Meu namorado me traiu com a ex-mulher e ela engravidou

Conheci meu namorado há 8 anos, trabalhávamos juntos e logo começamos a namorar. Uns meses após isso descobri que ele era casado, então terminei com ele, mas já era tarde porque já estava apaixonada. Foi muito complicado pois ficamos terminando e voltando por várias vezes, ele dizendo que o casamento não ia bem, que só estava com ela por causa do filho, etc. Ficamos nesse vai e volta por um tempo até que mudei de turno e começamos a nos afastar. Cada dia que passava via que ele não ia se separar e que eu estava prendendo minha vida a alguém que não tinha compromisso nenhum comigo. Tentei terminar várias vezes mas ele nunca aceitava, comecei a ter outras amizades, a sair para festas sozinhas e um dia por influência de falsas amigas e da bebida acabei traindo ele. No começo eu pensava que não tinha feito nada de mal, já que ele tinha a mulher dele e então não era traição. Mas isso só piorou minha relação porque quando ele descobriu e eu me vi a ponto de perdê-lo percebi que ainda o amava. Esse meu erro fez com ele não se separasse e assim vivemos entre amor e ódio (podem julgar estar com um cara casado, mas eu o amo de verdade e não é fácil ser a outra). Nós continuamos juntos, mas ele colocou a condição que iria continuar casado e que só iria se separar quando eu mostrasse a ele que eu tinha mudado e que a era a mulher certa para ele. Eu fiz de tudo para mudar e mudei, parei de sair, deixei minha família de lado, comecei a viver para ele e para o trabalho somente, mas tudo isso foi em vão porque nada que eu fizesse era o suficiente. Há uns três anos eu simplesmente não aguentava mais a situação e como tantas outras vezes coloquei ele na parede e finalmente ele saiu de casa. Eu pensei que seria a coisa mais feliz da minha vida, mas não foi, porque nada mudou eu continuei sendo apenas a namorada, só o via aos finais de semana, enfim, continuava me sentido a outra. Ele sempre me dizia que nunca ia casar comigo porque eu o tinha traído e que eu não era confiável, eu fiz de tudo tentei ser a mulher mais carinhosa e amorosa mas isso nunca funcionou, ele me amava eu sentia isso, mas só quando estava ali comigo. Ano passado as coisas desandaram de novo, eu resolvi que ia fazer diferente, quis mostrar para ele que eu tinha mudado sim e ele que não percebia. Parei de ligar toda hora, de mandar mensagens e nosso relacionamento entrou na rotina. É claro que ele sentiu falta e me pediu mais atenção, então eu disse que ele estava se sentido como eu, e que ele tinha que aguentar pois eu aguentei muito tempo, o pico da nossa briga foi em Março/2013 mas logo depois voltamos ao normal e eu estava me sentido a mulher mais feliz do mundo, comprei um apartamento e ele me deu a esperança de que quando este saísse nós finalmente iríamos morar juntos. Mas então agora no inicio de fevereiro encontrei uma fralda no banheiro da casa dele, ele me disse que não sabia e que a mãe dele estava com visitas em casa. No mesmo dia eu peguei o celular dele e vi várias ligações da ex-mulher para ele e fiquei com aquele pressentimento, nós brigamos mas eu acreditei nele pois eles tinham um filho então era normal. Um semana depois nós havíamos acabado de nos falar e o telefone tocou novamente eu atendi toda feliz pensando que ele estava com saudade, mas na verdade ele deve ter sentado em cima do telefone e que refez a última ligação, eu só ouvia choro de criança, foi me dando um desespero. Eu desliguei e liguei novamente, ele só me atendeu meia hora depois eu perguntei dele e ele negou. Naquele domingo ele veio dormir comigo e depois de eu colocá-lo na parede ele contou a verdade (pelo menos é o que ele diz), que durante uma de nossas brigas uma noite que ele chegou bêbado lá pelas tantas e que eu mandei ele ir embora, ele procurou a ex-mulher e ficaram. Depois ele descobriu que ela estava grávida e que não me contou para não terminarmos. Foi como se ele tivesse me matado, e até agora eu estou sofrendo como se realmente alguém tivesse morrido. Não sei o que fazer eu não consigo mais trabalhar direito, nem comer. Minha vida não tem mais sentido e eu não sei o que fazer Peço a Deus todos os dias que me ilumine e me diga o que devo fazer, perdoar e finalmente ser perdoada para vivermos juntos, ou terminar de vez essa relação que não devia ter nem começado e que me faz mais mal do que bem Eu só queria tirar essa dor do meu peito!

7 Comentários

  • Lucy 4 de março de 2013

    Sinto em lhe dizer mas ele não te ama de verdade, desde o princípio ele preferiu a mulher dele e sua “traição” funcionou como a desculpa perfeita para ele continuar neste relacionamento duplo. Para ele você sempre foi um escape da rotina, uma amante, uma “outra”. Ele não pretende realmente largar o conforto de sua esposa para ser só teu, pra ele assim é mais cômodo; querida você merece mais que isso, tenha amor próprio, pare de colocar ele acima de tudo na sua vida pois você mesma já percebeu que isso não adianta. Termine de uma vez com isso, se ele não aceitar, persista, não ceda ao charme; ele é um homem inteligente e não vai desistir fácil de você, mas seja forte amiga, com o tempo perceberás a roubada que é homem casado e ainda por cima com filhos.
    Existem milhões de homens interessantes no mundo e podes acreditar que um deles é o seu, jogue fora os sofrimentos e não se lamente, no final verás que ele era só uma pedra no seu sapato.
    Seja forte e boa sorte na jornada, com o tempo a dor se transformará em alegria.

    Resposta
  • s 4 de março de 2013

    Querida, ele a pegou numa arapuca. O homem é um manipulador de primeira linha, querida. Quando você ‘o traiu’, ele não perdeu tempo e, sob esse pretexto, fez e desfez à vontade da sua vida desde então. Ele a acusou por conta disso desde então e não parou mais. Mas se na sua mente não houvesse tais acusação da sua própria parte, a dele jamais a atingiria. Você foi o Promotor e ele o Juiz e o Carrasco. Você se acusava e ele a condenava e a mal-tratava. E pela sua culpa, ele a explora desde então.
    Mas eu digo. Você ‘culpada’?? Mas pegue a palavra Culpa e substitua pela palavra Responsabilidade. E agora pergunte: quem foi o Responsável por você ter estado com outro homem?? Ele, esse canastrão do seu amante. Naquele tempo você desejava escapar da armadilha e era legítimo que o fizesse.
    Teria conseguido. Mas a Culpa a paralisou.
    Querida, um homem casado não pode falar que é traído, exceto pela mulher oficial. Como você pôde ter acreditado nesse larápio??
    Pois devia ter dito a ele que ele não era seu dono e nem esposo e que o tempo passava e que com ela jamais teria futuro.
    Ele nunca passou de um ‘cara na sua cama’ sem compromissos com você. Isso nem amante soube ser, minha cara. Amante que se preze presenteia a mulher fartamente e não reclama nada dela, ou que vá ter com a esposa fiel.
    Amante, minha cara, é coisa cara! Tem quem pode!
    Você, inocentemente, ‘compromissou-se’ com ele e ele, malvado, não cuidou de tratar de localizá-la a respeito da sua real condição. Se a respeitasse até mesmo como amante, não a teria enganado como fez.
    Ele, sim a traiu (faltando com a verdade) desde sempre!
    Ele nunca deve ter largado da mulher. Aliás, você viu algum documento a respeito disso?
    Não creio.
    Você acha que se ele tivesse deixado da esposa, ela não requereria pensão, coisa que ele teria comentado com você?…
    Esse hiomemmerecia um processo por danos morais, isso sim. Aliás penso que você deveria falar com um advogado a respeito dos seus direitos duiante desse relacionamento com ele.
    O que sente por ele é uma frustração (desde sempre) ante as esperanças continuamente destroçadas. Está também cansada dessa situação humilhante e de como ele a despreza, mentindo sempre e sempre. Sente raiva dele, creio eu, pois no fundo no fundo sabia que ele talvez fosse mentir de novo. Vivia tensa. Deve sentir raiva de você mesma, por ter dado crédito e dormido com um homem indigno de confiança.
    Ele sugou as suas energias. Fez de você uma moça assustadiça, tensa, cheia de culpas, com uma terrível sensação de incompetência. E isso a exauria sempre, o que é natural.
    Não tem porque gostar de um cafajeste assim, moça.
    É certo que ele tentou de todos os modos aleijar a sua auto-estima. Mas sei que pode recuperá-la e tratar dessas feridas. Você não é garotinha dependente e estúpida que ele desejou fazê-la crer. Você ‘não é’ isso tudo vivenciou ao lado desse crápula, pois isso tudo foram apenas ‘coisas que aconteceram a você’. Foram os ‘presentes’ que ele deu a você.
    De macieira não se colhe romã.
    Desse homem somente mentiras.
    Recuse-se a ele. Vá a um advogado e relate o tempo desse relacionamento e os prejuízos psíquicos e emocionais. Talvez a Lei possa ampará-la. Mas de todo se não, erga a cabeça. Você é a primeira pessoa mais próxima de você mesma. Do modo como não trataria mal a uma amiga estimada, não faria isso a você mesma.
    Querida procure o site de MADA (grupomada ponto com). Localize o endereço mais próximo de você e compareça. Seu anonimato será totalmente garantido, não há custos ou taxas. Estou certa que poderá receber muita ajuda comparecendo a uma reunião.
    Levante-se! Você pode! Sei que pode!
    Você é uma sobrevivente, minha amiga. Sinal que possui muita força interior.
    Agora use-a em favor de si mesma, e não mais para suportar mentiras e canalhices.

    Resposta
  • A Amante 28 de abril de 2013

    Já ouvi do meu amante que sou uma ‘ válvula de escape ‘ para ele, pelo menos ele foi sincero comigo de certa forma. =/
    blogdaamante.blogspot.com.br

    Resposta
  • aff... 14 de agosto de 2013

    Amante,

    Ele disse isso a você. Mas que meigo… E que autentico!…
    Sim, deve ser isso mesmo. Você não deve ser mesmo a amada dele, mas isso mesmo, uma válvula.
    E ele faz o que exatamente para ser merecedor disso, minha amiga…
    Fale a ele que tudo tem preCo nessa vida, e que válvula também! Argumente com ele que se ateh as moCas cobram, não seria você que d*ria de graCa, certo.
    Porque uma coisa eh certeza segundo a Logica mais básica. Ou seja, coisa de graCa não tem `valor`…
    (Kuah kuah kuah.)
    Uma vez um pobrezito me pediu o carro emprestado, porque, dizia ele, o dele estava na oficina e ele precisa de todo modo fazer uma pequena viagem a titulo de `válvula de escape` para flanar um pouco e esquecer dos problemas dessa vida. Claro, respondi. Inclusive se você tivesse nascido sem c*, eu com muito prazer te serviria também nisso, meu lindinho…
    Mas acho que o paspalho não entendeu muito bem, o que enfim não foi problema meu nem por um instante sequer.

    Resposta
  • aff... 14 de agosto de 2013

    Querida, lamento que tenha se deixado apanhar nessa arapuca. Mas creia, você sempre poderá se libertar, desde que queira.
    Ele, por seu turno, jamais vai querer deixa-la `escapar` e usara os mais diversos argumentos tais como o meu casamento não vai bem, a minha mulher não faz sexo comigo e não a amo mais, estou com ela por conta dos filhos, minha siutaCao financeira vai mal, você me traiu, eh a você quem amo, você vai sofrer se me mandar embora, etc.
    Não se deixe enganar por essas mentiras. A verdade eh que você não `compensa` o trabalho de enfrentar a separação, a pensão, juízes e advogados, imóveis a partilhar com a mulher, sair da casa e deixar ali a ex-esposa bem a vontade para receber namorados, enfim ele não acha que isso seja um bom negocio jamais, sobretudo porque você não demanda gastos, exceto quanto aos `truques de palavras`, nas quais ele eh bem, mas bem `perito`.
    Esse cara, amiga, esta na cara que eh daqueles `treinados na Al-Qaeda`!…

    Resposta
  • Iludida 12 de outubro de 2014

    Incrível. Parece q ele a minha vida. Preciso de ajuda TB.

    Resposta
  • Juliana 20 de fevereiro de 2015

    O que você esperava? Você se envolveu com um homem casado e fez de tudo pra destruir a família dele. E como tudo que não presta volta em dobro agora você é a cor na da história. Vocês dois são dois mentirosos e egoístas, se deseja ser feliz procure alguém solteiro e seja verdadeira, pois esse aí vai continuar sendo um fracasso

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *