar, mas no ultimo ano passou para a violência física. Depois de ter meu filho, eu sempre pensei em como seria difícil ele viver com pais separados, por a responsabilidade de outro alguém cuidar do meu filho ou medo de maltrata-lo e principalmente no amor que sentia por aquele homem que escolhi para ser meu marido. Em tempos bons, as vezes eubo olhava e me perguntava, será que eu realmente o amo? Como se eu tivesse duvidas disso, mas era ter um discussão, briga algo assim e era como se eu tivesse certeza que o amava (uma das coisas que não consigo entender)
    Pois bem, ele me agrediu feio, na frente de familiares dele, jáque nos morávamos com a mãe e irmã dele(na casa delas) e eu num ato de raiva ou de socorro a mim mesma liguei para a policia que esteve la e queria levá-lo mas precisava que eu fosse junto para registrar a queixa, só que o mantive livre, não tive coragem de denunciá-lo por completo (se assim posso dizer).
    Hoje olho para o meu corpo completamente roxo, até pior do que quando ocorreu este fato, mas minha maior tristeza ainda não é deixar de responsabilizá-lo pelo que aconteceu, mas por achar que fui errada da história, que fui culpada por tudo e me doi pensar que ainda posso amá-lo tanto depois de todo sofrimento que passei, as vezes me pergunto se não é somente “costume” por tanto tempo de convivência ou se realmente o amo tanto. Não sei o que fazer daqui para frente, só sei que tenho medo de um dia encará-lo novamente, não medo de apanhar novamente, mas por ele me ignorar, me tratar mal, ou pior, me dizer que não se arrepende e que não sente nada por mim.

  25. Eu tinha 13 anos quando eu me ajuntei ele tinha 39 ano ele é um maravilhoso comigo ele cuida de mim mas desde de 2014 eu tentava deixar ele mas não consiguia quando foi em novembro de 2014 eu trai ele mas ele me perduou hoje está com 1 ano e 11 meses de junto ele tem quatro filho a família dele não gosta de mim desde do de que eu cheguei os filhos dele infenta as coisa para ele e ele acreditar que eles fala eu tenho medo de deixar ele porque ele jásofreu bastante no passado quando a primeira esposa dele que deixou bebeu muito e ei tenho medo por isso nesse ano ele está muito diferente.quero me separar dele mas tenho medo que ele sofra de novoele ama tanto que eu não sei se deixo ou não ele me respeita muito estou em dúvida.

  26. Só quem passa sabe, e pode dizer algo.relacionamentos são muito difíceis, quer dizer nem todos né. Temos que buscar de verdade, primeiro, quem somos e os nossos sonhos dentro de nós e buscar o que nos faz bem, também sofro gente, estou me procurando para por fim me colocar para os outros.

  27. Oii gente minha vida e muito compricanda eu sou privada de tudo eu tenho 21anos eu marido mim xigar muito mim agrider verbalmente eu não gosto dele como eu gostavar antigamente eu queria mim separar dele mais tenho penha dele

  28. Vivo exatamente isso que aconteceu com a moça do post principal. Me fala, já tomou atitude? Vamos nos mudar mês que vem, assim que estivermos bem instalados vou pedir a separação e seja o que Deus quiser. Sei que não aguento mais me anular, já avisei a minha mãe e familiares. Até para alguns amigos já desabafei. Não tenho mais dúvidas. Ele só depende de mim emocionalmente, não temos filhos. 17 anos de casados, fazem 7 meses que não me relaciono já para preparar. Tive uma conversa inicial, ele disse que vai mudar, eu disse que não tem que mudar por ter a certeza de que não quero mais. Não amo mais, não desejo mais. É só a parte do costume que será um pouco difícil mas creio que com o tempo tudo se ajeite. Boa noite

  29. Bom dia, li todas as mensagens postadas, me identifiquei com um pedacinho de cada uma. Bem, para vocês entenderem, comecei com meu marido eu tinha 13 anos, nunca tive uma família presente então, me apaguei a ele como se fosse tudo que eu tinha e no fundo era isso mesmo, ele era minha base. Hj temos 15 anos juntos. Ele sempre foi um bom marido, dedicava totalmente a mim e aos nossos dois filhos. Só que sempre me via como uma menina, não me dá espaço para crescer, para errar. Acha que eu só preciso dele é de mais nada, já não se dedica a mim como deveria, ele pensa que por eu ser dependente dele, nunca vou conseguir ter outra vida,. A 8 meses me envolvi com uma rapaz ele um amor comigo, me mostrou um lado da vida que não sabia que existia, me fez acreditar que sou capaz de crescer independente, sem ser na sobra de ninguém. Tivemos muitos momentos lindos, ele tbm é casado, mas a esposa descobriu tudo e deixou ele. Eu resolvincontar tudo a meu esposa e ele quer continaur, quer me perdoar pela nossa família. Mas eu não sei o que fazer, pois uma parte de mim sente por deixar destruir uma família linda como a minha, mas a outra metade quer arriscar, quer viver com ele, já que ele quer muito construir uma vida nós dois. Estou totalmente perdida. TO com medo de deixar de vez meu marido e seguir com o outro e no fim não ser nada do que pensamos. Tbm estou com pena do rapaz, pois a vida dele está destruída, a mulher foi embora estando grávida, pois assim como o meu marido pediu uma chance ela pediu a ele é a resposta foi não. Eu não sei o que fazer, por favor me ajudem. Ou tentem. Amo esse outro, sonho em consgruir uma vida com ele, mas tbm estou sentida em perder meu marido e minha família. será que vamos conseguir ser felizes em cima de tanto sofrimento

  30. Olá, estou passando com um problema tbm com meu relacionamento, porem eu sou o lado que está sendo desprezado, minha esposa não sabe se quer se separar de mim e fica “distante”, quando eu falo que eu quero ela chegar próxima, tenho duas filhas as quais eu amo e são de extrema importância para mim, elas sim vão fazer falta, porem não vou morrer com a falta da presença delas, posso me acostumar com a falta de presença porem nunca vou deixar de ama-las, em relação a esposa ela está pisando tanto na bola comigo me tratando mal que eu estou começando a sentir falta de uma pessoa que gosta de mim tbm, hoje talvez a separação para mim seria melhor opção, o que me conforta é que todos nós sabemos que existe muito mais mulher do que homem, só basta procurar e acertar até acertar as pessoas vão aproveitando a vida!

  31. Tenho 10 anos de relacionamento sendo 2 de casamento. Nós tínhamos uma afinidade grande, sexo constante, gostos pessoais. Porém desde que nos casamos, vivo pensando no que eu fui me meter. Nos ultimos meses nem atração mais tenho por ela, vivo pensando em outras mulheres, cheguei a trair algumas vezes. Não nos damos bem em casa, nós brigamos tanto e sem motivo que hoje eu não a suporto mais. O pior que agora no ultimo mês, ela está percebendo que eu estou muito distante e esta tentando ser a mulher que eu queria antes, compreensiva, que participa das coisas, que ajuda, mas infelizmente eu não consigo mais dar carinho ou atenção. Eu simplesmente não tenho mais paciência, e antes eu não era assim.
    Sinceramente, estou num beco sem saída. Não sei o que fazer. Eu quero muito me separar, mas fico pensando no que isso vai impactar nela. Ela sonha ter filhos, construir uma vida e eu sinto que roubei os ultimos 10 anos dela, eu até sei que não é bem assim, mas não consigo parar de pensar nisso. Fico pensando que talvez ela não consiga mais seguir em frente e tenho até medo da reação dela quando eu disser que quero me divorciar. Nunca cheguei nem a tocar no assunto com ela. Ela tem mais de 30, e fico com receio de ela não arrumar alguém legal para ter filhos e eu sou o responsável por isso. O que eu faço?

  32. Com 18 anos fiquei grávida de num namoradinho que eu tinha aí minha família pressionou para gente casar ficamos casados por 2 anos e meio mas eu não gostava dele aí nos separamos com menos de um ano separada conheci o meu atual marido e por pressão da minha família para não criar a minha filha sozinha casei de novo estamos juntos há 5 anos meu marido e muito bom para mim é trabalhador mme da tudo quê eu quero mas sinto que ele não me ama de verdade o sonho dele era ter um filho eu dei o filho que ele tanto queria as vezes acho que ele só estará comigo por causa do filho agente não sai para nada só para os aniversarios das vós e tias dele ele só pensa em trabalhar e comprar comida para dentro de casa e guardar dinheiro aí chega de noite em casa e nem fala comigo direto quando eu olho para ele já está dormindo me dá até nojo de olhar para ele roncando agente não conversa não tem assundo só falamos sobre o que falta em casa e o que tem que pagar eu fico olhando as minhas amigas os maridos delas são atencioso ligam para saber como elas está durante o dia ele as vezes viaja e nem me liga para saber se eu estou viva eu me sinto muito mau me sinto feia estou começando. A ficar meio depressiva por que larguei tda a minha família no PARÁ e vim embora morar com ele em Santa Catarina não saio de casa para nada não tenho amiga só tenho ele aqui não sei o que faço tenho medo de criar meus filhos só mas não aguento mais essa vida tenho 27 e ele 34 acho que se pelo menos agente saísse mais fizesse amizade talvez nossa vida ficaria melhor mas quando eu reclamo ele fica com raiva e diz para não ficar coparando agente com os outros tenho vontade de me arrumar sair a noite

  33. Existem maneiras menos assustadoras do que um processo judicial para se separar.
    Se já sabemos que queremos nos separar e onde queremos chegar é separar com o menor trauma possível, onde todos fiquem bem (ainda mais se tiverem filhos), devemos buscar uma proposta que atenda aos nossos interesses.
    Somos ensinados que a separação quer dizer briga, onde o casal se arma um contra o outro e o relacionamento que por vezes existiu por muito tempo acaba trazendo somente mágoa, raiva e dor.
    Mas existe mais jeitos de fazer isso!
    É necessário que se conheçam as práticas colaborativas e também a mediação de conflitos, que são maneiras diferentes – e igualmente sérias – de tratar disso, mas com uma perspectiva menos traumática e menos sofrida.
    Existe um instituto brasileiro de práticas colaborativas, profissionais listados por estado e muitas informações sobre o funcionamento desse método.
    Os sentimentos de raiva, tristeza e frustração fazem parte do processo, precisamos entendê-los como naturais e aceitá-los. Querer construir um futuro diferente não é algo a ser temido, especialmente se feito com profissionais que nos dão suporte nessa travessia.

  34. Minha opinião: separe dele! Ele não ficará arrasado. Você o traiu, isso deixa sequelas irreversíveis. Ele jamais poderá confiar em você. Então separe dele. O fato de terem filho, isso não muda em nada. O casamento é de vocês dois e o filho é o resultado do casamento, mas ele não mantém o casamento. É uma crueldade com ele e com você manter essa relação de fachada. Você não o ama. Ele provavelmente tem mágoa de você pela besteira que você fez. Então saia dessa relação. A criança será a única prejudicada, mas hoje há o instituto da guarda compartilhada o que ajuda e muito. Tenho certeza que esse é o melhor caminho quando não há amor.

  35. sou casada há 23 anos, meu marido sempre foi trabalhador, responsável,tive uma filha na adolescência e ele a criou como filha dele, jáque o pai nunca quis saber, sou dependente dele financeiramente, mas ele sempre se achou superior a mim, me humilhou muitas vezes, gritou comigo inúmeras vezes e jáaté me bateu varias vezes. e agora a pouco tempo reencontrei uma amor de adolescência e estou muito apaixonada, estamos saindo e eu quero muito esse homem, mas ele não te condições de me manter, ele me enlouquece, me trata como princesa, quero me separar e viver com ele, o amo muitooo!acho que sempre amei, nunca o esqueci!o que fazer, me ajudem

  36. Sinceramente nem li o que você escreveu mas digo uma coisa, por pena do meu ex fique com ele 3 anos sendo que 2 sofrendo, por pena e por acreditar que ele me Amava. Hoje finalmente estou feliz sozinha no meu quarto assim tv.

  37. Eu estou na mesma. Tenho 10 anos de casada,mais no meu caso a traição foi da parte dele,e alem de tudo ele engravidou a menina,Eu perdoei mais eu não cosergo ser a msm,nao confio mais nele e nem consigo mais ter relaçao com ele,e nos briga muito não posso dizer que não gosto dele que eu estou mentindo,gosto sim mais e por muito tempo de convivência e 10 anos juntos, e eu não me sinto feliz mais no meu casamento,qria separar mais ele falou que não sai de ksa,e então não sei o que fazer com essa situaçao. E no seu caso o seu marido e muito bom com você pelo menos ele tem essa qualidade,ao contratario do meu ele e muito ruim comigo..?

  38. Tenho 9 meses de juntada não gosto dele mais sou obrigada a ficar estou grávida e não tenho para onde ir? estou triste e arrasada as vezes me pergunto o que eu fiz dá minha vida

  39. Eu também estou muito infeliz no meu casamento tenho 2 filhas e não sei dizer o que sinto como muitas de voces acho que deve ser dó e tambem costume.Ando sofrendo muito e tambem jáo trai .Ele bebe e usa drogas conviivo com isso a treze anos e não estou aguentando mais Não sei o que fazer e para onde ir .

  40. Mary: gente eu li o desabafo de todos, acho que nós estamos em situações muito parecida, eu tenho 44 anos e casei com 16 não amo meu marido há muito tempo, meus 03 filhos são todos adultos, mais não tenho forças para deixa-lo pois implora para que eu não faça isso, sou independente financeiramente. Estou vegetando faz tempo.

  41. Oi eu também passo por isso estou casada há 13 anos e não amo mais meu marido,tenho pena dele porque sei que ele me ama muito só que as brigas acabaram com o amor que eu sentia,sou dependente financeira dele tenho 2 filhos com ele e já tinha uma separado de um casamento de 8 anos que também não deu certo por isso sei o que vou passar,só que não estou aguentando mas ser infeliz quero amar de novo sentir vontade de viver,e agora apareceu um rapaz que está afim de mim e eu acho que estou apaixonada por ele,mas ele não sabe que sou casada,tenho medo do que ele vai pesar de mim quando souber e tenho medo do que as pessoas vão pensar se eu trair meu marido não quero magoar meu marido estou desesperada preocupada confusa me ajudem porque sozinha não estou conseguindo!

  42. Minha Cara,nada de anormal querer separar, acabou o amor paciência..0q é inaceitável é você sentir nojo e transar só sob efeito do alcool, você já o traiu, nem sei o que você faz com essa pessoa?procure sua vida.Agora esteja madura para isso porque voltar para a casa da mamãe não rola né?Você diz que tem pena dele mas o que eu li, você sim que é digna de pena.Seja Feliz!

  43. Só de ter usado ele apenas para sair de casa, traído, e ainda fica se fazendo de vítima como tantas outras mulheres já dá para ver seu verdadeiro caráter. Ele é um grande trouxa também.

    Se separe será melhor assim, se ainda tem um pingo de decência e consideração por ele pelo menos não arranque tudo do coitado e não impeça ele de ver o filho.

  44. Sou casada há 12 anos e não amo mais meu marido e não sei como chegar nele e dizer que quero me separar. E uma situação muito difícil para mim, porque ele e um ótimo pai e um ótimo marido. Tenho 2 filhas com ele. Mas estou muito infeliz, penso em me suicidar as vezes e então penso nas minhas filhas. Tenho uma vida rasolvelmente boa mas trabalho tb. Mas não sei se dou conta de me manter sozinha pois moramos de aluguel e minha família adora ele. Mas eu não sei se estou sendo egoísta por pensar assim porque não aguento mais viver dessa forma e sei que ele me ama demais, só que eu não sei o que fazer mais ..

  45. Poxa eu vivo a mesma situação que você sabe não ó amo mais eu tenho certeza disso porém penso nos meus filhos e nele estou sofrendo muito com isso sou muito infeliz gostaria de uma ajuda tbm

  46. Tbm vivo do mesmo jeitinho ,no começo tudo era uma maravilha eu i ele..depois tudo mudo.não sei o que fazer ,Eu sinto em mim que não gosto mas dele não tenho mas vontade de nada
    Meu esposo é ignorante me trata mal ,me ignora quando falo com ele í se estressa do nada tudo em mim o incomoda .se eu fala do mesmo tom que ele fala comigo ele explode í não gosta.mas tem vezes que ele está de bom humor í me trata bem í é carinhoso mas isso é raro.eu ando com a cabeça a mil penso muito em minha vida ,que até tenho dúvida de procura minha felicidade ou continua nessa ilusão í sofrimento choro toda vez que ele me dá patetas mas choro longe dele bem caladinha .penso muito em me dá vontade de embora toda vez que acontece isso .mas só falta a coragem parte de mim para o abandona-lo.i para de ter pena dele .nao tem um dia que estejamos bem.so é briga.o que faco

  47. Eu também vivo o mesmo dilema que todos aqui. Eu tenho 24 anos e sou casada há 5. Tenhotrês filhos pequenos e não tenho independencia financeira. Fui passar as férias na cidade da minha mãe e arrumei um emprego e casa. Nos temos os nossos bens mais sempre que falo que vou embora ele diz que só vai me dar a minha parte se eu entrar na justiça. Eu sei que se eu quiser eu arrumo emprego rápido e casa,o dinheiro ele é obrigado a me dar,mais eu tenho do de deixar ele,pois é uma pessoa trabalhadora e não é agressivo. Mais eu não o amo,faz uns três anos ou mais que não nos beijamos e sexo é uma vez por mês e bem rápido porque não tenho vontade. Eu o trai recentemente. Queria ir embora mais parece que tem algo que me impede isso me mata. Ele é caseiro e não sai para nada,eu quero viver trabalhar sair fazer amigos e trabalhar me sinto muito sozinha e deprimida

  48. Tenho 29 anos. Meu marido é pessoa legal. É aquele tipo de pessoa que tudo mundo gosta. É calado, mas engraçado. Minha família gosta muito dele. Acontece que desde que nos casamos tenho fases de depressão. Ele é muito bom para mim, na alegria. Mas se tivermos qualquer problema e ele perceber que estou triste e chorando. Ele começa a me desprezar. Eu não sei como uma pessoa que diz que ama vc, pode te ver chorar, com tanta dor, com tanto sofrimento e simplesmente te ignorar. Passar reto. Isso me magoa muito e fez com que meus sentimentos mudassem. Agora, estou literalmente no fundo do poço e é o cenário perfeito para ele me ignorar. Estou desempregada. Ele não tem uma gotinha de ambiçao e ganha um pouco mais de um salário. Eu játentei de tudo com ele para ele progredir na vida. Já tentei fazer ele estudar para concurso. Já tentei mostrar a boa vida que poderíamos ter, e ele nem aí para os meus sonhos. Aí, de tão cansada de manter a casa praticamente só, eu surtei, tive outra crise de depressao e pedi demissão. E agora estou numa pior, passando muito dificuldade. Choro tds os dias em ver o que minha vida se tornou. Sofro muito pelo desemprego, é a pior fase da minha vida. Mas, no momento que eu mais preciso, ele me despreza, passa dias sem falar cmg. Eu não sei o que fazer. Peço a Deus tudo os dias para me levar para Ele, para morrer, porque não suporto mais.

  49. Nossa estou passando pela mesma situação. To muito mal! Ele não aceita, mas estou decidida em me separar. Não estou feliz. Ele fala que aceita, mas vive me procurando. Eu antes cedia de pena, mas agora não mais. Ele chora todos os dias. Fico com do, mas tenho que pensar na minha felicidade. Só que agora estou com o coração apertado porque ele é bem sucedido e eu vim de família pobre. Mora bem e quer ficar com minha filha de 3 anos. Eu sofro com isso. Não me separei ainda por isso.

  50. Estou pasma com o número de mulheres infelizes ao lado de seus companheiros. Por dó? Dois infelizes até quando? Estão por comodismo isso é o mais provável. Ir a luta, deixar a zona de conforto, deixar o pagador das contas que já não dá tesão. Fui feliz por 12 anos, fiquei viúva na semana de completar 29 anos, e com 3 filhos; de dona de casa fui par o mercado de trabalho. Não quis me envolver com mais ninguém, foi minha a opção de criar meus filhos sem padrasto. Não foi cômodo de inicio trabalhar tanto, mas é gratificante para mim ver que dei conta. Portanto mulheres, com filho ou sem filho o bom é ser feliz. Vão a luta e parem de estar na sombra de quem não amam! Dó. Que dó, qual nada!

  51. Namoro há 13 anos. Tentei morar com ele mas não deu certo. Bebe muito, muito nervoso, já me agrediu, voltei a morar com minha mãe. Ele é bom, coração bom, mas por outro lado, quando fica nervoso, fica louco. Vou na casa dele aos sábados, apenas para limpar a casa e dormir. As vezes eu durmo sozinha, ele bebe todas e dorme na sala. O pouco que eu sentia por ele acabou. Hoje eu sinto nojo, não quero mais transar. De madrugada ele quer, eu finjo que estou dormindo. Ele me ama muito, capaz de fazer loucuras. Todos sabem que não gosto dele, tenho medo de separar, ele tem 66 anos, penso que irá sofrer muito. Estou chegando ao ponto, de querer trai-lo. Fazem 20 dias eu reencontrei um ex namorado de 30 anos atras, não deu certo, éramos muitos jovens. Ele está solteiro! Neste reencontro ele diz que não quer mais se separar de mim. Quer casar comigo. Confesso que este reencontro mexeu muito comigo. Trocamos mensagens todos os dias. Fui na casa dele 3 vezes, e nesta ultima vez acabamos fazendo amor. Estamos nos apaixonando. Ele é carinhoso, romântico, trabalhador.
    Quero me separar do meu namorado mas tenho pena e medo. Se eu continuar, estarei abrindo mão da minha felicidade, ficarei eternamente infeliz. Por outro lado eu estou deixando de ser feliz ao lado de quem amo. Preciso de ajuda, não tenho coragem de separar. Quero ser livre e voltar com o meu ex. Me ajudem, por favor. Não sei o que fazer.

  52. E goista você já foi em trair ele e sentiu prazer na rola de outro Homem, você deve conversar muito com ele e ir explicando que você não quer mais viver com ele, o que você não pode é viver assim dessa maneira, porque o que vai acabar acontecendo que você vai trair ele de novo e isso pode ser perigoso, o chefre dele vai estar maior e ele poderá te furar com ele, ou seja ele pode acabar te matando acaba logo com isso por que a dor do chifre é maioe e pior doque qualquer separação

  53. Gente, vivo uma situação bem parecida. Eu era casado e ela tbm. Aí ela veio me dizendo dos sentimentos dela por mim e acabei me envolvendo. Criei um amor avassalador por essa pessoa, na qual fui esquecendo a minha esposa, já que não vivíamos bem, só discussões e desentendimento. Daí acabei por me separar para poder ficar livre para ela. Hj estou separado e ela quer se separar mas tem medo, medo do que poderá acontecer com o marido dela, ela ainda pensa nos filhos que são dois. E aí a gente vai se vendo e se encontrando as escondidas. Mas somos loucamentes apaixonados um pelo outro. Eles apesar que moram dentro de casa mas são muito distantes um do outro. Dorme separados. Não tem muita cumplicidade entre eles. Ele bebe, a chateia demais e outra, sempre diz que casou por fulga da casa dos pais. Que nunca o amou. Mas daí eu fico precionando hoje e ela fica com medo. Detalhe. Eu sou livre desempedido e quero assumi-la com os filhos e estarei com ela em tudo que der e vier. O que vocês me dizem. Ela tem de se separar de verdade diante dessa situação e vir viver nosso sonho um ao lado do outro? Obrigado a todos

  54. ai gente To vivendo o mesmo dilema, não sinto mais nada pelo meu marido, quando ele me toca sinto agonia, sempre invento uma desculpa para não ter relação com ele, eu me casei com 15 anos hoje eu estou com 19 tenho dois filhos com ele, ele usa drogas porem não é agressivo, mas o jeito dele a forma como ele pensa me irrita, até a voz dele me irrita, quando ele está trabalhando eu sinto um alivio tão grande, não gosto mais dele e quero me separar, mas eu não consigo porque ele sempre faz drama, fala que vai se matar e eu conheci um rapaz pela internet, e ele me deixou muito balançada, nunca ficamos pois ele mora fora, mas ele vem para me ver e eu quero estar separada.

  55. Conheci meu marido aos 13 anos de idade, aos 15 engravidei, aos 17 fui morar com ele. Antes de engravidar já não queria mais ficar com ele por conta de uma traição. Depois que minha filha nasceu, pedi a separação mas ele não aceitou. Me agredia e envolvia meus familiares. Eu tenho um pai muito, mas muito violento mesmo e, por isso, achava que não tinha para onde correr e não corri.
    Desisti de tudo e continuei ali. Quando minha filha fez 15 anos decidi me perdoar pois via que ela não passava de uma criança. Era como se eu visse uma nova chance. Decidi me separar e enfrentar meus medos. Ele tentou suicídio, disse a todos que eu o traia e por isso queria me separar, me bateu, queimou roupas minhas, quebrou meu celular, mandou roubarem meu carro, cancelou o convênio dos meus filhos.enfim, destruí minha vida. Me envolvi com uma pessoa doente, ignorante que diz que faz o que faz por amor. Me sinto um lixo! Por conta desse meu pai e desse marido, peguei muita raiva dos homens. Acjo que jamais vou conseguir me envolver com alguém. Me tornei uma pessoa doente emocionalmente e ainda não consigo achar uma saída. Sei que ela existe mas, não consigo encontrar. Quero muito que minha filha e meu filho, hoje com 19 e 8, respetivamente, cresçam e encontrem um caminho seguro para que eu, enfim, possa fugir para bem longe e nunca mais seja encontrada por ele.

  56. Oie gente bom quero fala da minha vida um pouco,eu quis sair de casa de minha mãe pois tinha uma vontade de ter meu lar ,conheci o meu conge mas eu não sabia que ele era agressivo,ele jáme bateu varias vezes a pondo de meus visinhos reclama que se ele chega nesse poto de novo a chma a policia e a marca que fica no meu corpo,pois eu játentei ir enbora varais vezes ele tranca as portas para mim não sai ,hoje mesmo ele fes eu tira uma blusa que noa era vugar a ponto de me chama de vadia eu quero se separar dele mas ele me peetuba me meaçoa

  57. O meu marido é um homem de carácter, é muito bom para mim em algumas coisas. mas eu deixei de ter interesse nele. Eu fui morar com ele com 15anos porque engravidei, ele é mineiro e eu sou portuguesa, moramos em Lisboa. Eu admiro e tenho carinho por ele, mas tenho uma vontade de ficar longe dele, perdi toda a atração sexual, até ele a falar me irrita profundamente. Eu tenho imensa pena dele porque sei que ele me ama. Já pensei em me separar várias vezes, mas eu não sei se estou a ser egoísta em só pensar na minha felicidade ou por outro lado estou a ser egoísta em viver um casamento em que sei que não o vou fazer feliz.. ele sempre foi muito grosso e ele melhorou muito; mas mesmo assim eu não consigo mais ama-lo. Eu tenho 2 filhas com ele. Nós temos um negócio juntos. Eu tenho Medo tambem Porque não sei o que fazíamos quanto ao negócio. Estou me a ver perdida

  58. Temos 30 anos e sou casada há 10 anos, meu marido é muito bom comigo. Ele me ama muito. Mas eu não sei se o amo. Me sinto sozinha. Nosso relacionamento é como se fossemos grandes amigos ou irmãos. Ele sempre está olhando TV e no celular. Pouco conversamos, ele nem repara mais em mim, não elogia mais. Não me sinto atraída por ele e não tenho mais vontade em fazer sexo com ele. Temos filhas gêmeas de 4 anos. Nunca namorei outra pessoa e tenho medo de sair desse relacionamento e me arrepender. Muita coisa que ele faz está me dando nojo e raiva. Mas são coisas bobas. Sei que ninguém é perfeito, eu tenho muitos defeitos.. Mas será que tenho que viver assim? Como um fantasma? Sem paixão? Será que o que eu quero não existe? Me sinto tão vazia, confusa e sem perspectiva.. Passa um tempo e vem essa crise novamente. Já conversei com ele outras vezes. Melhora um tempo e depois volta a ficar igual.. Sim falta do contato, da pele, tesão. nós nem nos encostamos mais, apenas selinhos na saída para o trabalho e na volta para casa.

  59. Minha esposa é uma pessoa maravilhosa, ela sempre torceu por mim. Eu já tive várias namoradas, mas ela foi meu primeiro amor. Eu a amo tanto, que mesmo não sentindo mais paixão, eu tenho um profundo carinho por ela. Para mim o verdadeiro amor não acaba, eu posso não amar mais ela como mulher, mas eu a amo como se fosse um pedaço meu, um pedaço que não precisa ser necessariamente minha esposa, mas que eu manterei dentro do meu coração durante o resto da minha vida. Ela é o tipo de pessoa que mesmo estando longe, eu sempre estarei disposto a ajudar em tudo que for necessário, e ela mesmo disse que sente o mesmo por mim. O fato é que nós erramos muito um com o outro, faltou maturidade para ambas as partes. Embora tentamos concertar a situação, aparentemente não está sendo mais possível ser o que era antes. Por em quanto estamos empurrando com a barriga, mas a julgar o ponto em que chegamos, acredito que talvez seja melhor a gente dar um basta nisso. Assim eu estarei dando a oportunidade de ela ser feliz com outra pessoa, e estarei dando uma nova chance a mim mesmo, de talvez um dia construir um novo matrimônio do 0, evitando cometer os mesmos erros de antes. Mas ao mesmo tempo eu estou com medo de fazer ela infeliz com essa decisão.

  60. Estou passando por uma situação parecida, sou casada há 13, mas não amo mais meu marido,sinto nojo quando ele encosta em mim, não consigo ter relações sexuais com ele. Vivo angustiada o tempo todo. É uma situação horrível.

  61. Engraçado, a maioria aqui sente nojo em ter relações sexuais com o parceiro, mais procura outro homem. Não aguenta mais viver o casamento falido, mais tem dó de se separar e magoar o marido. Sério isso? Acha que o traindo com outros homens já não está o magoando o suficiente? Já não está magoando a si mesma vivendo desta forma? Parece que essa “dó” “pena” que sente é de vocês mesmas que dependem dele financeiramente. Porque se arrumar um outro que as sustentem não vão pensar duas vezes se vão ter dó dele ou não. Isso é falta de coragem gente. Falta de voltar a estudar, trabalhar, colocar os filhos menores numa escolinha e correr atrás da sua satisfação profissional e financeira para não depender e passar sufoco na mão de macho.

  62. Passou muito tempo mas. que cara burro. e ainda foi la e fez um filho com essa vadia. vai entender né.

  63. Desculpe mas, que é digna de pena é você não ele. Por machismo, pose, ignorância ele pode até não aceitar o fim do casamento mas, a primeira coisa que eu faria no seu lugar seria começar a fazer alguma coisa para ganhar dinheiro e se alto sustentar porque a parte da criança a justiça garante mas, se você (eu digo isso para todas as mulheres que pensam em se separar) não quer mais o casamento e certamente irá se envolver com outro (s) homem pelo menos tenha a decência de não depender dele para nada. Até hoje não entendo porque algumas mulheres pensam que marido é emprego.

  64. Se você gosta deste homem se separa, ninguém merece que os outros sinta pela separe dele, ele pode sofre mais supera e vai encontrar quem o ame e o respeite, mas depois não vai se arrepender e estragar a vida dele!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar