Fui traída e traí também

Fui traída e traí também

COMPARTILHAR

Eu tive um único relacionamento que durou 11 anos comecei namorar com ele tinha 12 e hoje tenho 23 anos ele sempre foi muito mulherengo minha família toda era contra mas com o tempo aceitaram porque viram que eu não ia deixá-lo passaram se os anos e fomos morar juntos ele me traia sempre mas eu não acreditava ate o dia que vi ele com a outra ai nos separamos e voltamos varias e varias vezes. Só que no ano passado ele passou dos limites me traiu e engravidou a outra duas vezes e eu no auge do desespero traí ele também e nos separamos ele se acha certo e não me perdoa pelo meu erro gosto muito dele, desde a separação emagreci 8 quilos em 4 meses não consigo esquece-lo sei que não tem mais volta minha vida tá uma dilema só não sei o que fazer gente me ajudem pelo amor de Deus o que eu faço! Obs ele já está namorando com outra.

COMPARTILHAR

20 COMENTÁRIOS

  1. será que ela tbm sentia tanto quando traia vc? Ô o mundo ta cheio de homem gOSTOSO e a gente cura um amor com a chegada de outro! Não chore e nem sofra por isso pq se ele te amasse de verdade não teria traído vc! OBS! Uma traição nunca podemos perdoar que trai uma vez trai sempre
    PS: NÁYLLA concordo com vc!

  2. Edna ele nao tem outra familia apenas a engravidou sem compromisso nenhum com ela. Hj ele me diz que eu fui errada e trai ele pos so ele tinha o direito de trair. muito obrigada por suas sabias palavras obg!

  3. Moça, o homem sempre foi mulherengo… E ele não mudou e nem vai, afinal ele nunca respeitou mulher nenhuma. Sua família já falava que ele não ia servir, mas enfim você se uniu a ele. E a verdade aparecia a toda hora: mulheres e mais mulheres que você sabia, e por ultimo ele engravidou uma mulher duas vezes se eu entendi certo. E se foi isso, ele tem outra família, correto?
    Não seja teimosa e obstinada. Ele não gosta de ninguém, nem dele mesmo. Homem que faz isso não respeita nem as calças que usa e devia era usar bermudinha de criança. Só que mulher de verdade gosta é de homem, não de moleque.
    E se esse homem gostasse de você um pingo, e das pobres-coitadas que dão bola pra ele, ele jamais faria essas coisas, minha amiga. O que ele quer é continuar nessa vida de farra e de irresponsabilidade total.
    O erro não está em você e nem nas outras, mas nele. O problema não é em você e nem nas outras, mas nos desvios de caráter dele. E isso ninguém conserta não.

    Põe uma coisa na cabeça: mulher nenhuma é feliz do lado dele, ele é incapaz de fazer isso por uma mulher seja ela quem for. Perfeito ninguém é, mas mesmo que você fosse perfeita, nem assim minha cara. Nada é suficiente pra ele, mulher nenhuma é. Nem quinhentas seriam, em cada uma ele acha desculpa pra trair. Ele é ‘o tal’, né… Pois isso tem nome e chama-se Arrogância.
    E agora a grande desculpa dele para nunca ter sido homem perante você é que você ‘traiu’ ele…
    Conversa. Essa é a desculpa dele pra cair no mundo e farrear sem medo de tomar chifre de novo já que ele não ia e nem pretende se consertar não.

  4. Shirley obg minha amiga pelos comentarios isso eu posteii em um ato de desepero mas depois coloquei minha cabeca no lugar e pensei ja corri tanta atraz e hj se ele nao me o melhor é dexar o tempo correr por si só. vc me ajudou e eu sou muito grata por suas palavras!bjusss boa noite

  5. Tha,
    Retorno a você. Sua mensagem ultima foi ‘(…) leiam a minha história e mim ajudem!’
    Eu tinha feito isso anteriormente e você havia postado em resposta que eu tinha sido de ajuda.
    Lamento que assim não tenha sido, pois conflita com a sua mensagem ultima.
    De todo modo torno a desejar boa sorte, torcendo também para que as postagem dos ‘filhos de jesus’ possam então fazer o que eu não devo ter conseguido embora o empenho e o tempo dispendido.

  6. Deus é amor! Jesus disse que devemos perdoar ilimitadamente quem nos ofende. E Deus não faria o mesmo?

    Filha, arrependa-se, peça perdão a Deus e volte-se ao convívio com Ele, ao relacionamento com o Espírito Santo. E agora, já com mais experiência, vigie e ore para que não entre em tentação.

    O Senhor tenha misericórdia de você, lhe acolha no seio e lhe guarde de todo mal, é minha oração a seu favor.

  7. Minha filha não se desepere tenha fé em Deus desse jeito voce vai morrer e ele ficará ai vivo e feliz vc errou mas ele tambem errou se ele nao é capaz de te perdoa bola pra frente siga siga vida e nao cometa mas os mesmo erros. tenha paz

  8. Não há ‘erros’ a apreciar. Mas Responsabilidades das quais tratar. Não se trata de colocar as pessoas num tribunal e sentenciá-las: essa está certa, essa errada, etc. Mas de verificar mediante os passos que são dados, a validade das pessoas ao nosso lado e do afeto que devemos devotar a elas.
    Não precisamos ser ‘exigentes’, mas temos talvez o dever de sermos ‘seletivos’.
    E isso inclui ‘o que sentir’ diante de alguém.
    (A postagem anterior seguiu incompleta, portanto prossigo).
    Todos somos filhos de Deus. Não devemos condenar as pessoas, portanto, mas sempre podemos escolher a quem devemos ter por companhia.
    Não, você não errou em nada. Você não precisa do perdão dele. Ele não é Deus, aliás.
    Mas nem você! E se quem perdoa é Deus, não precisa acusá-lo, mas também não precisa do perdão dele.
    Não se culpe. Responsabilize-se entendendo que a pressão sobre as sua auto-estima era constante. O seu ato de ‘trair’, portanto, não foi o fim do mundo e teve uma razão: o se ex a levou aos limites da suportabilidade humana. E ainda você pensaria estar precisando do perdão dele?? E ainda se julga ‘errada’, como ele??
    Ora, livre-se desses pensamentos erroneos, embasados na violência moral que o seu ex impingiu a você desde sempre, ao que se habituou. Ele a violentava emocionalmente e você está fazendo o papel dele agora. Ele a ‘acusa’ e você diz ‘sim sim’ a isso, se culpando e sentindo-se a última das mulheres.
    Reveja isso e liberte-se dessas acusações: dele e suas.
    E depois, como eu disse, ele não é Deus. Que aliás não é o acusador, mas o defensor. Pois acusador é Sanatás, correto?

  9. Não há ‘erros’ a apreciar. Mas Responsabilidades das quais tratar. Não se trata de colocar as pessoas num tribunal e sentenciá-las: essa está certa, essa errada, etc. Mas de verificar mediante os passos que são dados, a validade das pessoas ao nosso lado e do afeto que devemos devotar a elas.
    Não precisamos ser ‘exigentes’, mas temos talvez o dever de sermos ‘seletivos’.
    E isso inclui ‘o que sentir’ diante de alguém.

  10. Se ele já tem outra, que dizer que ele não gosta de voçê, ou está tentando te esqueçer.
    Voçês passaram muito tempo juntos, é normal sentir a falta dele no começo do fim da relação.
    Busque conheçe novas pessoas, e fazer novos relacionamentos.

  11. Era jovem quando o conheceu e não tem culpa da sua decisão de unir-se a ele por conta da imaturidade de então. Porém agora, sendo já adulta, é responsável por manter-se em sofrimento por um homem que de fato não a respeitou jamais, e que além disso colocou a sua saúde várias vezes em sérios riscos.
    Dê-se por feliz que tudo tenha terminado, portanto.
    E pode não parecer, mas há homens diferentes dele no mundo e o mundo é bem maior do que aquilo que você conheceu até hoje.
    O seu unico dilema é portanto achar que o mundo não existe se não for com você sofrendo angustiada ao lado do safardana. Pois mesmo ele tendo ido embora, a prova disso é que continua aí a sofrer, mantendo portanto o seu interior em dores e mais dores, conforme se habituou.
    Isso é uma crença sua, ou seja, que o mundo é isso, a saber, sofrer e chorar por um homem corrupto e promíscuo.
    Eu no seu lugar daria graças a Deus por ele ter ido embora, e com ele ter levado a promircuidade sexual juntamente, e bem assim o desrespeito emocional que ele costuma despejar no próximo. Ele já fazia isso com você desde sempre, faria com os seus filhos e fará com as outras, infelizmente.
    O que mais quer, portanto? Se a sua opção de vida é sofrer, ao menos que seja longe dele e portanto livre de DSTs.
    Vá ao seu ginecologista, relate a ele a espécie de companheiro que teve, peça exames. Peça também a opinião dele a respeito do que vem sentindo e ouça-o com atenção. Ele pode ter conselhos bastante oportunos e sábios a respeito.

DEIXE UMA RESPOSTA