Relacionamento com um homem mais velho

Estou praticamente num relacionamento com um homem mais velho, eu tenho 22 ele 48.
Não estou com ele pelo dinheiro, afinal eu trabalho e nunca precisei perguntar quanto ele ganha e nem pedi dinheiro para ele.
Estamos nos curtindo faz 7 meses, mas nos conhecemos a mais tempo.
Ele conhece quase toda minha família, apresentei ele como amigo pois não estamos namorando ainda e não sei a reação deles, hoje em dia existe muito preconceito quanto a isso.
E ele quer me levar para conhecer a família dele, a mãe dele, irmãos e os filhos dele.
Não sei se é uma boa ideia, mas são coisas que nós vamos lidando aos poucos.
E para falar a verdade, nós nos divertimos muito, posso ter meu momento imaturo de vez em quando, mas ele entende e entende que não pode ser chato, ter cobrança ou querer se passar por meu pai.
Ele me incentiva, me ajuda e está sempre comigo, isso que é importante.
Só não firmamos um relacionamento sério ainda por conta dos nossos empregos que são complicados, cada hora estamos em um local, trabalhamos demais e estamos tentando se encaixar.
O que vocês acham em relação a isso?

7 Comentários

  • Andre 2 de outubro de 2019

    Agora é mil maravilhas, o problema é quando vc tiver 32 e ele 52, se não for nenhum empecilho para vc. Seja feliz que é o que importa. E com o tempo sua família mesmo a contra gosto terá que aceitar

    Resposta
    • Andre 2 de outubro de 2019

      Digo vc 32 e ele 58, daí vc sentirá o peso da diferenca

    • magda 2 de outubro de 2019

      Concordo, pois vivi essa situação, mas se ela não se incomoda que no futuro, tenha que conviver com o risco de se tornar uma cuidadora de idosos, em uma idade que ainda terá muito gás e energia sexual, nesse caso, o que se espera é que os seus sentimentos sejam suficientemente fortes, para tolerar longar rotinas, uma vida de gato de armazém tendo que se descolar sozinha em muitas atividades, enfim, a vida é feita de escolhas. Se esse homem a menos tiver o que proporcionar a nível de retaguarda, oferecendo ajuda de uma empregada fixa ou diarista, já ajuda um pouquinho.

  • ana julia 2 de outubro de 2019

    Eu me casei com um homem 19 anos mais velho, na ocasião eu tinha 29 anos e ele 48 anos. Apesar dele ter tido, no primeiro ano de casamento, uma boa energia sexual, procurado ser parceiro em diversos momentos, não se acomodando na relação, nunca deixando de proporcionar momentos de lazer e de interação social, essa realidade com o tempo foi se modificando, especialmente quando nasceu nosso filho, pois ele já não tinha mais ânimo e fôlego para mais nada, nem para sexo, o que me fazia sentir engolida apenas por rotinas pesadas, pois sempre trabalhei fora e ainda tinha que administrar uma casa, cuidar do bebê, realizar comprar da manutenção do lar, pegar a criança na casa dos meus pais todos os dias, atravessar a Cidade, encarando trânsitos pesados, enfim, mesmo tendo a ajuda de uma diarista, praticamente os maiores pesos de trabalho, eram meus. Fiquei viúva, após poucos anos de casamento e se não tivesse uma atividade profissional, teria me ferrado, pois nem pensão de alimentos o meu filho recebeu, por ter deixado de pagar o INSS, o que me fez ter que mudar para a casa dos meus pais, pois não teria como manter um imóvel, condomínio, IPTU, gastos com diarista, etc….Naturalmente cada pessoa tem a sua singularidade e nem todas funcionam igual, mas o que posso adiantar é que vcs com o tempo irão sentir que essa grande diferença de idade, irá pesar, pois no futuro, quando vc ainda estiver inteirona, ele poderá estar usando fraldas geriátricas.

    Resposta
  • Bia 2 de outubro de 2019

    me:
    Tenho 34, meu namorado 70 anos. A gente juntos é uma festa. No sexo, no dia a dia, no carinho. A gente adora sair, tomar cervejas, ficar em casa, ver filmes e series . Eu trabalho, ele já é aposentado, normalmente ele fica em casa, organiza tudo e adora cozinhar. Tem 70 anos mas não perece ter essa idade, é um cara alto astral, muitas vezes bem mais enérgico que eu. Contras da relação: as pessoas, minha família, meus amigos que me zoam o tempo todo e ate me excluem dos grupinhos. Eu adoro a companhia dele e ele a minha. O que me deixa triste e a ele também é o fato dele ficar muito só durante o dia pelo fato de eu trabalhar e não abro mão disso. Claro que tudo isso pode mudar, de repente ele pode apresentar um problema de saúde e as coisas não permanecerem mais do mesmo jeito, já conversei com ele sobre reservas financeiras e que ele tem que pensar nisso, de se precisar vai ter que contratar alguém para cuida-lo, nos momentos que não estarei presente, pois hoje ele gasta quase todo seu dinheiro com os filhos dele. Sei que parece uma situação absurda mas eu sou bem feliz com ele, realmente não sei do futuro e evito pensar muito sobre ele. Sei que o amo muito! E vou vivendo essa historia.

    Resposta
    • Sincero 3 de outubro de 2019

      Legal Bia, que estória diferente do que a gente vê por aí.

    • Bia 7 de outubro de 2019

      A história e não “estoria” é verdadeira sim. Eu não teria porque mentir em um site de desabafo em que as pessoas nem a identidade mostra. Você não acha? Acredite que ate em psicólogos eu já fui, porque nunca consegui me relacionar com homens mais novos, ou próximo de minha idade, minha vida toda sempre despertei para homens mais velhos, e isso não tem a ver com dinheiro como a maioria olha pra nos e já julga. Eu não preciso! Assim como não preciso dar explicações por aqui, mas achei que deveria. E veja que no final eu falo que não sei do futuro, pois tudo pode acontecer, inclusive nada… Já dizia o cantor;
      Abc

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *