Será que sou piriguete por ser quem eu sou?!

Me interessei de verdade por um rapaz que não é meu namorado. Tenho um padrão para homens: quanto mais estranhos e tristes suas histórias sejam, mais compaixão e vontade de estar próximo de alguma maneira eu sinto. Eu senti uma conexão realmente forte com esse rapaz, em termos de amizade, mas ele nunca demonstrou real interesse amoroso, a ponto de se declarar embora eu às vezes desconfiasse dos sentimentos dele por mim. Pensei em terminar com meu namorado por causa desse rapaz, mas meu namorado me pediu uma chance e provou de todas as formas que queria estar comigo. Coisa que esse rapaz não fez. O tempo passou, perdi contacto com esse rapaz, mas agora ele está de novo na área e eu me sinto muito mal por estar novamente me sentindo balançada por ele. Só que dessa vez, as coisas estão diferentes. Já não temos contacto de amizade ((o correto a se fazer já que eu estou com meu namorado)), mas sinto um ar de superioridade da parte dele, como se ele me achasse inferior a ele. Eu me sinto estranha, sei lá, de alguma forma é como se eu fosse uma grande piriguete por estar sentindo o que estou sentindo, por ser quem eu sou. Gostaria de conselhos para lidar com tudo isso.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

3 Comentários
  1. Franz Diz

    Não, você não é. Contudo, você parece infectada pela hipergamia feminina. já o que te fez não se envolver com o rapaz no passado pode ter sido o quadro inverso, chamado de hipogamia. se não conhece esses termos, pesquise a respeito, vai ser esclarecedor. O primeiro passo para se resolver esse tipo de problema é a honestidade, primeiramente consigo mesma. Você está atraída por esse carinha, e provavelmente vai continuar a não ser que:

    1° – Consiga o que tanto quer e no processo quebre a cara lindamente ou 2° – trabalhe essa questão de ego ferido que ficou em você após vê-lo novamente de uma forma que considerou “superior” a você.

    Só depois de resolver essa etapa você pode trabalhar a honestidade com o próximo, que no caso é o seu namorado, que inclusive já tem conhecimento de sua indecisão. presenciei situações assim antes, e geralmente o(a) namorado(a) está com a semente da dúvida na cabeça e só precisa de um momento de “lucidez” para sair da relação moribunda. Pessoas indecisas e inconstantes são abandonadas consigo mesmas cedo ou tarde. Lembre disso.

  2. manuela Diz

    Para quem gosta de tipos que fazem teatrinho, ele é a sua cara. Separe-se do seu namorado, acho que ele merece uma mulher de ‘coração inteiro’ na vida dele, não uma que se preocupa com tipinhos estranhos e que acha que eles são problemas dela. E vá talvez tratar do seu emocional. Uma mulher que tem um namorado dedicado e que a ama, mas que quer lidar com chifres em cabeça de cavalo, na minha opinião precisa de MADA (mulheres que amam demais anônimas) antes de se relacionar de forma oficial. Não é demérito, aliás, cuidar de aspectos emocionais, então é lá que se ‘curará’ desse complexo de mãe de filhões-problema transformados na sua mente em paqueras – e em paqueras estranhos…

  3. Fox Diz

    Acho que piriguete não é a definição certa pra vc, mas sim mau caráter, esse cara simplesmente não quer se envolver com uma mulher que não respeita o namorado e não se valoriza…na cabeça dele vc não vale nada.

Usamos cookies para dar uma experiência melhor aos utilizadores que visitam o nosso site. AceitarPolitica de Privacidade