Problemas no Casamento

Não me sinto amado

Estou num relacionamento há 15 anos. Temos uma filha pequena. Minha relação se baseia em assistir TV. Minha esposa nunca me procura para o sexo. Sempre eu que tenho que tomar a iniciativa. E, quase sempre, sou rejeitado. Além de trabalhar, faço tudo em casa: arrumo a casa, faço café da manhã, cozinho, faço compras, resolvo qualquer problema dentro de casa etc. Mesmo com tudo isso, ela é “seca”. Não é carinhosa. Me trata com grosseria sem motivo aparente. Como se fosse o responsável por tudo de ruim que acontece (ou possa acontecer) na sua vida. Me sinto feio, sozinho, triste! Por mais que seja errado olho para a vida de casais próximos a mim e me pergunto o motivo de minha relação ser assim. Já conversei milhares de vezes. Geralmente, ela me deixa falando sozinho. Só me olha! Com um tom altivo e debochado. Queria que as coisas não fossem assim. Tenho receio de, numa separação, eu perca o contacto com minha filha, que amo mais do que tudo. Por ela eu venho tentando. Por ela me esquivo de procurar em outras mulheres carinho e sexo. Não sei mais o que fazer. Sempre acho que sou o culpado. Eu queria que a felicidade fosse mais do que um estado de espírito momentâneo. Que tenho esporadicamente. Eu queria que ela (a felicidade) fosse uma constante. Enfim, eu queria me sentir – verdadeiramente – amado!

12 Comentários

  1. Vc não se ama e se respeita e se rebaixa muito. Sua mulher deve sentir um misto de nojo e desprezo por vc. Vc é o clássico bundão. Mas não se desespere. Vc pode deixar de ser. Tire ela do pedestal. Ela caga e peida fedorento. Perca o medo de separar. Ela não quer mais sexo com vc. Arruma quem queira. Seja homem. E se ame. Depois seja amado.

  2. Morfeu já disse tudo, se não quer separa converse com ela para ter um casamento aberto assim vc pode ficar com bem quiser e ainda ter sua filha por perto, mas tbm com a separação vc não perde o contato com sua filha pois é um direito dela assim assegurado pela justiça.
    Cara aprenda a ser o macho ALFA, homens como vc não desperta muito tesão em algumas mulheres, mesmo que não a traía, comece a sair sozinho, tipo barzinho com amigos ou sozinho.

  3. O amor acabou!! Os dois só estão juntos por comodismo.
    É muito ruim colocar a responsabilidade da sua felicidade nas costas da sua filha, a garota percebe a infelicidade dos pais e vai repetir esse modelo quando crescer.
    Você tentou conversar mais não adiantou, quando um não quer é melhor não insistir.
    Você deve agora refazer a sua vida e tentar ser feliz.

    1. Talvez nunca tenha havido amor mas apenas a relação de um homem carente e inseguro com uma mulher egoísta. Independente de separar ou não, nosso amigo em questão terá que aprender a se valorizar e a não aceitar migalhas. Caso contrário, vai sair de uma relação frustrante e entrar em outra. Vai continuar na punheta, pagando as contas, lavando pratos, sendo desprezado e pior: levando chifres. O problema está nele. Não na mulher.

  4. Sinceramente, não sei qual solução mágica você espera para reverter essa situação. Ela só preserva essa relação, por você estar sendo conveniente aos seus interesses, pois como vc mesmo relatou, vc se tornou o seu empregado e provedor e como prêmio de consolação, até por muita insistência da sua parte, ela aceita dar umas transadinhas, quando está na lua certa. Não entendo porque vc ainda perde tempo com essa relação falida, saia fora e arrume uma mulher que te valorize e tenha vontade de ser a sua parceira. Está cheio de mulheres que desejam ter pessoas íntegras e de bom caráter como vc. Para que perder seu tempo com essa frígida e folgada. Vá ser feliz.

  5. Se vc quer continuar a ser bobo de mulher, continue nessa relação sem futuro. Ela meu caro, fez de vc um macho desconstruir, pois só está nessa relação por algo que ainda mantém seus interesses e não por vc. Se uma mulher foge de ser tocada, namorar, significa que a mesma já não tem tesão por vc ou não gosta de sexo. De uma forma ou de outra, se vc ainda curte ser sexualmente ativo, isso não te serve, pois já deu para sacar que está com sua alta estima abalada. Arrume alguém que te faça saborear a vida novamente, saia da frente da TV, pois até meu pai de 92 anos pelo visto é mais ativo social do que vc. Mande essa mulher passear, faça uma separação com guarda compartilhada, que vc terá as chances de ver com bastante frequência sua filha e vá curtir a vida. Está cheio de bares de solteiros para encontros, vá preencher a sua agenda. Não perca mais seu tempo com essa mulher, que isso não vai mudar.

  6. Cara com todo respeito,vira homem e larga de ser trouxa. O que vc ainda espera dessa mulher?! Valorize-se e encontre uma mulher que te faça feliz.Boa Sorte!

  7. Sou sua versão feminina. Sem tirar nem por. Compreendo o que você sente. Dor, solidão, fragilidade, arrependimento, tristeza. Estes sentimentos são meus “companheiros” diários. Em meu caso acrescento um profundo sentimento de vergonha por ser financeiramente dependente dele. Não tenho um conselho a lhe dar, apenas a minha solidariedade. Que Deus possa mudar nossa realidade e nos dar a felicidade ( no amor) constante e genuína que precisamos. Bjs

  8. Vamos ao mais importante a sua filha. Vc tem o direito as visitas da forma que a justiça definir com o casal, onde sugiro a guarda compartilhada, para vc estar mais presente na vida dessa criança. Em hipótese alguma ela poderá dificultar os contatos, sob o risco de perder a guarda. Basta apenas definir os dias, mesmo durante a semana. Faça essa mulher trabalhar, para se livrar da pensão dela e assim só ficar com o compromisso financeiro da sua filha. Comece a se organizar para sair fora desse casamento falido. Não dê mais ouvidos a discussões, saia fora e a trate com indiferença, para isso arrume uma atividade fora de casa, como por ex uma academia de ginástica. Ela com certeza irá insistir no seu domínio sobre vc, não ceda. Faça o que tiver que fazer, sem ficar se preocupando com as ameaças dela, pois ela precisa mais de vc do que vc dela, pois é sua dependente e já está acostumada com o fato de vc ser servil.

  9. Sei exatamente o que sente, você nao se imagina longe de sua filha e não quer que ela cresça com pais separados, e digo mais, deve morrer de medo de “outro” padastro cria-la, então você se submete a tudo isso, meu conselho..aguenta esta barra até sua filha ficar de maior…dai voce pode pensar em separação melhor.

  10. Moço, entendo seu sofrimento. Embora as pessoas possam lhe apontar, você não tem culpa. Felizmente você luta pelo convívio com sua filha, mas com o passar do tempo, essa criança notará o tanto que você sofre e se obriga a permanecer dessa maneira por ela. Assisti minha mãe vivendo assim por anos à fio e se soubesse disso claramente na época, a encorajaria a sair desse relacionamento abusivo. Em seu lugar, assim como no meu caso, procuraria um advogado, faria uma reserva financeira e já ficaria na retaguarda para obter acesso à guarda compartilhada da criança. Asseguraria meus direitos quanto a estar com a pequena e procuraria ser feliz de verdade. Posso lhe assegurar que embora pareça assustador e muito doloroso, irá compensar mais tarde. Você parece ser uma excelente pessoa e não merece passar por isso. Força!

  11. Realmente faça o que seu coração manda,nada que venhamos a te falar não vai adiantar,pq cada um Carrega uma dor diferente,um sentimento que só a gente sabe e ninguém entende,e fácil qualquer pessoa te julgar,e não sabe de verdade o que se passa dentro de voce, apenas procure ser feliz do seu jeito?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar