Ligo para ele, mas ele nem liga para mim

Gente estou me sentindo péssima. No meio do ano passado, comecei a gostar de um menino. Ele era bonito, fofo, enfim saiu eu, ele e mais um grupo de pessoas. No final, ele já estava bêbado e então fui ajudar ele a esperar o pai. Nesse meio tempo acabou rolando da gente ficar. Uma semana se passou e ele veio falar comigo no meio de uma festa implorando desculpas pelo o que ele fez. Fiquei chateada porque não queria que ele tivesse pedindo desculpas. Então ele se sentou em um canto e ficou a festa toda lá. Minha amiga disse que tinha sido porque eu tinha ficado chateada e que ele só falou aquilo porque queria ficar comigo. Naquela noite, rolou mais alguns beijos. Depois de um tempo, nesse vai não vai eu meio que pedi um tempo para ele para descobrir o que sentia de verdade por ele pois estava perdida nos meus sentimentos. Porém ele entendeu tudo errado e achou que eu não gostava dele. A gente passou um tempo sem se falar, mas depois voltamos só como amigos. Nesse meio tempo percebi que era louca por ele, mas parecia tarde demais já. Acho que ele já está em outra e eu aqui desabafando.

Um Comentário

  1. Eu sei exatamente como é isso. Antes de qualquer coisa, por que você acha que ele já está em outra? Sei que principalmente nestes momentos, a tendência é da gente pensar sempre no pior, mas pelo o que você contou a respeito do jeito que ele ficou chateado, após te ver triste. Me parece que ele não esperava aquilo, me parece que ele não queria te ver daquele jeito triste. É como o velho ditado “quem ama, cuida”.
    Seu amigo provavelmente ainda deve estar confuso sobre seus sentimentos, se perguntando “será que eu gosto dela? E se tudo der errado? E se ela não gostar de mim?”. São apenas hipóteses a respeito do que pode se passar na mente dele. O melhor a se fazer é: você gosta dele? Corre atrás. Sei que o medo domina a gente, aquela insegurança fica nos aterrorizando e o pessimismo nos consome por completo. Mas seja forte e vá atrás dele, antes de querer algo além da amizade, mostre que você está interessada em ajudá-lo, em compreendê-lo e em vê-lo bem. E o principal: seja sempre honesta com ele sobre tudo.
    Se tudo andar bem, passe a demonstrar que você gosta dele, com gestos fofos ou o olhe nos olhos e diga o que sente. É arriscando que a gente descobre!
    E se tudo não acontecer como você esperava, compartilhe com seus pais, seu irmão/irmã, seus amigos ou qualquer pessoa que você confie o bastante para falar sobre isso. No começo é difícil superar as mágoas, mas nada que com o tempo seja deixado de lado.

    Boa sorte, e seja confiante de si.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar