Não suporto mais meu enteado

Bom, sou casada com uma mulher e logo que a conheci me juntei a ela devido ao fato da minha família não aceitar um relacionamento LGBT e ela tem um filho de hoje 3 anos e o menino é insuportável. Mal criado, respondão, tudo fala não, sempre faz o que quer e eu não aguento mais. Acontece que sozinha não consigo me sustentar e não tenho mais família por aqui onde moro, já que minha mãe decidiu voltar para o estado de origem de onde somos.
Eu não suporto criança, o tempo inteiro fazendo barulho, amo meu silêncio, o muleque fica o tempo inteiro em cima, não dá um descanso, quebra tudo o que vê pela frente e é tempo integral connosco. Não tem pai e nem ninguém que possa ficar um pouco.
Nós não saímos, não transamos e nem beijo rola mais. Eu estou exausta.

9 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Observador
1 month ago

A questão é exclusivamente ter tomado decisões erradas: ter enteado sem gostar de criança e se não há mais vida conjugal quem sabe ela não seja “tão” bissexual e tenhas “aparecido” na vida dela como uma “babá ideal”: a criança não precisa ir para creche, noutra ponta estás dependente econômica dela! Cabe a ti decidir: permanecer no lar como funcionária que, de fato parece estares sendo ou, partir para novo relacionamento!

Mel
1 month ago

Procure um emprego e algum bico, se não consegue pagar aluguel vá morar em republica estudantil, ou procure alguém para dividir aluguel, sei lá. Vc deveria ter pensado antes de ir morar com alguém que tem filho pequeno.

Naná
1 month ago

Se você fosse mãe, certamente não aceitaria que tratassem seu filho dessa forma! Quando você se junta a uma pessoa, deve observar tudo isso e ver se vale a pena o investimento!
Se não está bom, dê seus pulos e vá embora, volte para sua terra de origem, arrume um emprego e saia! Criança em sempre um obstáculo na vida do casal.

Isabela
1 month ago

Assim que começa, são pessoas assim que matam uma criança que nem vemos por aí, você é uma pessoa extremamente egoísta, não é mãe e não sabe o que é amor de mãe, cai fora logo e deixa essa mãe e esse filho em paz, procure alguém solteiro sem filhos como vc

Sincero d
1 month ago

Não sei onde você mora, mas se for em alguma cidade de medio, grande porte existem centros comerciais que alugam imóveis de 25mts por ninharia, sem comprovação. Sobre a criança é aquele velho ditado: quem casa, casa também com a família. Deveria ter visto isso antes de se juntar. Não acredito que a criança mude tão cedo, então para seu sossego, acredito que o melhor caminhoé preparar terreno e cair fora.

Luann
1 month ago

Vá morar com sua mãe fingindo que virou crente e deixou de ser lgbt. Depois que se estabilizar financeiramente, corra atrás dessa mulher novamente só que você terá sua casa própria e não admitirá morar com esse pirralho

ana julia
1 month ago

Se você é uma pessoa que não tem inclinação afetiva ou paciência, para conviver com uma criança, nesse caso quem está a mais nessa residência é você, uma vez que você se juntou a uma mulher que tem um filho. É evidente que você precisa encontrar uma solução descolando uma nova moradia e se continuar nesse relacionamento, você terá os seu próprio espaço para se encontrar com sua parceira. Continuar do jeito que está, será prejudicial para todos, especialmente para a criança, pois elas são como esponjas, absorvem tudo de negativo que ocorre no seu ambiente de convivência e percebem quando não são queridas. Arrume um emprego, alugue o seu imóvel ou compre um financiado de 27 mts2, pois o aluguel é bem baratinho e o tamanho é suficiente para uma pessoa sozinha morar. Terão o seu próprio ninho do amor.

Mari
1 month ago

Eu entendo, porque sou mãe e as vezes nós mesmas não aguentamos. Mas temos o instinto de mãe que nos mantém amando a criança. Você não tem isso porque não é sua criança. O melhor é você buscar urgente um modo de se tornar independente e ter sua casa com sua privacidade.
Mas enquanto não acontece tenha forças para não tratar mal a criança, quase todas nessa idade são assim. E se você era calma quando era criança, nada impede que um dia seu filho seja um capeta. Porque cada criança nasce de um jeito. E outra, com uns 6 anos essa criança já vai estar viciada em celular e vídeo game e não vai mais incomodar. É questão de esperar as fases.

Luc
29 days ago

Logo aparece nos noticiários”mulher mata enteado”. Igualzinho a casos recentes.