Corresponder ao amor dele.

Fiquei dois anos gostando de um rapaz. não sinto mais nada por ele, ele me machucou demais, me fez ter esperança onde não tinha como conseguir terminar com nosso “rolo”. A mais ou menos um mês conheci um menino. Ele é lindo e tudo mais, estamos ficando há umas três semanas.. Ontem, ele falou que queria ir além de só pegação, que está gostando muito de mim, que sente por mim o que ele nunca sentiu com outras meninas, e o pior é que eu sinto que isso é verdade Eu gosto dele, gosto de ficar com ele, mais acho que não posso oferecer a ele o que ele quer, que é o meu amor. Pois depois de sofrer muito, fiquei muito FRIA em questão de relacionamentos.. Não quero terminar com ele, mais também não quero criar ilusões. Como posso corresponder ao amor dele sem me magoar? Devo desistir da relação?

2 Comentários

  • s 20 de agosto de 2012

    Diga a ele a verdade. Diga que não deseja romper, mas que não fará nada se não estiver absolutamente segura e se não for o momento certo. Se ele gostar mesmo de você, vai ser paciente e aguardar junto com você até que seu momento chegue. E caso ele decida romper, ótimo: sem querer você conseguiu conhecer a intensidade do amor que ele diz ter por você.

    Resposta
  • aff... 9 de agosto de 2013

    Talvez o rapaz esteja indo com sede rápido demais ao pote. Um mês talvez seja pouco para intimidades, não acha?
    Portanto, independente de você estar ou não num momento “de pausa”, é cedo demais para que pensem em laços mais estreitos. Talvez fosse bom que o rapaz soubesse que tudo deve ter seu tempo e que a sábio saber esperar.
    E se vir que ele não acolhe as suas razões, e exerce “pressão”, é deixa-lo. Porque não poderia ceder em desfavor de si mesma e das suas emoções.
    E quanto a você, não exerça pressão sobre si mesma a esse respeito, pois você é solteira e portanto uma moça livre. Aliás, é bom que se diga, uma mulher não tem “obrigações sexuais” em relação a namorados ou nem mesmo a noivos. Somente as casadas em tese têm essa “obrigação”. Portanto, homens solteiros não podem exigir isso e nem mulheres solteiras devem achar que têm “essa obrigação”.
    Quanto a estar magoada pelo episódio do passado, onde esteve apaixonada por quem a entristeceu, isso vai passar. Perdoe-se por ter-se deixado ficar numa situação de dor por tempo demais, e procure tirar disso proveitos positivos. Repense nas suas atitudes alí tomadas, por exemplo, a modo de não mais repeti-las. E no mais, deixe no Passado o que é passado e siga adiante.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *