Tenho receio que a relação acabe meio monótona

desabafo de problemas amorosos e de coração

Eu estou em um relacionamento há 3 anos. E é um relacionamento muito bom. Nós nos respeitamos, nos amamos, nos entendemos muito bem. Claro que temos alguns probleminhas de casal, mas são realmente muito raros.
Então vamos lá:
Eu tenho um problema muito forte com minha identidade, então eu estou sempre confusa com o que eu realmente quero, se eu estou fazendo isso ou aquilo para agradar alguém, ou deixando de fazer por medo. Por isso sinto que preciso do conselho de alguém.
Com o passar dos anos juntos muitos casais vão se acomodando, e acaba gerando uma relação meio monótona. . e é isso que eu percebo nos últimos tempos.
Além disso, também cheguei à conclusão que eu sinto falta daquela sensação apaixonada do começo de relação, da conquista e do incerto. . e acabo me pegando interessada em outras pessoas.
Então, mesmo que uma relação mais fria possa ser resolvida, não acho que traria o sentimento de paixão que eu sinto falta.
O que devo fazer?

5 COMENTÁRIOS

  1. Posso aer sincera? Bate uma conversa franca. Nao seja egoista. Vc esta se privando e privando a pessoa de ser feliz. Vai doer. Mas nao prive alguem sa felicidade por favor opte pelo que faz seu coeacao vibrar independente das consequencia…tu sabe ne? Hheue

  2. A Gravidez evitada ou protelada, “acarreta” a adoção de cães ou faz dos relacionamentos humanos amorosos, a busca incessante por namoro. Na ausência de “projeto” de formar familia, vai perdendo o sentido do casamento “tradicional”: hoje não passa de duas pessoas morando juntas ou não (devido ao trabalho, em cidades diferentes, por exemplo)!

    • Tudo na vida tem os seu momento certo de fazer acontecer. Queimar etapas das experiências da juventude, assumindo relacionamentos formais, geram rotinas e futuramente até arrependimentos, se uma pessoa partir para um casamento, constituir família, sem antes ter realizado outros planos de vida. Aliás não existe situação mais cheia de rotinas do que o casamento, mesmo com filhos. A diferença que você deixará de viver a sua vida para se dedicar integralmente a eles, tirando o foco de cima de você, ou seja, deixa de viver as suas rotinas para viver a deles, por uns bons, sem contar a pastinha de outras responsabilidades que irá assumir, além das preocupações extras. Vc terá que abdicar da sua liberdade, pois o tempo não será mais só o seu, mas sim deles. O que você ganha com o seu trabalho, será praticamente tudo, voltado também para eles e se não tiver uma estrutura financeira adequada para planejar a família, pode esquecer passeios, viagens, lazer.

  3. geralmente o efeito da paixão dura dois anos mesmo como diz no primeiro post, porem como vcs estão três anos juntos é hora de vc se questionar se o ama ou não, vc disse que é confusa, nesse caso o interesse que vc tem por outras pessoas pode ser indicio de que vc não o ama, eu disse PODE, não disse que é, preste atenção nisso, pois a resposta só vc poderá encontrar, ou deixar que ela te encontre, afinal a vida tem suas voltas e reviravoltas, e pelo jeito a sua pode estar girando em torno desse namoro, pessoas que tem uma vida mais interessante que não gira só em torno do relacionamento afetivo, tendem a ter um namoro ou casamento mais interessante, por exemplo vc tem foco no seu trabalho ou estudos? sai para encontrar com suas amigas e família sem ele? isso tire a pressão do seu namorado ter que fazer uma montanha russa cheia de surpresas e emoções, a vida só é assim em filmes e novelas, a não ser que vc queira ter uma vida dramática, cheia de namoros que funcionam sob o efeito fútil e passageiro da paixão,

  4. Se confessa uma pessoa ‘confusa’. Tipo aquela barata que não sabe para onde correr quando se encontra com as chineladas no canto da parede.
    O que será que ocorre com as pessoas?… Algum virus estranho na água? Muito netflix?
    Deus me livre de pessoas assim na urbis. São aquelas que, reconhecidamente confusas, trocam a cor do semáforo do verde para o vermelho e vice-versa. E é de certeza que isso se aplica a tudo o mais.
    Filha, você não está preparada para relacionamentos ‘sérios’. Você quer paixonites. Está na fase das baladas, das festas, das ficações talvez. Liberte o rapaz. Ele tem direito a uma pessoa mais amadurecida ao lado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here