Me sinto humilhado e frustrado com o termino mesmo depois de meses

minha ex terminou comigo devido as circunstancias entre nós. ela é mãe solteira e já foi casada. e ela tem magoas e traumas do antigo casamento( não éramos casados, apenas namorados). ela sempre foi independente e sustentava o ex que não queria e não ia trabalhar. foi assim há anos. então namoramos quando eu estava desempregado. ela é bem simples. mas conseguir trabalho e depois de alguns meses sai devido a empresa. e isso foi o ponta pé inicial. a família dela fez vista grossa. e ela começou a achar que tudo do antigo casamento ia acontecer de novo. sustentar macho. devido a isso fraquejei emocionalmente, a cobrança por ter um emprego, namorar mãe solteira e a vista grossa da família. me senti mal. ai terminamos.
mesmo depois de meses não consegui emprego, no máximo entrei na faculdade e fiz entrevistas de estagio. enquanto não consigo emprego me sinto inútil, já que esse foi o motivo do termino. um medo da minha ex. me sinto para baixo enquanto alimento o pensamento que ela fez o correto. só queria conseguir um para mostrar meu valor( mesmo sabendo que não devemos provar nada para ninguém) mas não consigo passar por ela assim. com medo de alguém perguntar: está trabalhando? como ficarei diante dela, mesmo na roda de amigos?

6 Comentários

  1. Sei que não deve ajudar muito..
    Afinal, terminou a faculdade? Não é incomum você não conseguir um trabalho, o Brasil está em crise. Mas não desista, continue procurando, trabalhe como faxineiro, caixa de supermercado, em bancas, etc. (sei que são trabalhos sem valores..) Pelo menos para poder se sustentar sozinho, enquanto isso, vá procurar por fazer estágio. Quando terminar a faculdade será mais fácil de arranjar um emprego “decente”. Depois, tente reconquistar a sua tal namorada. Mas continue mantendo contato com ela, como amigos.
    Prove o seu valor faça muitas conquistas mesmo com um trabalho “sem valor”. Jamais pare de estudar, o estudo leva a gente longe.
    Boa sorte.

  2. É uma situaçao que não da para fugir. Erga a cabeça, estude, se atualize, continue tentando, você vai conseguir uma hora ou outra. Ela teria que escolher se apostava em você ou nao. Acho que não quis apostar. Prove que estavam errados. de a volta por cima. Você vai chegar lá. E eles terao que lhe engolir. Seja feliz

  3. Sinceramente, penso que você deve priorizar os seus estudos, carreira, antes de ficar se envolvendo com uma mulher que traz bagagem nas costas. Você está ficando chateado de bobeira, porque a situação do desemprego é uma realidade entre milhões de jovens, inclusive o meu filho, mesmo tendo graduação, pós-graduação e inglês fluente, mas está desempregado há dois anos e nem estágio tem mais chances de pegar por já ser formado. É a situação do nosso país, mas se eu fosse você deixaria para trás esse namoro e futuramente, assim que tiver um pouco melhor estruturado financeiramente, procurar se relacionar com uma garota sem cachos. Já deu para sacar que o ex dela não deve ajudar com nada ou quase nada de pensão para sustentar a filha, de forma que seu dia você passasse a viver com ela, as contas dessa criança iria também envolver o seu bolso. Seja esperto e aproveita esse término, para encontrar alguém desimpedida e que não vai ficar pesando em cima de você.

  4. ”ela sempre foi independente e sustentava o ex que não queria e não ia trabalhar. foi assim há anos. então namoramos quando eu estava desempregado”. O perfil dela é direitinho para MADA (mulheres que amam demais anônimas). E o seu, em contra-partida, deve ser o que mais se encaixa nisso, a saber, as suas buscam versam nesses parâmetros. Mas. que bom que as suas ficha caíram e que se sentiu envergonhado, se cobrando a respeito disso.

  5. olha você precisa se distrair para se afastar ao máximo da memoria dessa moça, inclusive dos amigos pelo menos por um tempo, se não esse pressão toda para trabalhar só vai dificultar você arrumar emprego, procure emprego e foque primeiro na sua vida profissional e financeiro por enquanto, mas não se sentir mais assim em um relacionamento, porque não tem jeito uma coisa leva a outra, quando a gente não trabalha fica com tempo demais para pensar em outra pessoa e isso da merda.

  6. Meu querido, ela quer um provedor, não um marido, pula fora que é furada das brabas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar