Sou recém casada e meu marido acabou de perder o emprego

desabafos de problemas no emprego e trabalho

Boa tarde!
Me casei em setembro deste ano, tudo estava indo bem. Parecia um conta de fadas, viajamos, não criamos dívidas, nada fora do esperado, apenas muitos planos e sonhos para 2019.
Mas esta semana recebemos um balde de água fria: Ele foi demitido.
Fiquei sem chão e sem saber o que dizer a ele, poucas palavras confortantes e o medo estampado no meu rosto, pois a vida inteira vi minha mãe sustentar a casa e me ver na mesma situação me deixou apavorada.
Sigo com muito medo e sem esperanças. Ganho bem mal, ele é quem tinha o maior salário.
As palavra amigas da família não ajudaram em nada, por isso procurei um lugar anônimo para desabafar. Obrigada!
Alguém tem uma luz para me ajudar?

13 COMENTÁRIOS

  1. Este é um dos grandes problemas em tomar certas decisões. Vivemos em um momento difícil e o Brasil está em crise. O emprego precisa ser estável, não sei o cargo que seu marido atua, mas dependendo do cargo é em torno de 1 a 2 anos a recolocação no mercado de trabalho e depende da nossa economia. Porém ele pode partir para outra área e também tentar empreender e fazer bicos, como ele escolheu casar ele terá que correr atrás para trazer o pão de cada dia pra casa, não pode simplesmente jogar tudo nas suas costas ou esperar pelos pais ajudarem nas despesas. Vocês são muito corajosos e ousados em casar no momento atual do nosso pais. Se somente você trabalhar ou seu marido achar outro emprego e ganhar pouco seu casamento não irá durar. Sinto em lhe dizer, mas está é a realidade.

  2. Coragem, amiga. É esperar que ele procure o novo emprego sem cair em ‘remansos calmos’ mediante o tempo. E se perceber isso, sempre é tempo de escapar-se – ao contrário do que fez a sra sua mãe, provavelmente por já ter filhos e depender do marido ainda que de gotas que pingassem da torneira. Viu a vida toda isso ocorrer, veja também o que fez a sra sua mãe para ‘colaborar’ nessa vida que ela teve, ou seja, tenha por aprendizado ao invés de por temor infrutifero e caminhe diferente do que ela talvez caminhou. É sábio não ‘agravar problemas’ antevendo ações que viriam a trazer pioras e/ou novos problemas. E também é sábio ver o que o Tempo mostra das pessoas.

  3. Engraçado né! Qual problema da mulher sustentar a casa se necessário? Eu sinceramente não vejo problema nenhum nisso, se ela ganha mais! Seu marido está passando por um problema comum de se acontecer e vc já está desesperada por isso, de faltar algo para você! Na minha opinião vc só se casou com ele por causa do salário dele e pela vida que ele está te dando! Coitado do seu marido se não arrumar um emprego bom, vai ter que aguentar o seu medo e o seu ranço por não ter a vida que ele te dava antes!
    Estuda e faça algo para vc ganhar mais e não depender dele. Pq eu acho ridículo mulher que depende de homem!

  4. Engraçado que nessas horas as pessoas julgam ah que o: “mundo ta moderno”, “que marido não tem que sustentar a mulher”, “que a mulher e uma vigarista e quer explorar o homem” e tal e tal. Mas se for o contrario ai a figura muda né “homem não pode lavar um garfo que isso e coisa de mulher”, “não pode lavar a própria cueca”, “não pode arrumar a própria bagunça”
    O homem não pode sustentar a mulher, mas pode usufruir e aproveitar dela como “empregada” ou “‘escrava”. Como vivemos em um mundo injusto onde só acham q o homem precisa ser ajudado e a mulher não.

  5. Empregados estão sempre sujeitos em passar por esse tipo de situação. E se fosse você a pessoa a perder o emprego, o seu marido não teria que ficar segurando as contas da casa, até a sua recolocação profissional? E te adianto que está bem mais difícil para os homens, se descolar com um emprego do que para as mulheres. As mulheres já estão en maior números nas Universidades, logo, já estão sendo a preferência do mercado de trabalho. Tenho um irmão que por dois anos ficou desempregado, participou de mais de 15 processos seletivos e em todos eles, sem exceção, os canditados pré- selecionados, a predominância sempre era de mulheres. Os escritórios estão abarrotados de mulheres, sem contar diversas profissões que praticamente inexistem homens. Você terá que ter paciência e esperar o seu marido conseguir a sua recolocação, ajudá-lo com as cores da casa e não ficar cobrando ou pesando em cima dele, pois o seu papel como esposa é o de elevar a moral e a auto-estima do seu marido, nessas horas você terá que ser o seu apoio, sabendo dialogar com ele sem cara feia e baixo astral. Como você ainda não tem filhos, pode também pegar uns bicos no final de semana, para melhorar as suas bases de ganho, já que está mais fácil para as mulheres se descolar até com isso, você pode vender produtos de beleza, fazer manicure, tem um monte de opções.

  6. O problema desse bando de analfabetos que não sabe interpretar texto ai em cima é que na verdade são os chamados homens afeminados, gigolós não assumidos, duvido que se a situação fossem com eles, ficariam em casa cuidando de todos os afazeres domésticos, cozinhando, limpando e lavando de boa para não ter reconhecimento algum. Não leve esses comentário em consideração.

    Eu entendo o seu medo, quando me casei senti o mesmo medo, pois meu esposo cresceu numa família como a sua, a mãe dele que sustentava a casa e também ficava com todas as tarefas da casa, o pai dele um gigolo, só vive de bicos e todo dinheiro que ganha diz que está guardando para caso aconteça algo no futuro (ninguem nunca viu a cor ou sentiu o cheiro), tinha medo que com esse exemplo masculino acontecesse o mesmo com o tempo, mesmo ele dizendo repudiar tal coisa, nos primeiros meses foram bem dificeis as divisões de tarefas e recursos, por fim depois de muita conversa ele aceitou juntar nossos recursos como sendo um todo e dividir todas as tarefas de modo igual e foi o que mais funcional, o que vocês precisam fazer é isso, sentar e conversar, agora que ele está desempregado deverá assumir uma carga maior de serviços domésticos para que você possa se focar no trabalho, quando ele vê a realidade que é fazer todo o serviço doméstico de uma casa, vai dar um jeito de arrumar um emprego rapidinho.

  7. Entendo, a situação realmente é tensa, mas tenha esperança de que isso é temporário, ele pode até não arrumar nada na área dele, mas hora ou outra uma coisa aparece. Lembre-se que vc se casou e prometeu companheirismo na riqueza e na pobreza. Nem tudo são flores. Apoie e esteja ao lado do seu marido em todos os momentos.
    boa sorte!

  8. Calma confie em Deus Leia a Biblia ore va para uma Igreja, quem sabe não foi para melhorar a vida de voces? Quem sabe ele não arruma algo melhor, ou um livramento da qual voce nem imagina…

  9. “Na riqueza e na POBREZA, até que a morte os separe”… Conheço casais que passou por isso e hoje tao bem, seguraram um no outro nos tempos de crise, faça isso também e eleve a auto estima dele! Se é dificil pra uma mulher ficar sem emprego, imagina o homem que é o provedor da família

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here