Problemas Amorosos

Meu esposo vem me deixando sozinha em casa

Sou casada há 5 anos e convivo com meu esposo a 9 anos.
Ele é um homem muito bom, trabalhador, educado, mas de uns tempos para cá, vem me deixando sozinha em casa, não sente minha falta, não é mais tão companheiro como era antes, eu sempre choro e peço a ele que me faça companhia e ele fala que como trabalha a semana todo, qualquer tempo que ele tiver ele quer sair de casa, ele nunca está em casa, apenas quando chega muito cansado do trabalho ele fica em casa, mas não me dar atenção, eu não consigo me separar porque minha vida sem ele não tem sentido, eu não trabalho e ele me sustenta em tudo, não consigo um emprego, é não sei viver sem ele, eu amo mais que tudo, mas ele não sente o mesmo que sinto por ele.
O que eu faço?
Preciso de ajuda, meu coração vive em pedaços.

4 Comentários

  1. Já passei por essa situação, a solidão e a carência chegam a ser desesperadoras.

    Todo relacionamento perde o “açúcar” com o passar do tempo, e isso é uma verdade universal.

    O que vai te ajudar a sair dessa situação não é implorar pra ninguém, pois o problema não vem de fora, e sim de dentro ( da sua cabeça ).

    Você precisa urgentemente achar alguma coisa pra ocupar a cabeça, algum esporte, academia, algum estudo, algum curso profissionalizante, um grupo de amigas, ajudar alguma instituição de pessoas carentes ou animais, busque experiencias novas, conhecer novas pessoas, busque se divertir com algo.

    Em relação ao seu relacionamento, a vida é assim a maior parte das vezes, busque conversas mais interessantes com seu parceiro, como planejar uma viagem, ou fazer algo legal, diferente. Se ficar de papo ruim e carente, ele vai fugir de casa msm.

  2. Eu creio que para vc amar uma pessoa precisa admira la. Procure se tornar uma pessoa interessante, é gostoso estar com uma pessoa que sabe falar vários assuntos, que tem papo, que tem assuntos diferentes. Seu mundo se concentra só no seu marido, e isso é sufocante demais para ele e para vc tbm (embora vc não perceba isso). Ninguém gosta de se sentir sufocado, e eu acho que é assim que seu marido se sente. Vc me parece uma esposa maravilhosa mas… reduzir seu mundo ao seu marido faz mal pra vc e para ele tbm. Viva outras experiências além do casamento, participando de grupos seja de igreja, clubes, estudos e etc. Quando der arrume um emprego. Ah uma coisa que to aprendendo com a vida, é que são as mulheres que fazem o casamento dar certo (maioria das vezes), é a mulher que conversa, que faz as coisas renderem, os homens não são chegados a ficar fuçando assunto para ter papo para conversar com a esposa, é a mulher que trás os papos e as conversas. E eles não são chegados a ficar olhando para nossa cara como gostamos de fazer com eles, eles são mais elétricos que a gente nesse sentido.

  3. A mulher jamais deve se permitir ficar nessa situação de total dependência emocional e financeira do seu marido, pois não existe nada que garanta que as suas atitudes comportamentais, seguirá no mesmo nível de interesse com o passar dos anos, além dos riscos de um rompimento. Vc se colocou em uma redoma, o que logicamente coloca o seu marido em uma zona de conforto, pois ele sabe que vc está a sua disposição e que depende dele para tudo, por esse motivo ele fará valer as suas próprias vontades e deixar as suas para quando ele decidir. Se vc quer mudar um pouco essa realidade, terá que encontrar formas de ter um pouco mais de autonomia, procurar um emprego, para ele entender que vc tem a sua própria expressão, o seu valor e até mesmo para ele voltar a te enxergar novamente e não mais ser esquecida como um velho banquinho encostado em um canto, que só será utilitário quando ele precisar. Volte a se curtir, seja aquela mulher cheirosa que se arruma e que se sociabiliza, Se ele ainda tiver algum sentimento por vc, irá participar mais da sua vida, indo com vc aos locais, mas se ele não está mais nem aí para a relação, poderá usar essa oportunidade para se afastar de vez, por esse motivo, o primeiro passo é um emprego.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar