Estou num emprego que odeio

Eu simplesmente odeio meu trabalho. É meu primeiro emprego, entrei contratada para uma função, logo me “destaquei” (segundo a diretoria) e me convidaram para uma função diferente, prometendo salário maior, aquela coisa toda.
Aceitei e não aumentaram meu salário, meu novo chefe é um babaca, me liga o dia inteiro para falar de coisas simples que poderiam ser tratadas por e-mail, manda mensagem a noite e em finais de semana, onde não estou trabalhando.
Se eu atraso 5 minutos ele bombardeia meu telefone de ligações e coloca todo o resto da empresa para me procurar.
Estou muito triste. Estou enviando currículos para todos os lugares possíveis mas não consegui nada ainda.
E me sinto muito pressionada pois moro com meu namorado e nós dois sustentamos a casa, ele já aparentou estar mais preocupado com o salário que eu ganho do que com a minha saúde mental.
Pois vivendo assim estou pensando seriamente em pedir demissão, todos os dias é uma luta para sair da cama e trabalhar. Não consigo dormir direito e estou sempre cansada, de tanto estresse. só queria desabafar mesmo pois nenhum conhecido entenderia

Etiquetas
odeio emprego
0 0 votar
Avaliar Desabafo
5 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Maria
8 months ago

Como te compreendo um trabalho ruim acaba dando cabo da nossa saúde física e mental passei pelo mesmo no meu primeiro serviço.
Não se canse de procurrar outro trabalho e em último recurso peça demissao. É melhor sair do que ficar doente. Se seu namorado realmente a merecer vai apoia-la

Jessica
8 months ago

Nada vale a nossa paz.
Trabalhei no meu emprego anterior por 3 anos. Eu tomava um comprimido por dia, para dor de cabeça, pescoço.
Eu sofria assédio moral (e as vezes até sexual). Meus patroes eram desrespeitosos comigo, com brincadeiras de cunho grosseiro. Já fui embora chorando diversas vezes. Esse ano peguei férias e estava decidida a voltar e pedir conta, mas nas minhas ferias apareceu outra oferta de emprego e não pensei duas vezes. Eu que trabalhava na frente da minha casa, mudei de emprego onde ficava do outro lado da cidade. Não me arrependo, faria mil vezes. Pq nada vale nossa paz e nossa saúde. Você vai ficar cada vez mais doente.

Michely
8 months ago

Já sofri assédio moral e uma coisa eu digo: caia fora o quanto antes, se o seu namorado não te apoia termina com ele porque a sua vida vale mais que qualquer coisa, a sua saúde mental vale mais do que qualquer namoro, na época que sofri assédio moral por parte de colegas de trabalho, carreguei a empresa nas costas (empresa pequena) sai de lá como uma bandida como se não tivesse feito nada de bom, patrão fazia reunião para me esculhambar depois que sai, o patrão não sabia o que de fato acontecia e que os outros funcionários faziam corpo mole, eu era a única que trabalhava e dava o sangue e no fim terminei como uma bandida nem referencias o cara quis me dar porque ele não qria que eu saisse. Foi bem complicado.

Observador
8 months ago

Não espere a mente ficar nocauteada: a recuperação dela será bem lenta e até haver transtorno pós traumático. Nenhm salário justifica a perda da Paz e se você tiver que sacrificar a Paz estás pagando um preço alto. Se o namorado Não entender, um “phoda-se” cairá bem dizer! Quem nos ama, cuida da gente!

Juliana
8 months ago

Nada é mais importante do que preservar sua saúde física e mental. Parte para outro emprego.

Botão Voltar ao topo