Tenho medo pelo meu marido!

Sou casada há 10 anos, amo meu marido e de uns meses para cá estou ficando com medo do que ele possa fazer! Sempre tivemos um bom relacionamento, nossa vida era como a maioria dos casamentos, mais claro com seus altos e baixos, bom o problema mesmo começou a acontecer de 11 meses para cá, infelizmente nosso filho de 4 anos acabou falecendo em um acidente de carro, foi a sensação mais horrível que já tive na vida e tenho certeza que para meu marido também, levou tempo, meses, mais fui conseguindo seguir em frente mesmo com a dor, mas meu marido virou outra pessoa depois disso, ele ficou frio, parece que perdeu seus sentimentos bons, faz tudo que fazia antigamente, mais de uma maneira fria, é difícil ver ele rindo, não é mais como antigamente, eu converso com ele mais ele diz que não tem como ele voltar a ser o mesmo, até hoje vez ou outra vejo ele chorando! as pessoas não tão próximas falam que ele mudou demais. Ele sempre foi uma pessoa família, sempre sonhou em ter um filho, ainda no tempo de namoro ele dizia que era seu sonho, era um ótimo pai, muito apegado com nosso pequeno, acho que ele pegou trauma em ter outro filho, já cheguei a tocar no assunto mais ele disse que não está pronto e foge totalmente da conversa. A questão é que ele esta dessa maneira e tenho medo que ele possa tentar alguma coisa contra si, não sei se ele precisa de mais tempo ou se eu deixar ele ter espaço possa ser algo ruim. Gostaria da opinião de alguém.

6 comentários em “Tenho medo pelo meu marido!

  • Ana Paula 3 de janeiro de 2019

    A perda de um filho é a pior coisa que pode acontecer a um ser humano, é absolutamente contra-natura. Nenhum pai ou mãe deveriam ter que passar por isso. O seu marido por mais forte que seja, precisa de apoio médico com a maior brevidade possível. Não sei, se o seu marido acredita em Deus, mas mesmo as pessoas que acreditam em Deus quando passam por esse tipo de provação, muitas vezes sentem revolta e raiva. Esse sentimento de revolta e abandono passa a consumi- los, diariamente, e perdem na maioria das vezes ,a vontade de viver. Daí a necessidade de recorrer a ajuda médica especializada para tentar atenuar a dor. Quanto a questão de ter outro filho julgo que será prematuro e que ele não está preparado para ser pai novamente. Quanto a si ,mãe que perdeu um filho, desejo-lhe toda a fé e força do mundo para superar, na medida do possível, essa perda irreparável e insubstituível.

    Resposta
  • Hoffmann 3 de janeiro de 2019

    Há centenas de milhares de crianças que anseiam por um lar. Você poderia pensar em adotar, não irá substituir o seu filho, porém, com certeza, isso preencherá esta lacuna que a morte do seu filhou deixou.

    Resposta
  • Olga 3 de janeiro de 2019

    O luto passa por 5 estágios diferentes:. Negação. Raiva. Barganha. Depressão e Aceitação, mas cada pessoa tem o seu próprio ritmo de entendimento interior, para avançar até a fase da aceitação. A noticia da morte sempre é a mais impactante, mas os momentos que se seguem que é a fase de luto, são também extremamente dolorosos, pois terão que passar por muitas mudanças nas rotinas, não tendo mais a presença da criança, por datas comemorativas , mas no momento certo, você terão como replanejar o seu futuro e renovar o seu ciclo de esperança, acreditando na felicidade. O seu marido paralizou em um desses estágios, sente-se com medo ou com algum sentimento de culpa, como se pudesse ter evitado de alguma maneira essa perda, mesmo obviamente não sendo culpado, mas sem uma ajuda profissional, não será fácil ele conseguir colocar para fora todo esse caos que ele construiu dentro dele e que não está conseguindo encontrar um sentido para a sua vida. Não se pode controlar o destino, as perdas muitas vezes são inevitáveis, mas o tempo lhes trará mais conforto e paz nos seus corações. Meus Sentimentos a sua família!

    Resposta
  • Ellen 3 de janeiro de 2019

    Eu perdi minha filhinha tem quase 2 meses é uma dor intensa, eu já estava fazendo terapia pois já sabia que ela poderia morrer a qualquer momento (doença rara), meu conselho é façam terapia tanto vc como ele precisam, o seu marido precisa.

    Resposta
    • Ana Paula 3 de janeiro de 2019

      Sentidas condolências, Ellen.Muita força para si.

  • MORFEU 3 de janeiro de 2019

    Ele está quebrado por dentro. Deve ser também sensível, sentimental. Deve se sentir traído pelo destino. Perdeu o chão. Vc precisa mostrar a ele que é preciso ser forte. A vida sempre haverá de bater. A dor é compreensível. A decisão de se fazer forte é necessária. Ele tem que se livrar da culpa e do vazio. A vida segue.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *